Deputado bolsonarista condenado a pagar R$ 20 mil em danos morais

Douglas Garcia (PTB-SP) foi condenado em ação movida por mulher citada em dossiê que listava supostos ‘antifascistas’; cabe recurso à decisão

Douglas Garcia (PTB-SP), deputado bolsonarista condenado a pagar R$ 20 mil em danos morais. Foto: Reprodução/Wikipedia - Direita São Paulo

Jornal GGN – O deputado bolsonarista Douglas Garcia (PTB-SP), da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), foi condenado a pagar R$ 20 mil a título de danos morais a uma mulher citada em dossiê que listava ‘antifascistas’ e os associava a atos terroristas.

O dossiê teria sido divulgado pelo próprio parlamentar, e a mulher apontou que teve seus dados pessoais (como endereço e telefone) expostos no documento, sentindo-se ofendida pela ação de Garcia. A decisão foi tomada pela 45ª Vara Cível da capital paulista, e cabe recurso à decisão, que é de primeira instância.

Segundo o jornal O Globo, o juiz Guilherme Ferreira da Cruz escreveu na sentença que a elaboração de dossiês não é parte do mandato de um deputado estadual, e que a questão lançou acusações indevidas de crimes contra várias pessoas.

Expulso do PSL no mês de passado, Douglas Garcia também é um dos alvos do inquérito das fake news, em andamento no Supremo Tribunal Federal (STF).

 

Leia Também
Quando a mediocridade vira paradigma, por Felipe Alves da Silva
Para Bolsonaro, Globo “festejou” 100 mil mortes por covid-19
Policiais formam tropa pró-Bolsonaro nas redes sociais, diz revista
O caso CNN com  Alexandre Garcia e os limites da opinião, por Luis Nassif

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  França desaconselha uso de máscaras caseiras menos eficazes contra variantes da Covid-19

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome