Eleições 2020: Ministério registra 254 ocorrências e 53 prisões

Segundo o Ministério da Justiça, três inquéritos foram instaurados para apurar as ocorrências e 19 termos circunstanciados foram lavrados

Imagem: Fábio Pozzebon/Agência Brasil

Jornal GGN – O Ministério da Justiça e Segurança Pública registrou até às 15h deste domingo, 29, 254 ocorrências e 53 prisões ou conduções ligadas ao segundo turno das eleições municipais. 

De acordo com o balanço, foram registrados 197 crimes eleitorais, entre eles, 52 por boca de urna, 35 por desordem, 94 por desobediência a ordens da Justiça Eleitoral, oito por compra de voto, um por falsidade ideológica, um por “fatos e imputações inverídicas” (fake news), um por impedimento ou embaraço ao exercício do voto e um por transporte de eleitores.

Também há cinco ocorrencias de crimes comuns ligados à eleição, por furto, ameaça, porte ilegal de arma de fogo, lesão corporal e outra de vias de fato.

Além disso, há 42 ocorrências de indicações de desinformação sobre o processo eleitoral. Também ocorreu quatro bloqueio de vias e uma  manifestação em torno de um local de votação. 

Segundo o Ministério da Justiça, três inquéritos foram instaurados para apurar as ocorrências e 19 termos circunstanciados foram lavrados. Uma arma e um veículo foram apreendidos, além de R$ 16,3 mil e diversos materiais de campanha.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora