Disputa no Ministério Público coloca em xeque investigações da Lava Jato

Procurador denunciou Lava Jato SP ao CNMP. Se pedido for aceito, defesas de investigados pela operação podem pedir anulação dos processos

Reprodução/CNMP

Jornal GGN – O procurador Thiago Lemos de Andrade acionou o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) para denunciar a forma de distribuição das investigações da Lava Jato São Paulo. A ação pode “colocar em risco” os processos relacionados ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Michel Temer (MDB) e cúpula do PSDB paulista, segundo informações da Folha de S. Paulo.

Ao CNMP, órgão que fiscaliza os integrantes da Procuradoria, Lemos afirmou que o material da operação que chega em São Paulo – vindo de Curitiba, do Rio ou de Brasília – não tem sido distribuído da forma correta. 

No entanto, a força-tarefa da Lava Jato garante que suas atribuições estão corretas e foram designadas pela Procuradoria-Geral da República (PGR ).

Em meio a este impasse, caso o CNMP acolha os pedidos de Lemos, a ação dá aval para que as defesas dos investigados pela Lava Jato questionem a validade das apurações e peçam a anulação dos processos na Justiça.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome