Delegado que atuou contra Lula lidera operação contra milícia bolsonarista

"As diligências deverão ser cumpridas pela equipe do Delegado Federal Igor Romário de Paula, a quem deverá ser remetido todo o material apreendido", determinou Alexandre de Moraes

Jornal GGN – O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes, relator do inquérito 4781, escolheu o delegado Igor Romário de Paula, ex-Lava Jato, para cuidar dos materiais que serão apreendidos pela Polícia Federal a partir desta quarta (27), quando foi deflagrada a fase ostensiva do chamado “inquérito das fake news”.

“As diligências deverão ser cumpridas pela equipe do Delegado Federal Igor Romário de Paula, a quem deverá ser remetido todo o material apreendido durante a operação”, escreveu Moraes, ao autorizar a ação.

Os policiais federais cumpriram em vários estados do País ordens de busca e apreensão contra empresários e influenciadores bolsonaristas. Deputados federais e estaduais ligados ao “gabinete do ódio” terão de depor no prazo de 10 dias.

Moraes também afastou o sigilo bancário e fiscal dos empresários suspeitos de financiar a rede de fake news.

Igor, que receberá todo o material, já foi um dos delegados mais atuantes contra Lula na Lava Jato em Curitiba. Ele gravou imagens do ex-presidente sem autorização judicial.

Leia mais sobre a operação:

Moraes vê indícios de “associação criminosa” entre alvos do inquérito das fake news

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Grupo de divulgação científica da USP mostra anatomia das fake news

5 comentários

  1. Tenho escutado, na rádio MEC FM, no Rio, uma propaganda do ministério da saúde sobre doação de leite materno durante o período da pandemia de covid-19. A voz da locução é de uma menina. Ao final, o slogan do governo federal “Pátria amada Brasil” parece que é dito “Pátria aRmada Brasil”. A quem tiver acesso a esse áudio, peço que verifiquem.

  2. Alexandre de Morais dando lição de política aos bolsominions: nomeia um delegado ligado ao morismo-lavajatismo para analisar o material apreendido. Os zeros do Bolsonaro vão passar dias pisando em ovos, se o papai não resolver partir pra porrada…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome