Dona Canô e a voz das nossas mães

Foi em um Natal em São Paulo, um dos primeiros natais em São Paulo, poucos dias depois da morte de dona Canô. Passamos na casa da mana Fátima, com o espirito de dona Tereza pairando sobre todos nós.

Naquele dia, assisti o vídeo da familia Velloso, os filhos ilustres prestando homenagem à figura maior de dona Canô. E o vídeo trouxe a todos nós a lembrança de dona Tereza. E, creio, à lembrança de todas as mães da nossa geração.

Aqui, o vídeo inesquecível, a síntese do Brasil, da familia baiana bebendo nas raízes da música caipira paulista, assim como todos os paulistas e brasileiros passaram a beber na arte dos baianos de todos os tempos.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora