Filha de general Villas Bôas tem cargo de 10 mil reais como assessora de Damares

Adriana Haas Villas Bôas é coordenadora-geral de Pessoas com Doenças Raras do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos

Por Lucas Rocha

Na Revista Fórum

Desde novembro de 2019, Adriana Haas Villas Bôas, filha do general Eduardo Villas Bôas, está lotada como assessora do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, comandado por Damares Alves, na Coordenadoria-geral de Pessoas com Doenças Raras. O ministério, em nota, não deixa claro se a bacharel em Direito frequenta suas dependências e se exerce sua função conforme exigência legal.

Segundo o Portal da Transparência, a filha do general – que também possui cargo no governo, como Assessor Especial do Gabinete de Segurança Institucional – está categorizada em uma função DAS 101.4. O Salário bruto recebido por ela é de R$ 10.373,30. O pai recebe R$ 13.623,39 na função DAS 102.5.

Em setembro, ela chegou a ser nomeada como coordenadora-geral do Conselho Nacional da Pessoa com Deficiência (CONADE), mas, dois meses depois, foi transladada para o gabinete da ministra.

O Diário Oficial da União do dia 7 de novembro de 2019 traz a mudança: “Nomear ADRIANA HAAS VILLAS BÔAS, para exercer o cargo de Coordenadora-Geral das Pessoas com Doenças Raras do Departamento de Gestão e Relações Interinstitucionais da Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência deste Ministério, código DAS 101.4, ficando exonerada do cargo que atualmente ocupa”.

Continue lendo na Fórum clicando aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  GGN Covid: sul e centro-oeste puxam os novos casos

17 comentários

  1. Ela deve ser altamente especializada na área. O pai é portador de doença rara, e ela pode desenvolver sua atividade em casa.
    E o cabideiro vai enchendo!

    13
  2. É só a ponta do enorme iceberg.
    Se a oposição não tiver preguiça encontrará várias Adrianas, esposas,amantes,sobrinhos etc,etc.

    12
  3. O pai e a filha ajudaram Bolsonaro a se eleger e arrumaram uma boquinha pra sugar recursos públicos. Porém, estão ganhando muito menos do que o filho do general Mourão que foi nomeado diretor no Banco do Brasil.
    Esses militares entreguistas… São tão íntegros, tão honestos, tão democratas e tão avessos à corrupção…

    12
  4. Quem pode, pode, quem não pode trabalha como escravos raros…
    raros, porque Brasil é único país do mundo onde o partido mais perseguido e odiado por esta elite dominante é o dos trabalhadores de verdade, PT

    brasileiro merece se lascar para custear estas capitanias hereditárias em pleno 2020

  5. Considerando o currículo da moça, ela apenas realizou estágios, mas nenhum trabalho efetivo desde 2010. Tem uma suposta ONG, e só.
    Quanto ao contexto, não surpreende que o Mau Militar fale e faça bobagens em frente às câmeras, escondendo este uso do Estado como coisa de família pelos seus.

    • Alguém bem que poderia disponibilizar a lista com os nomes de milicos e apaniguados no governo federal. Ia ser bastante esclarecedor.

  6. O general é aquele que, descumprindo as suas atribuições constitucionais, ameaçou o Supremo Tribunal se esse CUMPRISSE A CONSTITUIÇÃO e libertasse Lula. Gente fina.

  7. Nietzsche dizia, sobre o Romantismo (movimento lirerário-político que enaltace o nacionalismo militar e culminou, na Alemanhã, em Hitler): “O romantismo é uma degenerescêcia fisiológica.”

    O cômico-trágico da realidade à brasileira…

  8. “Asseguro ao General Villas Boas que a Nação Brasileira julga compartilhar o anseio de todas as pessoas de bem de repúdio à falta de meritocracia no preenchimento de cargos publicos”.

    O discurso abaixo trabscrito não tinha estofo, era oco com o cérebro do Molusco que o redigiu:

    “Asseguro à Nação que o Exército Brasileiro julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição, à paz social e à democracia, bem como se mantém atento às suas missões institucionais”.

    Retórica, cortina de fumaça para esconder as próprias maracutaias

    Hipócrita

  9. O filho do Mourão está ganhando mais no Banco do Brasil. A disputa se acirrou.

    Aquela lambição toda em cima do Bolsonaro era para isso?

    Esses militares são uma vergonha para nosso país.

  10. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome