Enquanto os chineses constroem pontes de concreto com impressora 3D, no Brasil……

Enquanto os chineses constroem pontes de concreto com impressora 3D, no Brasil a burguesia brasileira pretende enriquecer levando o povo a ignorância e a miséria.

Não é brincadeira coisa nenhuma, a Universidade de Tsingua construiu uma ponte de um concreto especial com uma mistura de concreto e fibra de polietileno formando compósitos com reologia estável.

Quem quiser mais informações é só consultar no seguinte link do site inovação tecnológica, o mais interessante é que o custo é 2/3 do custo de uma obra similar construída por um método convencional.

Como se pode ver, além de pousar satélites na face oculta da Lua os professores chineses da Universidade de Tsinghua da equipe do professor Xu Weiguo se dedicam a coisas mais prosaicas como construir obras de concreto com impressora 3D.

Por outro lado, a nossa burguesia empreendedora acha que vai num futuro próximo ter vantagens comparativas por não empregar os nossos impostos em pesquisa e desenvolvimento, levando as Universidades Públicas a serem vendidas a empresas picaretas de formação via EAD, e rebaixando os salários dos operários a miséria.

O que fica evidente que com a política de desmanche do ensino superior que será implementada por um picareta colombiano, e que a diminuição dos custos de produção através dos fins dos benefícios previdenciários, só servirá para formar uma legião de famélicos desempregados que não concorrerão com nada pois o mundo evolui muito mais rápido que podemos pensar.

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome