DPU pede saída de Sérgio Camargo da Fundação Palmares

Nesta semana foram vazados áudios em que Camargo chama o movimento negro de “escória maldita”

Sérgio Camargo, presidente da Fundação Palmares. | Foto: Reprodução

Jornal GGN – A Defensoria Pública da União (DPU) entrou com um recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ) nesta quarta-feira, 3 de junho, para que o bolsonarista Sérgio Camargo deixe com urgência a presidência da Fundação Cultural Palmares.

O pedido de tutela provisória de cautelar incidental sobre o caso foi enviado ao presidente do STJ, João Otávio de Noronha, que em fevereiro atendeu pedido do governo federal e liberou a nomeação de Camargo.

A DPU argumenta “danos decorrentes da nomeação com desvio de finalidade” e pede até que o STJ julgue definitivamente o caso seja válida uma decisão da 18ª Vara da Justiça Federal do Ceará.

A decisão é do juiz federal Emanuel José Matias Guerra, que pediu a suspensão da nomeação de Camargo por entender que o chefe da Fundação Palmares deveria defender e não ofender a população negra.

Nesta terça-feira, 2 de junho, o jornal Estado de São Paulo, divulgou áudios em que Camargo chama o movimento negro de “escória maldita”, além de atacar – mais uma vez – o histórico Zumbi dos Palmares, que nomeia a autarquia.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Por que o arroz está tão caro? Assista na TV GGN

4 comentários

  1. Esse é o tipo de escravo que lambe as bolas do seu $enhor por imposição, mas por opção.

    Como diria a Sóbria, Nojentinho Mamão de merda

  2. Ele está falando essas besteiras, buscando aparecer na mídia… O sonho dele é seguir a carreira artística, de preferência como galã das novelas globais… Vai entrar para a história… O Tarcisio Meira “colored”…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome