Fora de Pauta

O espaço para os temas livres e variados.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Presente de aniversário: jornal suíço chama Bolsonaro de idiota mais perigoso do mundo

5 comentários

  1. Onde detonará a primeira bomba?
    Onde detonará a primeira bomba?

    Está posto pela composição das provas coletadas pela justiça que o problema do desvio dinheiro atinge a todos os partidos detentores do poder. Mais surpreendente ainda é a constatação de que mesmo os partidos se alternando no poder, as empresas corruptas continuaram praticando a corrupção.

    Se a população muda os políticos, muda os partidos e tudo continua na mesma, estes dados inferem não um problema propriamente da estrutura política partidária, e sim algo ainda maior, uma falha de sistema.

    Estudos da Ciência Jurídica, da Ciência Política e da Sociologia indicam que quando há uma falha de sistema, apenas a repressão por parte da justiça não é suficiente para exercer o controle esperado.

    Se há uma falha no sistema só se corrige o problema com uma reforma ampla que corrija a própria estrutura, e além dela, que modifique o sistema.

    Seria uma mudança radical no “status quo” do modelo de representação. Então, essa mudança só se daria a partir de fora do próprio sistema. E, no Brasil, só há duas forças capazes de impor tais mudanças; as forças populares e a mídia.

    As forças populares pelo próprio anunciado de todas as democracias, estabelecido logo no início da Constituições Federais “todo poder emana do povo…”
    Por essa via, seria necessário que já houvesse uma organização, uma sistematização que tornasse possível convocar com sucesso grandes manifestações, não me parece que essa condição ocorra na atualidade. A segunda possibilidade, dentro dessa via, seriam ações reivindicatórias isoladas e violentas que ganhassem capilaridade até o ponto de formar manifestações de grande porte, forçando o sistema a se abrir e se modificar.

    A outra via seria através de uma campanha midiática diária e sistemática que forçasse a mudança. Essa forma de indução ocorreu recentemente duas vezes aqui do país e de forma bastante emblemática. A primeira foram os movimentos de 2013, quando a mídia conseguiu transformar as manifestações por melhoria de transportes do MPL, de esquerda, por uma série de ações organizadas de direita, tomando as bandeiras do MPL (Movimento Passe Livre) e entregando -as ao MBL (Movimento Brasil Livre). A outra ação de indução realizada pela mídia visou derrubar governo de Dilma para implantar o chamado “pacote de maldades de Temer”.

    Essa ação de indução pela mídia se torna praticamente impossível pelo próprio lado que a mídia optou por fazer parte, sendo ela a responsável pela formação deste sentimento de antipolítica da nossa população.

    Muitos, assim como eu, devem estar dizendo; pô, então não será possível fazer mudança.

    É exatamente nesse ponto que se forma uma catarse coletiva, que pode gerar os acontecimentos descritos na segunda possibilidade de ação das forças populares.

    Esse é o risco dos regimes rígidos, seja uma ditadura, oligarquia, um estado totalitário, qualquer outra forma que a afaste a população dos ditames do país. O sistema sabe disso, por isso se arma através da feitura de várias leis draconianas (algumas feitas inclusive nos governos do PT como a famigerada lei antiterrorismo); através da justiça leviatã, avessa ao garantismo e praticante do achismo (“não tenho provas, mas tenho convicções fortes”) e por um aparato policial violento que age acima das leis.

    Essas são situações encontradas em todo o mundo, nas suas devidas proporções.
    Há um nítido rompimento entre as populações e suas instituições que deveriam ser representativas. No desespero, estamos elegendo radicais que prometem messianicamente um mundo melhor, tal qual igualzinho a Trump e Bolsonaro, isso depois das tentativas de melhorias pela eleição de governos de centro-esquerda e pelo centro-direita.

    A história se repete. O que ocorrerá dependerá apenas da disposição da elite dominante. Ou o sistema se abre e cede para que ocorram avanços na democracia pela redistribuição de valores e riqueza como ocorreu nos EUA e Europa, em virtude dos movimentos da década de 50/60, ou o sistema, para se proteger dos movimentos que estão para explodir, se feche mais ainda, como ocorreu na França e desencadeou a revolução francesa.

    http://assisprocura.blogspot.com.br/2018/01/onde-detonara-primeira-bomba.html?m=0

  2. ”’Pesquisa realizada pelo

    ”’Pesquisa realizada pelo Instituto Alexandre Frota revelou que a popularidade do pênis de Michel Temer superou a do próprio presidente.

    “Todo dia acompanhamos a resiliência da bingola presidencial nos jornais. Algumas vezes, o drama vem com infográficos. Como se trata de problema de saúde, a população acabou amolecendo”, explicou Frota.”

    Renato Terra

    Sobe popularidade do pênis de Temer

    Pesquisa realizada pelo Instituto Alexandre Frota revelou que a popularidade do pênis de Michel Temer superou a do próprio presidente.

    “Todo dia acompanhamos a resiliência da bingola presidencial nos jornais. Algumas vezes, o drama vem com infográficos. Como se trata de problema de saúde, a população acabou amolecendo”, explicou Frota.

    Analistas políticos lembram que o membro presidencial não fica em evidência com tanta volúpia desde que Fernando Collor declarou ter “aquilo roxo”. “Não podemos descartar o calor libertino despertado pelo bigode de Sarney. Mas eram tempos em que os jovens eram mais reprimidos sexualmente”, lembrou Luiz Felipe Pondé.

    Segundo o médico urologista Miguel Srougi, que trata o presidente, Temer possui um organismo sui generis. “Seus órgãos vivem em constante negociação interna. Para produzir suco gástrico diariamente, por exemplo, seu estômago exigiu dois cargos comissionados no intestino delgado. Agora, o presidente teve a uretra obstruída por barricadas colocadas por enzimas insatisfeitas com a Reforma Urinária. Batizamos seu comportamento de fisiologia fisiológica”, explicou Srougi, que já havia operado Michel Temer em 2016 para a retirada de uma mesóclise que comprometia o funcionamento de seu rim esquerdo.

    Animado com a recuperação do chefe, Elsinho Mouco, o marqueteiro do governo, tentou convencer Michel Temer a aproveitar a alta popularidade e expôr sua genitália em nova campanha de comunicação pela aprovação da Reforma da Previdência. “Um pinto que continua trabalhando, não se aposentou”, seria o mote da campanha.

    Manifestantes inflaram um pingolim amarelo em frente à Fiesp para demonstrar apoio ao bilau do presidente. Foi batizado de Pichuleta. Romero Britto presenteou Temer com ilustração colorida de sua pimboca.

    No final da tarde, o PMDB negou os rumores de que o falo presidencial sairá candidato em 2018. Há quem diga que o veto tenha vindo de Sarney. A oposição, no entanto, já iniciou a campanha “Fora Pênis”.

    GUERRA FRÍGIDA

    Em novo e determinante capítulo da troca de ofensas ginasiais com Donald Trump, o ditador norte-coreano Kim Jong-un deu mais um passo importante: conseguiu enviar um tuíte capaz de atingir os Estados Unidos. 

  3. A Coreia do Norte lançou uma

    A Coreia do Norte lançou uma bomba e caiu ………na Coreia do Norte.

    Por pouco,muito pouco mesmo, não cai na cabeça do baixinho ditador que tem tudo grande—menos a inteligência.

    Nem vou dar crédito, porque  isso é notícia de todos  saites de credibilidade.

    Num dos muitos artigos que li sobre o assunto, um me chamou atenção:

      ”Troca de palavras GINASIANA””

    E estamos falando da maior potência mundial :

      ”GINASIANA”

     

  4. Vamos falar de coisas mais

    Vamos falar de coisas mais ”amenas”

    Ouvindo música e com a CNN ligada ,consegui enteder o seguinte:

     Um rim em Cingapura vale o dobro do preço que  nos E U A. 

      E,geralmente, o rim vem da América do Sul.

      Well, o meu fígado está a disposição por preço módico.-até pra estudo.

      Serve ?

  5. Lava Jato

    Ao invés de investigar o acordo lesa-pátria, na Petrobrás, Lava Jato investiga o filme de Lula!

    Diante dessa sangria de R$ 10 BI, na Petrobrás cujo acionista majoritário é a União. Dinheiro que daria para por em dia os salários atrasados dos funcionários públicos e pagar os salários dos policiais em greve no Rio Grande do Norte, a Lava Jato anuncia que vai investigar o Filme de Lula!

    Veja o vídeo desta matéria em: https://www.youtube.com/watch?v=IVjE7RGjwZ0

     

                                                                       

    Nunca é demais lembrar que a operação Lava Jato foi criada em março de 2014 para investigar a Petrobrás. Com vazamentos de delação criminosos para a Globo quase que diariamente a Operação ganhou notoriedade.

    A corrupção na Petrobrás não é nenhuma novidade, aliás, a novidade no Brasil é uma grande empresa ser investigada. E nenhuma foi como a Petrobrás.  

    A Globo por exemplo é mãe de todos os golpes, corrupta, sonegadora, foi denunciada pela justiça americana e nunca investigada pela justiça brasileira (2). Com certeza se a justiça americana decretar a prisão do Marinhos da Globo a justiça brasileira manda soltar na hora.

    E a lava Jato passou  um pente fino na Petrobrás na gestão do PT. “Prendeu”, diretores, gerentes, confiscou bens etc.

    Digo que “prendeu” por que os principais corruptos estão pagando suas penas em casa verdadeiro clube de lazer construído com dinheiro da corrupção:

    “Paulo Roberto, Nestor Cerveró e Fernando Baiano usufruem a vida que muitos trabalhadores não podem ter nem sequer em um final de semana. Estão em prisões domiciliares paradisíacas, em mansões com piscinas, restaurantes, quadras e próximas a praias. Uma reclusão que lembra férias” (1). Alberto Youssef foi condenado a 82 anos e estão pagando pena em casa. Paulo Roberto Costa foi condenado a 39 anos e cinco meses e está em pagando pena em casa.

    A Lava Jato criou essa regra o ladrão colabora com a justiça na delação premiada.  Denunciam quem quer, e dizem que a prioridade na Lava Jato é denunciar o PT. O ladrão ganha diminuição da pena e em muitos casos, prisão domiciliar como é o caso de Alberto Youssef, Fernando Baiano e Paulo Roberto Costa e o denunciado fica preso, como é o caso de Vaccari Neto tesoureiro do PT. Aliás, apesar dos envolvimentos de vários partidos como PMDB, PSDB, PP, etc, nos escândalos da Lava Jato, só o tesoureiro do PT está preso.  

    A sociedade começou a entender o porque de tantas prisões domiciliares na Lava Jato a partir da denuncia feita pelo advogado da Odebrechet, Rodrigo Tacla Duran que em entrevista a jornalista, Monica Bergamo da Folha, disse que foi procurado pelo advogado, Carlos Zucoloto Junior, compadre de Moro, e ex sócio de Rosangela Moro, falando em nome da Lava Jato lhe pediu US$ 5 milhões “por fora” para celebrar acordo de delação premiada pela qual ele, Duran, teria a tal prisão domestica e a Odebrechet teria um perdão da multa num montante de US$ 10 milhões (3).

    Esses valores somados equivalem a metade do valor contido nas malas do Geddel Vieira que escandalizou a sociedade brasileira. Lembrando que a Lava Jato já realizou 50 acordos de delação premiada (4).       

    Mas a Lava Jato que jogou pesado na gestão do PT na Petrobrás faz vista grossa a corrupção dos tucanos, ou melhor vira cumplice do tucanos. Digo isso por que enquanto funcionário da Petrobrás e dirigente sindical, formalizei denuncia no MPF em novembro de 2016, citando a omissão da Lava Jato em relação a gestão criminosa dos tucanos, FHC e Pedro lalau Parente e até hoje nenhuma resposta. Veja a denuncia na integra (5).

    Chamo de Pedro lalau por que este senhor é réu desde 2001 em ação que versa sobre vendas de ativo quando deu um prejuízo de R$ 5 BI a Petrobrás (8).

    Ou melhor nesse espaço de tempo, em um ano, o MPF me intimou por duas vezes, a pedido do juiz Sergio Moro, por possíveis crimes contra a honra do funcionário publico, no caso o juiz Moro (6,7).  

    Mas o mais grave é que agora que Pedro lalau faz um acordo de R$ 10 BI, lesivo a Petrobras, com a justiça americana favorecendo aos acionistas estadunidenses e deixa de fora os investidores brasileiros. Aliás, se esse acordo prevalecer pelo terceiro ano os trabalhadores petroleiros ficarão sem PLR (lei 10.101/2000) , já que o balanço da companhia vai ser negativo.   

    Diante dessa sangria de R$ 10 BI, na Petrobrás cujo acionista majoritário é a União (10). Dinheiro que daria para por em dia os salários atrasados dos funcionários públicos e pagar os salários dos policiais em greve no Rio Grande do Norte, a Lava Jato anuncia que vai investigar o Filme de Lula! (9) 

     

      Fonte:  1 – http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/politica/2016/07/10/interna_politica,654284/delatores-cumprem-prisao-domiciliar-em-mansoes-e-coberturas.shtml

    2 – https://www.brasil247.com/pt/247/midiatech/327720/Exclusivo-Justi%C3%A7a-de-NY-mostra-o-caminho-da-propina-da-Globo.htm

    3 – http://www.jb.com.br/pais/noticias/2017/11/30/amigo-de-moro-pediu-dinheiro-por-fora-para-reduzir-multa-da-odebrecht-diz-tacla-duran/

    4 – https://noticias.uol.com.br/politica/listas/lava-jato-ja-teve-50-delacoes-premiadas-6-foram-aceitas-pelo-stf.htm

    5 – http://www.apn.org.br/w3/index.php/nacional/8685-petroleiro-protocola-denuncia-contra-operacao-lava-jato

    6 – http://www.viomundo.com.br/denuncias/moro-intima-petroleiro-por-possiveis-praticas-de-crime-contra-a-honra-de-servidor-publico-federal.html

    7 – http://emanuelcancella.blogspot.com.br/2017/12/mandado-de-citacao-e-intimacao-contra_6.html

    8 – http://www.redebrasilatual.com.br/blogs/helena/2016/06/presidentes-da-petrobras-e-do-bndes-sao-reus-em-acao-por-rombo-bilionario-9872.html

    9 – http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/lava-jato-investiga-lula-o-filho-do-brasil/

    10 – http://operamundi.uol.com.br/conteudo/geral/48640/acordo+da+petrobras+de+r+10+bi+com+investidores+dos+eua+atende+ao+deus+mercado+dizem+petroleiros.shtml

     

    Rio de Janeiro, 05 de janeiro de 2018. 

     Autor: Emanuel Cancella, OAB/RJ 75.300, ex-presidente do Sindipetro-RJ, fundador e ex- diretor do Comando Nacional dos Petroleiros, da FUP e fundador e coordenador da FNP , ex-diretor Sindical e Nacional do Dieese, sendo também autor do livro “A Outra Face de Sérgio Moro” que pode ser adquirido em: http://emanuelcancella.blogspot.com.br/2017/07/a-outra-face-de-sergio-moro-pontos-de.html.

    OBS.: Artigo enviado para possível publicação para o Globo, JB, o Dia, Folha, Estadão, Veja, Época entre outros órgãos de comunicação.

    (Esse relato pode ser reproduzido livremente)

    Meus endereços eletrônicos:

    http://emanuelcancella.blogspot.com.

    https://www.facebook.com/emanuelcancella.cancella

    https://twitter.com/ECancella

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome