Filho adolescente de Bolsonaro reproduz pai: “só uma gripezinha”

O Covid-19, doença do novo coronavírus, já matou mais de 5 mil pessoas no Brasil e contagiou mais de 80 mil brasileiros

Foto: Ed Alves/D.A Press

Jornal GGN – O polêmico discurso de Jair Bolsonaro, que deu volta ao mundo por menosprezar o impacto da pandemia, foi reproduzido pelo filho número “04” do mandatário. Jair Renan Bolsonaro disse que o coronavírus “é só uma gripezinha”, “história da mídia”, “peguei, passou”.

O Covid-19, doença do novo coronavírus, já matou mais de 5 mil pessoas no Brasil e contagiou mais de 80 mil brasileiros até esta quinta-feira (30). A declaração do filho de Bolsonaro foi feita em vídeo compartilhado nas redes sociais.

“Vamos pra rua na pandemia, tá ok? Pô, que pandemia, malandro? Isso é história aí da mídia, pra trancar você em casa, achar que o mundo tá acabando. Pô, é só uma gripezinha, irmão, vai tomar no c…. Peguei, passou. Prefiro morrer tossindo que morrer transando” [sic].

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Jornalista e comentarista esportivo Fernando Vanucci morre aos 69 anos

5 comentários

  1. Prezados, parem de dar espaço para estes merdinhas. Esse asno 0n entao, nem sabe sobre o que está falando.
    Precisamos de seriedade e foco no combate a esta catástrofe que está lançando milhares de famílias no desespero, o que podemos dispensar é o diversionismo deste bando e familia ora aboletados em Brasília.
    Tem pessoas morendo, tem famílias sendo destruídas, há muito trabalho a ser feito, portanto parem de dar ouvidos ao guinchar deste bando de ratos.

    1
    1
  2. Calma, pessoal. De repente, ele apareceu, foi citado pelo pai. Importa não o que ele disse, mas o contexto.
    Por outro lado, o erro na frase (sic) é bastante interessante.
    Fascismo sem paranoia, problemas sexuais de qualquer tipo não é fascismo.

  3. “Prefiro morrer tossindo que morrer transando” [sic].
    É um asno a altura do pai.
    E não é burro novo não, é burro velho pois já é maior de idade e emancipado.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome