Esvaziamento de Casa Civil coloca Onyx Lorenzoni na berlinda

Auxiliares veem demissão próxima; atual chefe da pasta foi aliado de Bolsonaro durante campanha eleitoral

O Presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil (via fotospublicas.com)

Jornal GGN – Auxiliares do Palácio do Planalto entendem que o recém-esvaziamento de funções na Casa Civil pode ser um indicativo da saída de Onyx Lorenzoni (DEM) do governo.

Nas primeiras horas desta quinta-feira, o presidente Jair Bolsonaro anunciou a transferência do PPI (Programa de Parceria de Investimentos) da Casa Civil para a Economia, o que esvazia e enfraquece a pasta comandada por Lorenzoni, que está em férias.

A decisão foi tomada dois dias após a demissão do número dois da pasta, Vicente Santini – que havia sido recontratado a pedido dos filhos de Bolsonaro após sua demissão inicial, por conta do uso de um voo da FAB (Força Aérea Brasileira) para voar de Davos, na Suíça, para Déli, na Índia.

Lorenzoni foi um dos aliados mais aguerridos de Bolsonaro durante a campanha eleitoral de 2018, e também atuou como coordenador no período de transição de governos. Após assumir a pasta da Casa Civil, em janeiro de 2019, seu poder diminuiu de forma gradual: em junho, Onyx perdeu a função de articulador político (atualmente nas mãos da Secretaria de Governo) e a SAJ (Subchefia de Assuntos Jurídicos), transferida para a Secretaria-Geral. Diante das mudanças, Lorenzoni deve antecipar seu retorno ao trabalho de segunda (3) para esta sexta-feira (31).

Segundo informações do jornal Folha de São Paulo, o caso Santini pode ser a justificativa que Bolsonaro precisava para realizar mudanças em sua equipe de ministros. A decisão havia sido adiada no fim de 2019, como forma de negar o noticiário da imprensa de que estava perto de trocar as chefias da Casa Civil e do Ministério da Educação.

Leia também:  Frederico II comandou exércitos e ele sabia das coisas..., por Fábio de Oliveira Ribeiro

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

3 comentários

  1. O pior é que a saída do lorenzetizoni (que é o caos democrático) só fará piorar a situação, pois, seu substituto será mais integralmente entreguista e fundamentalista e neofascista.

  2. Aqui no Rio Grande todo mundo conhece esse paspalho: é um incompetente, incapaz, semi-analfabeto, cujo único mérito é culpa o PT por tudo. Se bobear esse imbecil é capaz de culpar o Lula pelo surto de coronavírus… E vai ter gente acreditando nele.

  3. Esse sujeito,anão político por definição,somente teve alguma influência quando era porta voz dos golpistas bancados pela mídia porca deste país.
    Mas que ninguém se engane.Gente como essa,que não vale nada,não tem escrúpulo e,se está lá é porque representa alguém de igual valor e que tem alguma influência.
    Não deverá cair se não interessar ao grupo que realmente manda no país mas,como tudo é possível,pode ser o início de um desembarque visando a “purificação” total do governo.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome