Fora de Pauta

O espaço para os temas livres e variados.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Bolsonaro pode nomear PGR indicado pelo filho investigado no caso Queiroz

7 comentários

  1. COMO VENCER OS DRÁCULAS I Ou Palpites para a Esquerda II
    Tem coisa mais maravilhosa que ter estabilidade no emprego? Nós servidores públicos temos. Para nós, isso elimina um dos maiores terrores do Homem: o de ficar de repente na rua da amargura. Juntando a isso um belo salário, não é o paraíso? Minha empregada doméstica me contou que no ônibus que pega da periferia de Brasília para vir a minha casa diariamente, com frequência ouve expressões de admiração assim: “Seu patrão é servidoooor?” O que quer dizer mais ou menos isso: “nossa, seu patrão é cheio da grana”.
    Este texto é uma continuação de um texto anterior chamado “Palpites para a Esquerda I” onde nós dissemos que os Dráculas (os bilionários do mundo e seus Think Tanks liberais, o poder profundo do império americano com suas Agências CIA, NSA, etc., tendo como instrumento a mídia mundial, a Net, etc.) querem a acabar com qualquer pensamento de Esquerda e com solidariedade Social, e que estavam agindo a partir de quatro pontos:
    1) Acusar a Esquerda de ser a causa da degeneração dos costumes (Gênero, LGBT, aborto, etc.);
    2) Acusar a Esquerda de ser fonte de corrupção e de incompetência na gestão dos bens públicos;
    3) Acusar a Esquerda (Nos países pobres) de apoiar a bandidagem a partir da ação a favor dos Direitos Humanos;
    4) Acusar a Esquerda (Na Europa e Estados Unidos) de apoiar a invasão de imigrantes.
    Esse texto inicial está aqui https://jornalggn.com.br/seguranca-publica/palpites-para-a-esquerda-i/.
    Já escrevemos, em textos anteriores, sobre como a Esquerda brasileira deveria agir para se defender da acusação de apoiar bandidos e como a Esquerda europeia deveria agir para se defender da acusação de querer transformar a Europa num grande campo de refugiados. Ambas as acusações, gotejadas e inflamadas dia a dia pela grande mídia na cabeça do povo, geram um tremendo pânico, ódio e revolta contra a Esquerda. É coisa de profissional mesmo. Fabricadas nos laboratórios de psicologia de massas financiados pelos Dráculas.
    Hoje vamos abordar a acusação número 2 acima: a de que a Esquerda é corrupta e incompetente para a gestão dos bens públicos.
    Antes queria chamar a atenção para um fato curioso, que tomei conhecimento, com grande surpresa, através de minhas “fontes” (essas são meus pacientes na periferia de Brasília e os parentes da mulher de meu irmão, gente do interior, kkk): Nós, toda a Esquerda, nos debatemos contra a terceirização do trabalho. Mas, pasmem, grande parte desse povo está a favor, porque conseguiram inculcar na cabeça deles que, terceirizando, vai acabar funcionário público que ganha altos salários e vai sobrar muita vaga de emprego público com salário menor para eles, que nunca conseguiram nem conseguirão passar em concursos (muitos já tentaram passar e não conseguiram, o que gerou ressentimento e inveja).
    Liga-se os pontos e podemos nos lembrar daquelas campanhas infames contra o PT: de que aparelhava tudo, era uma organização criminosa que sugava o Estado. Derrubando o PT e a Esquerda, a mamata ia acabar para todos eles. Milhares foram para as ruas para combater essa “mamata”. Combater as mamatas dos petistas como o beiju que o ministro comprou com o cartão corporativo, etc. Claro, os laboratórios de psicologia de massas dos Dráculas identificaram bem esse ressentimento e essa inveja popular e montaram toda essa campanha. Uma campanha contra as mordomias dos “marajás”, associando-as à “corrupção da Esquerda”, à “riqueza do Lula”. Na cabeça do povo, não faz diferença se os “marajás” são concursados ou comissionados ou políticos eleitos. Os psicólogos dos Dráculas identificaram esse filão de revolta e trataram de faturar isso carimbando a culpa da “mamata” na Esquerda e a solução a terceirização, a privatização, a Direita, para extirpar toda essa “corrupção”.
    A Esquerda facilitou esse carimbo? Infelizmente, todo chavão, todo preconceito começa com alguma coisa que lhe dá suporte. De uma pequena verdade os laboratórios dos Dráculas podem construir uma mentira enorme.
    Vamos analisar as relações da Esquerda com o mundo corporativo do serviço público.
    Os concursos são importantes. Uma evolução burocrática. Como hoje em dia gostam de dizer, “uma conquista civilizatória”. Mas também tem seus problemas, como por exemplo os concursados Moro, Dallagnol, etc. que, investidos do poder do Estado, começam a usar desse poder para a perseguição dos desafetos.
    Vou contar nesse parágrafo uma experiência pessoal quase anedótica. Não faço isso para me gabar de ser bom concurseiro, mas para evidenciar um pouquinho como é a mística predominante entre os concurseiros. Me candidatei para um concurso no final de 1989 começo de 1990. Um órgão federal. Só vou dizer qual para nosso editor Nassif (o mesmo órgão em que sua irmã se aposentou, fomos colegas lá). Morava em São Paulo na época. Eram 82 vagas em São Paulo, para 28.000 candidatos. Os Uspianos e Unicampianos em peso. Para minha enorme surpresa fiquei em 2º lugar e, para efeitos práticos, terminei como 1º porque o primeiro lugar era um dono de cursinho preparatório, já servidor, que fazia concursos em série por motivo profissional. Então virei mito de um dia para o outro. A ponto de o 6º lugar, um uspiano, rapaz muito bom, que de tão inteligente parecia que tinha problema mental, se aproximou de mim e falou assim: Cara, tenho dois filhos, me preocupa demais a educação deles, a alimentação. Cê não quer me dar umas dicas? Aí eu ri muito, porque, se eu tivesse que falar alguma coisa, eu teria que dizer assim: Cara, eu nasci no Piauí e logo após meu nascimento meu pai se mudou para um lugarzinho no Maranhão, no fim do mundo. Meu maior sonho quando pequeno era conhecer pão. Lá não tinha padaria. A gente rezava “ o pão nosso de cada dia nos dai hoje…”, mas eu não sabia o que era pão. Comia, porém, muito beiju e cuscuz com leite, kkk. Quanto à educação, deixa pra lá, dá pra imaginar. Mas eu respondi para ele apenas isto: Você é um rapaz muito inteligente, vai saber educar muito bem seus filhos, vai poder escolher para eles as melhores escolas da maior e mais rica cidade do país, esquenta não!
    Vamos lembrar que, para que nós, os 82 aprovados estivéssemos ali, foi necessário eliminar 27.900 concorrentes, jovens também cheios de sonhos e desejos. Sem dúvidas, isso não acontece sem algum ressentimento.
    A mística predominante entre os concursados infelizmente é essa. A idolatria com quem soube marcar mais “X” acertados nas provas do concurso. Gente muito orgulhosa, que se acha merecedora de todas as benesses, “porque se matou estudando, para chegar aonde chegou”, o onipresente discurso da “meritocracia”. Nas redes sociais privadas dos órgãos públicos é incrível o número de manifestações de desprezo pelo sofrimento do povo em geral. Funcionários com ótimos salários, o magnífico direito da estabilidade, olharem com desdém para o povo que o sustenta, como se todo mundo fosse obrigado a se matar de estudar e passar em concurso, para ser considerado útil.
    O Presidente Lula aumentou MUITO nosso salário. Foi uma guinada extraordinária. Em todas as camadas do setor público. Os conscritos das forças armadas, por exemplo, ganhavam metade do salário mínimo na era FHC (metade do fajuto salário mínimo do FHC). Lula passou o salário deles para 1 mínimo (e 1 mínimo da era Lula).
    Mas por que parece que ninguém agradece? Por que todos tremem de ódio contra a “Esquerda”?
    Brasília elege 8 deputados federais para o Congresso Nacional. Toda eleição só conseguimos eleger um deputado de esquerda (a deputada Erika Kokai é a nossa eterna eleita). Na última eleição, Érika Kokai foi reeleita pelo PT. Os outros sete deputados, todos de direita e extrema direita. E a Érika Kokai é eleita sempre com a bandeira da defesa dos servidores públicos. Conclusão: a maioria dos servidores públicos não está nem aí para a Esquerda que luta por eles.
    Agora na reforma da Previdência, a Esquerda votou em peso a favor de reduzir a idade mínima de militares para 53 anos. Ora, a reforma é questionável em muitos pontos, mas quando ela quis aumentar a idade mínima dos militares ela acertou. A pobre Esquerda, entretanto, na ânsia de provocar uma derrota na reforma, votou a favor de um absurdo. Como, nas eleições, eles vão poder explicar que votaram para que militares se aposentem com 53 anos, enquanto o homem do povo só pode com 65? E isso virá à tona. As campanhas dos Dráculas vão aproveitar esse deslize.
    Policiais e militares votam em peso na Direita, no fascismo, porque eles querem carta branca para matar, e isso só o fascismo promete. O que a Esquerda ganhou tomando partido dessa gente? Voto? Nenhum. E ainda deu motivo para ser acusada de corporativista no futuro.
    Na Companhia de Esgoto de Brasília e na Terracap –é a imobiliária que administra os terrenos públicos do Distrito Federal- foram descobertos recentemente funcionários marajás, ganhando salários de 100 mil reais. Culpa de quem? Certamente a maior parte da culpa deve ser da Justiça, que deve ter autorizado isso, em algum processo aí no passado. Mas Brasília, nos últimos 25 anos teve dois governadores do PT, por que eles não se insurgiram contra isso, não denunciaram? Poderia até não ter funcionado, mas pegaria muito bem como marketing.
    Agnelo Queiroz, governador do Distrito Federal pelo PT há seis anos atrás, aceitou, após greves e pressões, que os “trabalhadores da saúde”, quer dizer, médicos, enfermeiros, psicólogos, etc. reduzissem a carga horária de 30 horas semanais (já uma excelente carga horária, muito favorável para esses funcionários) para 20 horas semanais. Hoje, em plena crise da saúde, o governador atual não se cansa de falar diante de todas as câmeras de TV que a culpa da crise é do PT, da Esquerda, do Agnelo, por essa redução aberrante, corporativa, da carga horária. Argumento facílimo de vender.
    Não dá assim a Esquerda bons motivo para ser difamada? Ser tachada de defensora das mordomias, de incompetente para a gestão da coisa pública? Fica fácil fabricar na cabeça do público a idéia de uma Esquerda defensora de mamatas. Por isso essa grande quantidade de gente defendendo terceirização, privatização. Odiando “esquerdopatas” que só querem mamatas. Muitos têm um grande medo do retorno do PT, porque assim vão voltar as “mamatas”.
    Não se trata de linchar os servidores públicos. Mas a Esquerda tem de ter cautela frente aos concursados. Deixar de trata-los romanticamente como “os trabalhadores”. A maior parte deles não gosta de Esquerda, eles gostam é de “meritocracia”. Esse negócio de “ajudar pobre que não quer se esforçar” não é com eles.
    Pequenos errinhos que parecem inocentes dão munição terrível para as campanhas dos Dráculas destruírem a Esquerda e a Solidariedade Social. Tomemos cuidado.
    E já nos estendemos demais. Vou tratar no próximo texto de como a Esquerda pode fazer uma guinada sensacional em direção ao lado certo de onde ela deve estar na luta de classes.

  2. Carta aberta aos espiritualistas e mediuns:

    Por Qual Razao Teorias Nascem em Arvores (e as arveres semos nozes)

    http://backreaction.blogspot.com/2019/08/the-problem-with-quantum-measurements.html

    5o paragrafo:
    “Quantum mechanics is today mostly taught in what is known as the Copenhagen Interpretation and it works as follows. Particles are described by a mathematical object called the “wave-function,” usually denoted Ψ (“Psi”). The wave-function is sometimes sharply peaked and looks much like a particle, sometimes it’s spread out and looks more like a wave. Ψ is basically the embodiment of particle-wave duality.”

    Lembrem se: psi ou wave function = vibracao, porem isso incorpora dualidade onda/particula.

    6o paragrafo:
    “The wave-function moves according to the Schrödinger equation. This equation is compatible with Einstein’s Special Relativity and it can be run both forward and backward in time. If I give you complete information about a system at any one time – ie, if I tell you the “state” of the system – you can use the Schrödinger equation to calculate the state at all earlier and all later times. This makes the Schrödinger equation what we call a “deterministic” equation.

    Psi “se move” de acordo com uma equacao “deterministica” que nao tem coordenada z!!!!! Isso nao tem nada a ver com a gente nem com nosso conhecimento empirico, mas finjam que nao notaram. Aqui, peco licensa para um chilique: primeiro, eh um ato simplesmente desgracante “querer saber” onde uma vibracao estaria a cada momento de seu navegar. ABSOLUTAMENTE desgracante. A onda vira forca esparsa ao “ser sabida”, se infecta com o observador, e vai encher o raio do saco do receptor. Segundo, eh perfeitamente desgracante nao se ter humildade tecnica. Terceiro, assumir que uma onda vai daqui pra la em termos lineares ignora que a primeiro derivativo lunatico eh gravidade/espaco/tempo, e que o alcance logaritmico do derivativo pode se aplicar pr qualquer um dos 3… portanto, a evolucao temporal ou espacial de uma vibracao nao eh necessariamente 123456789etc… ela pode tambem ser logaritmica –2 elevado a x OU 1 sobre 2 elevado a x, nao faz diferenca pra mim– e tambem pode ser Lunatica. Quarto, pela falta da coordenada z, o assunto “verbos” fica completamente de fora da conversa! Quinto, somos mais rapidos que a velocidade da Luz. (Fim do chilique.)

    (A continuar)

  3. 7o paragrafo:
    “But the Schrödinger equation alone does not predict what we observe. If you use only the Schrödinger equation to calculate what happens when a particle interacts with a detector, you find that the two undergo a process called “decoherence.” Decoherence wipes out quantum-typical behavior, like dead-and-alive cats and such. What you have left then is a probability distribution for a measurement outcome (what is known as a “mixed state”). You have, say, a 50% chance that the particle hits the left side of the screen. And this, importantly, is not a prediction for a collection of particles or repeated measurements. We are talking about one measurement on one particle.”

    Ah, vira forca esparsa? Que novidade. Note se a “distribuicao de probabiliddes” sem coordenada z, sem angulo temporal, sem lado esquerdo ou direito pre-definido aa fonte emissora! Literalmente a vibracao veio das “pedras” ou elementos. E isso eh somente UMA vibracao!

    8o paragrafo:
    “The moment you measure the particle, however, you know with 100% probability where it is. This sudden jump of the probability is often referred to as the “collapse” of the wave-function and the Schrödinger equation does not predict it. The Copenhagen Interpretation, therefore, requires an additional assumption called the “Measurement Postulate.” The Measurement Postulate tells you that the probability of whatever you have measured must be updated to 100%.”

    No momento que voce recebe uma vibracao voce sabe onde A PARTICULA esta. Pera la, nao era uma onda antes?! Nao eh mais, o que implica que a “onda se colapsou” e ninguem sabe pra onde ela foi. Esse eh o maior problema explicativo da Fi$ica, 20 bilhoes de dolares o resolve facim facim… (Hossenfelder esta reclamando disso por anos a fio e tem todo meu suporte)

    Nesse meio tempo, eu, medium, recebo uma vibracao e sou inteiramente afetado por ela, por causa da “onda” qque magicmente “desapareceu”. Isso eh, a onda inteirinha, que se apresenta como “particula” ate mesmo ora mim, ja me afetou no que podia e na mensagem que trazia. Volto ao que eu falei outro dia entao: uma vez que uma onda se torna particula detectada, eh certeza absoluta que o resto da onda ja entrou em Logical OR comigo, isso eh, com o meu campo Higgs como o defini 8 anos atraz. Ate mesmo os para-efeitos temporais lunaticos ja estao no meu “campo Higgs” e se vao manifestar quando cairem na linha do meu presente.

    Eu nao sou UM verbo, se a particula me atinge em UM verbo ela se passa diretamente pra minha totalidade. Que nao te eh acessivel. Nem a ninguem mais. Entao…

    Quando voce vibra em mim, no que eh que voce esta vibrando??????

    Resposta: em verbos individuais. Voce NAO se “lembra” de Ivan Moraes; voce acessa um evento temporal –“ah, aquele cara que assaltou o banco”– ou caracteristica fisica minha –“aquele com a verruga no nariz”– sem no entanto notar que me esta acessando atravez da primeira ou milesima vez que viu minha verruga. Isso eh, voce nao tem maneira de acessar enderecamento de pensamento a mim sem acessar em sua propria linha temporal verbos que me definem naquele momento.

    Eh minha conclusao que minhas memorias NAO estao guardadas na minha cabeca. So os metodos quanticos de as acessar estao gravados em mim ou voce: essa eh a razao que voce so tem acesso a meus verbos individuais mas nao a mim… pois se tivesse acesso a mim, seria telepata e nao proto telepata, nao eh claro?

    (a continuar)

    • Ainda no 8o paragrafo, duas ultimas sentencas: o postulado esta 50 por cento errado e so 25 por cento dele tem 100 por cento de chance de estar certo (kkkk). Ou quase coisa assim… kkkkkkkk…

      Primeiro, notemos a indefinicao. Ate agora so falamos de possibilidades e subita e repentinamente somos acertados no meio da testa com uma “certeza probabilistica” de 100 por cento!!!!! De onde essa merda saiu mesmo????? Isso concorda com nossa lingua, gente?????

      Eh uma merda, viu? Passamos de possibilidade pra probabilidade sem uminha pedra no caminho. Eh como se voce transplantasse seu braco direito ao lugar da perna esquerda e dissesse “hei, mamae, olhe aqui como eu estou certinho”!!! E se a conta quer dizer que a linha temporal passado-futuro (ou vice versa) foi subitamente encontrada eu ate entenderia, ja que nessa linha especifica possibilidade e probabilidade ja se tornaram passado. De outra maneira… possibilidade vai permanecer aa direita e probabilidade vai permanecer aa esquerda: nao eh por isso que seu corpo tem 2 lados? Nao eh por isso que so metade das nossas percepcoes sao as de possibilidade e as outras sao de probabilidade? Os espiritas tiveram mais de 15 anos pra achar defeitos na minha tchiuria verbal: acharam?

      (dificil escrever nessa mirdinha, a continuar… e ainda nem cheguei a assunto nenhum!)

    • 9o paragrafo:
      “The moment you measure the particle, however, you know with 100% probability what you have got; in our example you now know which side of the screen the particle is. This sudden jump of the probability is often referred to as the “collapse” of the wave-function and the Schrödinger equation does not predict it. The Copenhagen Interpretation, therefore, requires an additional assumption called the “Measurement Postulate.” The Measurement Postulate tells you that the probability of whatever you have measured must be updated to 100%.”

      Corrigindo a primeira sentenca: Quando voce primeiramente “mede uma particula” (recebe a vibracao) sua unica certeza absoluta eh que ela eh probabilidade OU possibilidade. Confundir a definicao da ciencia com a gente eh igual partir seu cerebro no meio ate o coccyx e dizer que o lado esquerdo ou direito sao “100%” de voce: nao sao.

      Um detour, ainda no blog da Sabine algumas semanas atraz em deslumbrante logica: se voce morder uma macan e descobrir um bicho decepado nela, voce vai concluir obviamente que engoliu a cabeca do bicho. Se tiver 25% do bicho desaparecido, evidentemente voce engoliu 25% do bicho. Se tiver METADE faltando, vomite, voce engoliu metade do bicho! Etc etc etc, a matematica te prova que se voce morder uma macan e nao ver bicho nenhum eh uma certeza absoluta que voce o engoliu inteiro.

      So que o bicho pode nunca ter existido e voce so comeu macan mesmo!

      Eh o caso aqui: possibilidade nao eh, nem pode ser, probabilidade, e quando uma vira a outra voce fez um erro logico mas nao matematico. Possibilidade e probabilidade so se confundem na perfeita linha passado/futuro, e isso eh excessao verbal pois eh uma certeza absoluta que se se confundissem,aquele futuro especifico aconteceria e toda vez que voce comer uma macan e nao achar bicho voce o engoliu por inteiro… o que esta obviamente errado!

      (tem tanto chao pra cobrir ainda que nao sei se vou terninar… a continuar…)

      (nem cheguei a assunto nenhum ainda, e eu vou te MOSTRAR que teorias literalmente crescem em arvores.)

  4. Eduardo, o que aconteceu com as duas ultimas lives, e meu comentario no YT:

    https://m.youtube.com/watch?v=RKoM-elNUBY

    TORPEDO, EDUARDO!!! POR FAVOR ME ESCUTE!!!

    Tentei avisar varias vezes em publico que alguma coisa estava muito errada com o listenarabic.com atravez dos anos, ninguem queria ouvir. O app deles funcionava SOMENTE na primeira vez que voce o baixava, depois parava de funcionar “no seu computador”. Era TORPEDO. Ou o app ja saia da “loja” com o torpedo ou TODOS OS DOWNLOADS eram torpedeados depois de baixar o app. Isso implica que companias como o listenarabic.com (que ja nao existe, como poderia?) podem ser torpedeados antes de sairem da store ou, pior, que os torpedos sao lancados DEPOIS DO DOWNLOAD, o que implica acesso direto aas informacoes de quem faz download de qualquer coisa. Direto da store, ou, no caso, direto do youtube.

    Voce esta sendo atingido por TORPEDOS.

  5. 9o paragrafo:
    “Now, the collapse together with the Schrödinger equation describes what we observe. But the detector is of course also made of particles and therefore itself obeys the Schrödinger equation. So if quantum mechanics is fundamental, we should be able to calculate what happens during measurement using the Schrödinger equation alone. We should not need a second postulate.”

    Tanto erro logico, tao pouco tempo… primeira sentenca: o “colapso” que ja esta no MEU campo MAIS uma equacao deterministica que prova que a foi ate b… descreve o que voce NAO viu nem observou.
    “Sou feito de particulas e obedeco a lei de Schroddinger!!! Nope,
    Terceira sentenca: mechanica quantica so pode ser “fundamental” se descrever um processo atravez do tempo, de acordo com sua propria fundacao. Ela nao descreve alem de tempo sequencial, que eu nao vivo. Portanto, eu como o detector nao tenho obrigacao de obedecer essa equacao.

    (Tento terminar amanha e depois; entre outras, tenho que voltar a cobrir assuntos de 8, 10, 15 anos atraz. Nao o vou fazer. Nao vai acontecer.)

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome