Coronavírus: Raul Cutait está curado e recebeu alta

Cirurgião gástrico do hospital Sírio Libanês e professor da USP chegou a ficar mais de duas semanas entubado e em estado crítico na UTI

Raul Cutait, cirurgião gástrico do hospital Sírio Libanês, está curado do coronavírus. Foto: Reprodução

Jornal GGN – O médico Raul Cutait está curado da Covid-19. O cirurgião gástrico do hospital Sírio Libanês recebeu alta nesta terça-feira (21/04) e está em casa com a família.

“Faço questão de poder dizer: estou bem. Estou vivo. O resto é o resto”, disse ele em entrevista à jornalista Monica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo. “A gente apanha muito numa situação dessas. Estou além das expectativas.”

Aos 70 anos, Cutait atua como cirurgião gástrico do próprio Hospital Sírio-Libanês, e também é professor do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina da USP e membro da Academia Nacional de Medicina.

Cutait descobriu que foi contaminado pelo vírus em 24 de março, e a doença evoluiu para uma forma mais grave em poucos dias. Ele foi internado e entubado no próprio Sírio Libanês. Seu estado de saúde chegou a ser considerado crítico.

Após voltar para casa, Cutait ainda terá que passar por alguns cuidados, como sessões de fisioterapia. “Agora é dar tempo ao tempo”, finaliza.

 

Leia Também
Inovação, criatividade e filantropia em tempos de Pandemia, por Ana Beatriz Prudente
As bases de dados para estimar sub-notificações do COVID-19, por Fernando Barbalho
TV GGN: As tolices sobre o fim do isolamento

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

3 comentários

  1. Não pode fazer como David Uip ou Roberto Kalil e se negar a dizer como foi o tratamento e quais os remédios. Claramente a maciça maioria não tem sintomas mais graves, e destes, a absoluta maioria se cura. Então não se pode promover ainda mais a histeria com doença tratável e curável.

  2. Zé Sérgio.. por acaso um amigo comentou comigo hoje: “alex tô aqui pensando se não era melhor pegar o covid agora já que ainda tem leitos e médicos para cuidar do doente, pois pense, daqui um mês como vai ser? vai ter leitos? esses médicos e enfermeiros, que não contraíram o covid, estão na linha de frente, mas daqui uns dias estarão totalmente exauridos. Alex hoje a doença tem cura pq tem médico, tem leito, tem respirador.. e daqui um mês?”.. Então, Zé Sergio, hoje a doença é tratável e curável. Como será daqui a um mês? Acho que a histéria ainda está por vir. De qq forma, respondi, pro Betão, meu amigo: cara, prefiro o isolamento total e não contrair essa maldita!

  3. Eh justamente essa visão obtusa expressa pelo Zé Sérgio que leva as multidões a oferecer carona para a propagação do vírus. Ainda bem que o Aleminas explicou onde é que reside a gravidade do problema.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome