GGN

Ex-assessora de Flávio Bolsonaro admite prática de ‘rachadinha’

Foto: Reprodução

Jornal GGN – Uma ex-assessora do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) confirmou o esquema de rachadinha praticado no gabinete do então deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, Luiza Souza Paes admitiu ter devolvido a maior parte de seu salário a Fabrício Queiroz, apontado como operador do esquema comandado pelo filho do presidente Jair Bolsonaro.

Em depoimento prestado em setembro, Luiza afirmou que repassou cerca de R$ 160 mil a Queiroz por meio de depósitos e entrega de dinheiro em espécie – sendo que o MP-RJ já havia identificado R$ 155,7 mil em repasses dela ao assessor do então deputado. O valor representa cerca de 90% do que ela recebeu. Ela só ficava com R$ 700 mensais, segundo relatou ao MP-RJ.

Luiza afirmou que ficou alocada no gabinete de Flávio Bolsonaro enquanto terminava o curso de Estatística – o estágio foi obtido por meio de um pedido a Queiroz, amigo de seu pai. Ela ficou um ano no gabinete de Bolsonaro, e depois ocupou postos na estrutura da Assembleia, como a TV Alerj e o Departamento de Planos e Orçamento.

O depoimento integra a denúncia oferecida nesta terça-feira (03/11) contra o senador por comandar uma organização criminosa para peculato, lavagem de dinheiro e apropriação indébita. Além de Queiroz e Bolsonaro, outras 15 pessoas foram indiciadas.

 

 

Leia Também
Flávio Bolsonaro passa feriado com passagem paga pelo Senado
Bolsonaro promoveu reunião entre advogadas de Flávio, GSI e Abin no Planalto
Ascendência de Flávio Bolsonaro sobre o pai começa a incomodar
Flávio Bolsonaro teria desviado verba pública para pagar advogado
Inquérito das rachadinhas contra Flávio se aproxima de Jair Bolsonaro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Sair da versão mobile