Coronavírus: Nova Zelândia anuncia “eliminação” do vírus

País anuncia início da redução das restrições sociais impostas pelo governo, depois que novos casos ficaram na casa de um dígito

Jacinda Ardern, primeira-ministra da Nova Zelândia. Foto: Reprodução/Wikipedia

Jornal GGN – A Nova Zelândia anunciou a “eliminação” do coronavírus no país, ao mesmo tempo em que anunciou a redução das restrições do “nível quatro” para o “nível três”, depois que os casos registrados ficaram na casa de um dígito.

Em entrevista coletiva, o governo do país relatou apenas um novo caso, uma nova morte e quatro “casos prováveis”.  A diretora-geral de saúde da Nova Zelândia, Ashley Bloomfield, disse que o número baixo dá confiança para que o país alcance seu objetivo de eliminar o vírus – “isso nunca significou zero, mas significa que sabemos de onde vêm nossos casos”, explicou, segundo informações da CNN norte-americana.

Na ocasião, a primeira-ministra neozelandesa, Jacinda Ardern, declarou que o coronavírus foi “atualmente” eliminado, mas que o país precisa permanecer em alerta e aguardar por eventuais novos caos.

O alerta “nível três” entrou em vigor a partir desta terça-feira. Em tal escala, as empresas vão reabrir de forma parcial com algumas restrições, incluindo a necessidade de distanciamento físico de dois metros fora de casa. As escolas devem reabrir de forma parcial, e atividades como no setor de manufatura serão retomadas, embora as pessoas sejam estimuladas a trabalhar de casa, a não ser que não seja possível.

Em termos de eventos sociais, as pessoas poderão participar de atividades de baixo risco, incluindo nadar na praia. Reuniões para casamentos e funerais deverão contar com até 10 pessoas.

Por outro lado, locais como bibliotecas, museus e academias de ginástica seguirão fechados. As medidas voltarão a ser avaliadas pelo governo em 11 de maio.

Os últimos dados do Coronavirus Research Center, da Johns Hopkins University & Medicine, mostram que a Nova Zelândia tem 1.472 casos confirmados de coronavírus, sendo que 1.214 pessoas se recuperaram.

Leia também:  Fora de Pauta

 

Leia Também
Nova Zelândia, em vez de mitigar, decidiu eliminar o coronavirus e foi bem sucedida
Coronavírus: como a Nova Zelândia está achatando a curva de contágio

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome