Elo suspeito entre Curitiba e EUA foi exposto pela defesa de Lula em 2016

A questão é que toda a jogada da Lava Jato para conquistar o fundo bilionário - que por si só é recheada de controvérsia e questionamentos jurídicos - pode ter nascido de cooperação irregular com os Estados Unidos. Pois, ao que tudo indica, a troca de informações não obedeceu aos trâmites formais e tampouco passou pela autoridade central brasileira, o Ministério da Justiça

Jornal GGN – A falta de transparência e a possibilidade de existir ilegalidades na cooperação internacional entre a Lava Jato de Curitiba e o Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DOJ) foram denunciadas pela defesa do ex-presidente Lula, durante o julgamento do caso triplex, ainda no final de 2016.

No final daquele ano, o então juiz Sergio Moro, atendendo aos interesses dos procuradores da República que atuam na operação Lava Jato, começou a censurar a resposta de delatores premiados sobre cooperação, formal ou informal, em investigações dos EUA contra a Petrobras.

Dois anos depois, em setembro de 2018, a Petrobras teve de assinar um acordo com o DOJ para evitar um processo em solo americano. Para levar à estatal a concordar com o acordo, o Departamento formulou uma denúncia contra a empresa com ajuda da Lava Jato. O GGN apurou pelo menos 5 delatores emprestados da operação foram citados no documento das autoridades americanas, mas os nomes foram mantidos sob sigilo.

Em decorrência do acordo, a Petrobras depositou em conta ligada à Lava Jato cerca de R$ 2,5 bilhões, que agora os procuradores querem usar para financiar uma fundação de direito privado.

A questão é que toda a jogada – que por si só é recheada de controvérsia e questionamentos jurídicos – pode ter nascido de cooperação irregular com os Estados Unidos. Pois, ao que tudo indica, a troca de informações não obedeceu aos trâmites formais e tampouco passou pela autoridade central brasileira, o Ministério da Justiça.

Uma das provas de que a Lava Jato não quer esclarecer como se deu a cooperação contra a Petrobras foi o de Eduardo Leite, da Camargo Corrêa. Ele chegou a admitir que foi sondado por procuradores de Curitiba sobre o interesse em ajudar os EUA nas investigações. No mesmo instante em que começou a revelar os bastidores, o procurador Diogo Castor de Mattos pediu a Moro que interrompesse as perguntas.

Leia também:  Deltan sofre revés com advogados abandonando sua defesa no CNMP

À Folha, o advogado Cristiano Zanin, da defesa de Lula, disse que “a revelação feita em audiência de que o Ministério Público Federal estaria trabalhando junto com autoridades americanas parece não estar de acordo com o tratado que o Brasil firmou em 2001 com os EUA que coloca o Ministério da Justiça como autoridade central para tratar esse tipo de questão.”

Diante das suspeitas levantadas, a resposta do MPF foi silêncio. Os procuradores alegaram que a cooperação é “sigilosa” e não comentaram o caso.

A defesa de Lula entrou na Justiça para ter acesso a mais informações sobre o acordo com os EUA que beneficiou a Lava Jato.

Leia mais:

Moro impede testemunha de falar sobre elo suspeito entre a Lava Jato e EUA

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

18 comentários

  1. O patriotismo é algo muito diferente! O Brasil acima de tudo…e Deus acima de todos…também!! Espero que a veracidade dos fatos nos traga um desfecho mais humano. Parabéns pelas investigações…e que tenhamos algo nesse pais que nos encha de orgulhos! Aquilo que é dito aos ouvidos…será gritado de cima do telhado. Diz o senhor dos exércitos!

    • Esta bem Hélio, o rombo orçamentário nas finanças da Petrobras e o enriquecimento de corruptos e corruptores não existe…
      Não há um documento que esteja associado a matéria.
      Acho que precisamos abrir os olhos.

  2. “Para levar à estatal a concordar com o acordo, o Departamento formulou uma denúncia contra a empresa com ajuda da Lava Jato. O GGN apurou pelo menos 5 delatores emprestados da operação foram citados no documento das autoridades americanas, mas os nomes foram mantidos sob sigilo.”

    Xovê se eu entendi:

    Os cabras simularam um processo para forçar um acordo bilionário?
    Sendo o MP o fiscal da lei e a entidade principal na persecução penal , criando ela mesma ou concordando em participar, através de seus representantes, processos penais viciados com objetivo claro ou obscuro de proveito próprio comete crime da mais alta gravidade contra a administração pública e se considerada as sua extensão, pode ter atentado até mesmo contra a segurança nacional.
    Bem disse um ministro do STF quando da criação do MPF – “criamos um monstro”
    Não precisa ser advogado formado pela São Judas Iscariotes para enumerar os crimes e as penas em que estariam incursos procuradores, juízes e policiais, além de advogados envolvidos nessas “negociações apócrifas”.
    Tampouco se eximiriam das penas de perda do cargo a bem do serviço público além de sanções penais cada um desses servidores.

    • Triste Brasil, da vergonha, toda essa Bandidagem envolvendo autoridades, que deveria estar a serviço do Cidadão honesto e que pagam seus impostos em dia.

  3. Está quadrilha de criminosos de Curitiba tem que responder pelos seus crimes contra a nação, esta grande farsa tem que ser barrada imediatamente, e o supremo tribunal federal junto com a PGR tem por obrigação denunciar e condenar todos estes mafiosos.

  4. A lava jato demonstrou a maior quadrilha estruturada ppoliticamente articulada com empreiteiros.
    Querer acobertar o enriquecimento de corruptos e corruptores é uma estratégia sem fundamentos.
    O caminho é reduzir o poder do estado com privatizações e abertura do mercado.

    • E deixar que morram centenas, como morrem os empregados da Vale a a população que mora ao redor, não é? Deixa de pensar pequeno e colonizado. Quem investiga corrupto não tem direito de se corromper, não tem carta branca para vender o país, que pude ser uma merda, mas não pertence ao MP. Ridículo é defender uma falcatrua porque ela revelou o que todo mundo já sabia, inclusive a 13a Vara e o MPF. Os corruptos da Petrobrás não devem servir para encobrir corruptos do MPF e do judiciário.

      • O país é vasto, privilegiado climaticamente, muito rico em diversos pontos de vista(mineral, cultural, ambiental, etc), e com um povo multi-étnico fenomenal. Mas tem um grupinho entreguista que usa de todas artimanhas para manterem-se no mais alto grau de mesquinharia.

  5. A meu ver e no meu entendimento. Se os 2.500 bilhões foram repatriados e estão estão depositados no Brasil. Parabéns a Lava Jato. Pelo brilhante trabalho. Obviamente foi dinheiro desviados da Petrobras. Logo tem que ser incorporado para a geração de empregos na Petrobras .Não tem que criar Fundos para alimentar Fundações de vinho humanitário, ferido pelos procuradores da Lava Jato. A Petrobrás é fruto da campanha O Petróleo é Nosso, foi criada em 1 de maio de 1950 por Getúlio Vargas, no campo do Vasco da Gama. Quando o bom velhinho falava= Brasileiros e brasileiras, trabalhadores do Brasil, O Petróleo é Nosso. Eu tinha 10anos de idade e guardo na minha memória está junto com o meu pai que era fã de Getúlio Vargas. Em respeito a 55 milhões de Brasileiros que elegeram Bolsonaro com Presidente da nossa Amada Pátria Brasil. O dinheiro e do Povo e não dá Lava Jato. Deus e Brasil acima de tudo.

    • joel, você não entendeu. Esse dinheiro não foi repatriado. Estava no caixa da Petrobras. A gangue da farsa a jato, junto com o departamento de justiça dos EUA, fabricou uma ação contra a Petrobras para obriga-la a pagar uma multa bilionária. Também arranjaram para que a Petrobras não recorresse judicialmente da multa. Uma parte do dinheiro, que esta no caixa da Petrobras, vai ser roubado por meio desse esquema criminoso da farsa a jato, será doado aos EUA. Outra parte vai ser colocada no bolso do criminosos da farsa a jato para que eles possam financiar uma organização criminosa para, provavelmente, fraudar eleições futuras.

  6. Eu já vi gente nas redes sociais sugerindo que a defesa de Lula é ruim. Não é verdade. Porque se você tem como juiz como inimigo, não há defesa que possa evitar condenação do réu. Por que a missão de um inimigo é te condenar independentemente de toda razão ou razoabilidade que existir, o inimigo quer a eliminação de seu adversário ainda que os procedimentos para tal sejam bárbaros ou selvagens. Moro é inimigo de Lula! Moro não é um juiz, é um agente contratado plea CIA para destruir o PT.

  7. Nada ficará encoberto. Quem pensa que enganara uma nação inteira com suas mentiras, está se enganando. Tudo que está por baixo dos panos será revelado. Com Deus ninguém brinca e fica por isso. Todos irão pagar aqui mesmo pelas suas canalhices. Basta vê a bosta que nós estamos como brasilenos.!!!!

  8. Não entendo pq a imprenca aberta não esclarece p nação esse acordo. E pq acabou interece pela suja jato ou melhor pelos ratos sujos. Estão entregando a Petrobrás e o pré-sal p Usa pq acham q os brasileiros são burros inclusive parte da elite que colaboraram com os mesmos.

  9. Acho que se deve esclarecer os fatos, e bem. Mas as delações do Palocci como fica, tudo mentira? No leilão do triplex, apareceu o dono para reclamar do imóvel? Não acredito nessa matéria , as ações da Petrobras foram vendidas nos EUA …

  10. Isso tudo foi armado por grandes interesses.
    O Iraque país rico em petróleo, Venezuela rico em petróleo
    Hoje esses países estão como? Nem precisa dizer
    Os interesses estrangeiros adentraram e conseguiram fracionar o Pré-Sal, venderam a Embraer tentam participação naquela área de lançamento de foguetes, será que os militares não estão vendo isso tudo? São pontos estratégicos do nosso país
    Era para o nosso país está mais rico e ao contrário está ficando desestabilizado. Pena que não temos um regime forte para brecar esses interesses

  11. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome