E as panelas voltaram a bater – agora, contra Bolsonaro

Manifestações foram registradas em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro, e são uma prévia para as ações programadas para o dia 18 de março

Desta vez, as panelas bateram contra o governo de Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução

Jornal GGN – Se antes as panelas ecoaram pelos apartamentos Brasil afora pedindo o impeachment de Dilma Rousseff, ao que tudo indica o jogo virou: agora, panelas foram ouvidas pedindo a saída do presidente Jair Bolsonaro.

Foram registrados protestos em diversos bairros das cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro, em uma prévia das manifestações previamente agendadas para esta quarta-feira.

Nesta terça-feira, foi protocolado o primeiro pedido de afastamento de Bolsonaro na Presidência, por conta da convocação de atos contra o Congresso e o Judiciário que ocorreram no último final de semana.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, os panelaços com gritos de “Fora Bolsonaro” ocorreram em bairros como Consolação, Santa Cecília, Vila Mariana, Higienópolis e Bela Vista, na região central – mas no bairro de Perdizes, houve manifestações de apoiadores em resposta, a ponto de se ouvirem gritos de “viva Ustra”, referência ao coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra.

Confira abaixo os manifestos registrados na noite desta terça-feira:

São Paulo – Santa Cecília

São Paulo – Centro

São Paulo – Vila Buarque

São Paulo – Vila Mariana

São Paulo – Paraíso


Rio de Janeiro – Laranjeiras

Veja alguns registros captados nas redes sociais

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora