EUA: Da importância de fazer-se de perigosíssimo [Análise de Dmitry Orlov]

Serão os EUA, ainda, a maior potência mundial, em pleno controle sobre todo o planeta, ou esse momento histórico realmente já é passado? (…) Muitos garantem que estamos muito próximos de uma guerra mundial. Mas… “muito próximos” significaria exatamente o quê?

https://www.youtube.com/watch?v=Y04eICfHEbM&t=6s align:left

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A tolice da condenação do gesto de Dória

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome