Erramos: Assis não é a segunda região mais afetada pelo coronavírus no País

Depois da Área Norte, no Amapá, é a Área Sudoeste, no mesmo estado, que concentra o maior número de casos de covid-19 por 100 mil habitantes

Na região de saúde que engloba a cidade de Assis, foram confirmados até o 20 de setembro um total de 11.781 casos e 245 óbitos. A média móvel de internações na região apresentou queda de 40% no intervalo de um mês, segundo dados da Secretaria de Saúde do Estado por meio de nota à redação.

***

Na média diária semanal, continua caindo a curva de novos casos e novos óbitos em nível nacional.

Goiás continua sendo o estado com maior aumento da média semanal em 14 dias; e o Rio de Janeiro o maior em aumento de óbitos.

Em números absolutos, São Paulo continua liderando.

No mapa dos aumentos de casos em 14 dias, apenas 2 estados em crescimento moderado, 12 estáveis, 10 em queda moderada e 3 em queda drástica.

No mapa dos óbitos, houve 2 estados com crescimento moderado, 12 estáveis, 10 em queda moderada e 3 em queda drástica.

Nas regiões geográficas, MInas Gerais, Paraná e estados do centro-oeste continuam resistindo.

Prossegue a queda lenta e gradual do total da população em regiões de saúde com mais de 20% de crescimento em 28 dias.

Entre as Regiões de Saúde, Santo Antônio de Jesus, na Bahia, teve a maior alta de casos em 28 dias.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora