Ex-presidente Lula lembra Marielle em carta sobre a luta das mulheres

“Buscar justiça para Marielle e por todas as Marielles que incomodam por sua força, que incomodam por saber seu lugar e fazer questão de ocupa-lo, é um dever de todos nós”, diz o ex-presidente.

Jornal GGN – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva divulgou neste domingo (08/03) uma carta em homenagem à luta das mulheres, fazendo referência também ao assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), que completará dois anos nos próximos dias.

“Buscar justiça para Marielle e por todas as Marielles que incomodam por sua força, que incomodam por saber seu lugar e fazer questão de ocupa-lo, é um dever de todos nós”, diz o ex-presidente.

Confira a íntegra da carta abaixo:

 

Carta do Lula em homenagem à luta das mulheres

 

Hoje, milhões de mulheres vão às ruas em todo o mundo lutar por bandeiras de igualdade. Elas estão nas ruas por igualdade de direitos, de salário, de oportunidades e, sobretudo, pelo direito à própria existência.

Uma coisa tão cara como a vida é negada a uma mulher a cada 7 horas no Brasil. Uma mulher a cada 7 horas. Esse é o número de feminicídios em nosso País, onde, apenas em 2019, o machismo assassinou 1.314 mulheres, incentivado por um governo que naturaliza a violência.

Neste dia que nos convoca à reflexão e à luta, quero lembrar de uma mulher que há 725 dias teve a vida encerrada justamente por encarnar a luta e os ideais das mulheres que sonham com um mundo mais igual: Marielle Franco.

Buscar justiça para Marielle e por todas as Marielles que incomodam por sua força, que incomodam por saber seu lugar e fazer questão de ocupa-lo, é um dever de todos nós.

Leia também:  Do Banestado à Lava Jato: um dossiê sobre o passado de Sergio Moro

Eu me somo, ao lado de nosso partido que já levou uma mulher ao mais alto posto da República e é presidido por uma, na luta por um mundo onde as pessoas não sejam subjugadas por seu gênero. Em nossa busca permanente e inegociável por igualdade e justiça social.

 

Lula

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

  1. #SemNoção – O que a Antonia Pellegrino tem na cabeça, além de barulho de carroça? E tudo isso simplesmente na véspera do 8 de março.

    Leandro Fortes
    36 min ·
    É DE CAIR

    O cu da bunda!

    Duda Rothier
    9 h
    Antônia Pellegrino, escritora e roteirista premiada, esposa de Marcelo Freixo, mentor de Marielle Franco, convidou Zé Padilha para dirigir uma série sobre a vereadora, covardemente assassinada. Zé, o fdp que roteirizou e dirigiu “O Mecanismo”, aceitou o convite. A série será produzida pela Globo. Se tudo isso procede, não me resta outro sentimento que não seja de indignação e profunda tristeza. Marielle merecia, no mínimo, umA diretorA. No mínimo, uma diretora progressista. No mínimo, uma produtora independente para realizar a série. PADILHA, NÃO!!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome