Coronavírus: Contraprova de exame de Bolsonaro deu positivo

Em live pelo Facebook, presidente volta a falar de medicamentos (que não possuem comprovação científica) que podem tratar a doença

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro voltou a falar de medicamentos que não tem comprovação científica para o tratamento do coronavírus, ao mesmo tempo em que informou que o exame realizado por ele na terça-feira (14/07) deu positivo para o vírus.

“Então a gente espera que nos próximos dias faça um novo exame e, se Deus quiser, dê tudo certo para a gente voltar logo à atividade”, afirmou, em live realizada no Facebook.

Segundo o jornal O Estado de São Paulo, Bolsonaro citou pelo menos três remédios de forma nominal que podem tratar a doença e que, mesmo sem comprovação científica, “a história vai dizer” quem estava certo ou não a aplicação de tais medicamentos.

O presidente atribuiu sua melhora ao uso da hidroxicloroquina desde os primeiros sintomas – um medicamento que não tem eficácia comprovada e os riscos ainda são desconhecidos – além de citar a Ivermectina e Annita.  Bolsonaro também afirmou que não está recomendando o uso dos medicamentos, e recomendou aos seus seguidores que procurem seus médicos e sigam as orientações médicas.

 

Leia Também
GGN-Covid: aumento de óbitos afeta regiões com 56% da população de SP
Saúde completa dois meses com interino, que pode sair “em momento próximo”
TRF-5 derruba liminar que obrigava planos de saúde a cobrir teste de Covid-19
Skaf está internado com Covid-19 detectado após encontro com Bolsonaro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Ministério não compra insumos, e Brasil tem mais testes armazenados do que feitos até agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome