Flávio Bolsonaro repassou R$ 500 mil de fundo eleitoral a ex-assessor

Ex-assessor é sócio de escritório que passou a receber R$ 40 mil por mês para prestar serviços ao PSL do Rio de Janeiro

Jornal GGN – O PSL nacional contratou, em fevereiro de 2019, o escritório do advogado Victor Granado Alves – que hoje está envolvido no vazamento de informações da Polícia Federal para a família Bolsonaro – usando dinheiro de fundo público eleitoral.

Segundo reportagem da Folha desta terça (19), os 13 meses e meio de contrato renderam aos cofres públicos uma despesa de R$ 500 mil.

O escritório Granado Advogados Associados foi contratado para prestar “serviços jurídicos” ao diretório do PSL no Rio. Recebeu cerca de R$ 40 mil por mês do PSL nacional.

Victor apareceu na mídia neste semana, depois que o empresário Paulo Marinho revelou à jornalista Mônica Bergamo que, durante a eleição de 2018, Flávio recebeu informações privilegiadas de um delegado da Polícia Federal no Rio de Janeiro.

O agente antecipou informações sobre a Operação Furna da Onça, que viria a revelar um relatório do Coaf sobre as movimentações financeiras de Fabrício Queiroz. Victor acompanhou o encontro com o delegado.

Uma outra sócia do escritório, Mariana Teixeira Granado, é assessor de Flávio no Senado, com salário bruto de R$ 22,9 mil. Ela foi contratada em março de 2019, um mês depois que o PSL contratou a banca de advogacia.

O vazamento será investigado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

3 comentários

  1. Se investigarem quem está por trás de cada um deles, bem capaz de investigadores e delegados ficarem dando voltas ao redor de uma só pessoa…
    isso é coisa de quem sempre viveu dos sumidouros de dinheiro público, cresceu com isso, se elegeu

    enfim, melhor ferramenta de campanha para garantir votos dos seus iguais

  2. Interlocutor – Então o Lula é bandido mas o Aécio Neves, o Michel Temer, o Queiroz e o Flávio Bolsonaro, flagrados com a boca na botija, não são bandidos, né?

    Robominion – Porventura eles foram condenados??

    Interlocutor: Não, não foram mas Jesus Cristo foi condenado. A pessoa é bandida porque é condenada ou é condenada porque é bandida?

    Robominion: Claro que é bandida porque é condenada

    Interlocutor: Então Jesus Cristo era bandido, já que foi condenado. Confirmas?

    Robominion: Deixa de ser louco, no tempo de Jesus era diferente do tempo de hoje

    Interlocutor: Então no tempo de Jesus as pessoas eram condenadas porque eram bandidas mas na atualidade as pessoas são bandidas porque são condenadas?
    Então, de qualquer jeito, pela tua ótica, Jesus Cristo era bandido.

    Robominion: Naquele tempo a lei era muito falha, houve muitas injustiças e também houve algumas justiças.

    Interlocutor: Hoje em dia as leis não são falhas?

    Robominion: As vezes!

    O gado tá perdido

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome