Coronavírus: Bolsonaro reclama de nota de luto da PRF

Enquanto presidente segue minimizando efeitos da pandemia e pedindo fim do isolamento, policial rodoviário foi vítima fatal da doença

Foto: Reprodução

Jornal GGN – Enquanto o presidente Jair Bolsonaro continua a minimizar a pandemia do coronavírus no Brasil, mais e mais vítimas são registradas pelo país. Agora, o presidente chegou a reclamar de comunicação oficial de luto de um servidor público.

Segundo informações do jornal Folha de São Paulo, Bolsonaro reclamou de nota divulgada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) lamentando o falecimento de profissional da corporação por coronavírus.

Nesta quinta-feira, a PRF divulgou um comunicado de pesar pela morte de Marcos Roberto Tokumori, 53, que atuava m Santa Catarina, devido à Covid-19. “A doença, a Covid-19, não escolhe sexo, idade, raça ou profissão”, disse a nota, assinada pelo diretor-geral da PRF, Adriano Furtado. “Contra ela, Marcos lutou bravamente”, ressaltou. ​

Bolsonaro criticou a publicação durante reunião realizada em 22 de abril, alegando que o tom do comunicado poderia assustar as pessoas e não considerava possíveis comorbidades de Tokumori.

Tal reunião foi gravada, esse vídeo é alvo de embate entre o ex-ministro Sergio Moro e a Advocacia-Geral da União (AGU). Recentemente, a AGU recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que seja entregue à corte apenas o trecho em que Bolsonaro teria ameaçado Moro de demissão caso não efetuasse a troca do diretor-geral da Polícia Federal.

 

Leia Também
Bolsonaro chama de “minoria barulhenta” brasileiros que esperam auxílio emergencial
As três condicionantes para São Paulo relaxar a quarentena contra COVID-19
Pesquisadores estimam haver mais de 1,6 milhão de casos de COVID-19 no Brasil
GGN revisita a trajetória de Moro em projeto inédito. Saiba mais aqui

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora