Fogão Solar e prêmio Jovem Cientista

http://tribunadonorte.com.br/noticia/jovens-e-ja-cientistas-premiados/155257

Jovens e já cientistas premiados
Publicação: 27 de Julho de 2010 às 00:00

Amanhã dois vencedores do Prêmio Jovem Cientista vão apresentar, durante, 62ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), os projetos premiados, além de falarem sobre a continuaidade de suas pesquisas e de como essa conquista refletiu nas suas vidas acadêmicas.

Um dos vencedores é o potiguar Jarbas Batista Silva de Araújo, 20 anos, que em 2006 conseguiu o segundo lugar na categoria Estudante de Ensino Médio com o trabalho ‘Fogão Solar: uma Alternativa para Sustentabilidade da Biodiversidade’. No trabalho, ele encontrou uma solução de baixo custo e ecologicamente correta para auxiliar no preparo da merenda dos alunos da Escola Estadual Dom Nivaldo Monte, em Parnamirim.

“Na época, apenas uma parte dos alunos recebia merenda, pois os recursos não eram suficientes para oferecer o lanche a todos. Foi quando tive a ideia de fazer o fogão solar. Com o dinheiro da economia do gás, a direção da escola conseguiu comprar merenda para todos os alunos”, explicou Jarbas.

Atualmente, o fogão solar não está sendo utilizado porque precisa ser ampliado. Mas o jovem cientista já está estudando uma maneira de resolver o problema. “Como não pertenço mais a escola, existe uma certa burocracia, é preciso autorização da diretoria, mas já estamos vendo isso”, disse Jarbas, que foi o primeiro – e até agora único – potiguar a ganhar o prêmio PJC.

A ideia de Jarbas foi tão boa que uma empresa quis comprar o projeto do fogão solar, mas na época   não vendeu  porque ainda precisava fazer algumas alterações. Depois disso ninguém mais o procurou. “O projeto é comercial com certeza e o melhor, com baixo custo. Na época, o fogão custou cerca de R$80,00”, disse.

Além dele, a  mineira Terezinha Cristina da Costa Rocha,  26 anos, também vai apresentar o seu projeto vencedor. Ela foi contemplada com o primeiro lugar do Prêmio Jovem Cientista na categoria Estudante de Ensino Superior em 2008. Sua pesquisa foi “Dicionário Temático da Língua Brasileira de Sinais: A criação de Sinais Específicos da Filosofia”.

“A língua de sinais não alcançava todo o vocabulário da disciplina de Filosofia, que hoje é obrigatória, no currículo escolar. Hoje conseguimos suprir essa necessidade, pois o dicionário conta com 300 sinais que ‘interpretam’ o conteúdo da Filosofia”, disse Terezinha.

Ainda segundo ela, a reitoria da PUC Minas está em negociação com o MEC para que este material seja distribuido gratuitamente para todas as instituições de Ensino Médio e Superior do país.

Sobre a premiação

O Prêmio Jovem Cientista foi criado em 1981 e incentiva pesquisadores e estudantes brasileiros a buscarem soluções simples a problemas do dia a dia. Na XXIV edição, que será entregue em novembro deste ano no Palácio do Planalto, os jovens foram desafiados a pensar em alternativas que diminuam os impactos ambientais causados pelo uso de diferentes fontes de energia. A premiação é considerada a mais importante da América Latina e é tradicionalmente entregue pelo Presidente da República. São distribuídos prêmios que ultrapassam R$ 150 mil, incluindo um de R$ 35 mil à instituição de Ensino Superior que tiver o maior número de trabalhos inscritos com mérito científico.

Os vencedores também são contemplados com equipamentos de informática e bolsas de doutorado, mestrado, iniciação científica e iniciação científica júnior do CNPq. Cinco categorias participam: Graduado, Estudante do Ensino Superior, Estudante do Ensino Médio e Mérito Institucional. Quem está no Ensino Médio concorre com uma redação, produzida sob orientação de um professor.

Serviço:

O quê: Lançamento do XXV Prêmio Jovem Cientista na SBPC e roda de conversa da vice-presidente do CNPq com vencedores do PJC e do 7º Prêmio de Iniciação Científica
Quando: 28 de julho, às 10h30
Onde: Pavilhão A da Expo T&C – Palco
ExpoT&C Cultural, UFRN.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome