Coronavírus: Ministério da Saúde recomenda postergar gravidez

Jornal GGN – As variantes do coronavírus no Brasil têm se mostrado especialmente agressivas em gestantes, segundo o secretário de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde, Raphael Câmara – o que levou a pasta a recomendar que a gravidez seja postergada no país.

“Estudo nacional ou internacional não temos, mas a visão clínica de especialistas mostra que a variante nova tem ação mais agressiva nas grávidas. Antes, [a gravidade] estava ligada ao final da gravidez, mas, agora, vê uma evolução mais grave no segundo trimestre e até no primeiro trimestre”, disse Câmara, segundo informações do jornal Folha de São Paulo. Contudo, o secretário não especificou que variantes são essas.

“Caso possível, postergar um pouco a gravidez para um melhor momento para que você possa ter a gravidez mais tranquila. É lógico que a gente não pode falar isso para quem tem 42, 43 anos, mas para uma mulher jovem que pode esperar um pouco, o mais indicado é esperar um pouco”, afirmou o representante do Ministério da Saúde.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora