Coronavírus: Aras diz ter aberto nove apurações sobre conduta de Bolsonaro

Procurador-geral da República diz que tem sido “zeloso na apuração”; investigação preliminar contra Pazuello também foi iniciada

Augusto Aras, procurador-geral da República. Foto: Reprodução

Jornal GGN – O procurador-geral da República, Augusto Aras, informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que nove apurações preliminares já foram abertas para investigar a conduta do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia de covid-19.

A manifestação é uma resposta de Aras a uma denúncia contra Bolsonaro, apresentada pelo advogado Fábio Ribeiro ao STF. Segundo o jornal Folha de São Paulo, o procurador-geral diz que tem sido “zeloso na apuração de supostos ilícitos atribuídos ao chefe do Executivo”, e que os nove procedimentos contra Bolsonaro já foram instaurados, a maioria deles iniciada em 2020.

Segundo Aras, uma das apurações também tem como alvo o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. A apuração neste caso considera a atuação federal na crise de saúde no Amazonas e no Pará: Bolsonaro e Pazuello são acusados de propagar o uso de medicamentos que não têm eficácia científica comprovada, por conta da defesa de ambos em favor da hidroxicloroquina e do tratamento precoce contra a Covid-19.

 

Leia Também
Pazuello diz à PF que não foi omisso em crise no Amazonas
Augusto Aras acaba com o maior fator de corrupção do MPF
“Tem gente que só tem R$ 14 mil para sobreviver”, diz Bolsonaro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Líderes do Congresso preferem Mourão a Bolsonaro, aponta pesquisa

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome