Em comemoração ao Dia mundial do consumidor PROTESTE lança Guia da Vida Colaborativa

A PROTESTE Associação de Consumidores está lançando o Guia da Vida Colaborativa, disponível no site como parte das atividades para marcar o Dia Mundial do Consumidor.

O guia, que é organizado de A a Z, contém dicas de websites que estimulam modos de vida colaborativos.

Em período de crise econômica em que a regra é economizar, partilhar produtos e serviços com outras pessoas facilita a vida e dá acesso a bens sem precisar gastar muito.

Além disso, o consumidor estará contribuindo para a sustentabilidade do planeta. Mesmo quem tem dinheiro para adquirir o que necessita ganha com essa troca, ao reduzir o descarte de produtos, os gastos com energia e água na produção, a derrubada de árvores, ou seja, a degradação ambiental.

Caronas, hospedagem, aulas de idiomas, feiras de vestuário, calçados, brinquedos, games, equipamentos eletrônicos – quase não há limite para o consumo colaborativo.

E a proposta do Guia da PROTESTE é ser colaborativo também no conteúdo,  estimulando os interessados em  incluir novas plataformas a enviar sugestões para que  a publicação  mantenha-se atualizada. Para isto a PROTESTE  produziu um vídeo convidando as pessoas a participarem.

A PROTESTE apoia essas iniciativas, porque se alinham a uma visão menos consumista e mais humanista de vida. As mudanças climáticas já começam a nos exigir novas formas de viver em sociedade.

Aprendemos, por exemplo, que nunca mais poderemos esbanjar água tratada, um bem precioso em todo o mundo.

A valorização das habilidades e conhecimentos nesse processo pode ajudar a reduzir o desemprego e a desigualdade, preocupações que aumentam toda vez que ocorre uma nova crise econômica e financeira, seja por aqui ou em outras regiões.

O consumo colaborativo nada mais é do que bom senso. “Por exemplo: se um vizinho tem um carrinho de bebê, com os filhos já criados, por que não trocá-lo ou doá-lo para outro que será pai em alguns meses, se estiver em boas condições de uso?”, questiona Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da PROTESTE Associação de Consumidores.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome