Coronavírus: SP considera transferir pacientes para outras cidades

    Secretaria Estadual da Saúde diz que estão em andamento tratativas para rede privada receber pacientes do SUS no atendimento ao coronavírus

    José Henrique Germann, secretário da Saúde do estado de São Paulo. Foto: Reprodução/Secretaria de Saúde de São Paulo

    Jornal GGN – A lotação nos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nos hospitais da rede pública da Grande São Paulo levou o governo estadual a abrir a possibilidade de transferir pacientes para centros médicos no interior.

    “Não há possibilidade de nós transferirmos leitos de um hospital para outro nessa situação. Ocorre que todos os casos que são positivados vão para uma central de regulação dos serviços de saúde”, disse o secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann, segundo informações do jornal O Estado de São Paulo, ressaltando que a preferência será os hospitais dentro de São Paulo e Grande São Paulo. “Mas os leitos existem também no interior de São Paulo. Então, o que transferimos é o paciente”, disse.

    Além disso, Germann disse que não cogita pedir legalmente os leitos de internação da rede privada, uma vez que existem tratativas para que os hospitais particulares recebam pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

    Na capital paulista, o prefeito Bruno Covas (PSDB) declarou que existem hospitais municipais com 100% de ocupação dos leitos de UTI e a rede já conta com mais de 60% das vagas ocupadas.

    Leia Também
    Coronavírus: Bolsonaro não pode reverter ações estaduais e municipais
    Bolsonaro sofre mais uma derrota no STF por polêmicas do coronavírus

    Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

    Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

    Apoie agora