Editoria “Especial” reúne reportagens sobre como funciona a aposentadoria capitalizada

Além de textos que contam a transição do regime em detalhes, o GGN lançará em agosto um documentário, em vídeo, reunindo entrevistas com aposentados chilenos e especialistas em Previdência

Jornal GGN – A campanha de financiamento coletivo do GGN junto ao Catarse foi concluída com sucesso nesta última semana de julho. Com mais de 1 mil apoiadores, o site obteve recursos para produzir uma série de reportagens especiais no Chile, cujo modelo de aposentadoria capitalizada inspira o governo Bolsonaro.

Além de textos que contam a transição do regime em detalhes, o GGN lançará em agosto um documentário, em vídeo, reunindo entrevistas com aposentados chilenos e especialistas em Previdência, que vão explicar e contar como é viver, na pele, com a aposentadoria privatizada. Há casos em que o benefício pago chega a cerca de R$ 260,00.

Para conferir todas as reportagens da série #OExemploDoChile, acesse a página “ESPECIAL” no site: www.jornalggn.com.br/especial

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Xadrez do papel dos radicais de esquerda, por Luis Nassif

3 comentários

  1. Concordo plenamente. Pra poder ter sucesso nesta emoreitada seria necessario que a esquerda, sem Ciro (que nao para de dizer besteira numa hora tao cruel), tomasse a frente de participar ativamente nos nucleos basicos dos partidos, nas ONgs, nas associacoes da periferia criando oficinas de esclarecimentos e fazendo campanhas financeiras (crowdefunding – nacionalmente e internacionalmente) para impulsionar essa campanha relampago.
    Do jeito que a coisa esta, a tecnica distracao/smoke n mirror, usad a pelo governo com ajuda da embaixada do EEUU, so piora para o Brasil inteiro.
    E hora de estar em comicios 24hrsX7dias, ate esse governo sair por clamor popular. Basta de ver o paiz afundar e a destricao do meio ambiente seguir a todo vapor. Absurdo que os residentes de Brumadinho estam recebendo 600 reais por mes, emvez do proposto salario minimo e a vale nem se incomoda com as comsequencias de suas acoes criminosas. O judiciario esta desgastado, ate o osso, o legislativo esta precisando de couragem para reagir a altura e fazer seu papel de representante do povo.
    Temos legislativos a todos os niveis. Que esperam? Levantem-se e defendam o Brasil.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome