9 comentários

  1. Ao impedir o menino Carluxo de sair do armário o Bozo causa um grande mal a esse guri que, a cada dia vai ficando cada vez mais retardado.
    Se tivesse um mínimo de raciocínio, ao invés de postar o vídeo de um leão sendo atacado das por hienas, poderia postar o que os leões fazem com os filhotes das hienas, dos servos, dos gnus, das zebras, das girafas etc.

  2. De acordo com a Colunista Mônica Bergamo, da Folha de Sampa:

    “Quem atenta contra a vida, portanto, não seria beneficiado por eventual mudança que defina que uma pessoa só pode ser presa depois do esgotamento de todos os seus recursos em tribunais. Eles já seriam detidos em primeira instância.”

    A prisão de homicida antes do trânsito em julgado da sentença penal condenatória é processual ou penal? Em outras palavras, a prisão de assassino antes do trânsito em julgado da sentença criminal condenatória é execução provisória da pena ou prisão processual?

  3. Quando a Presidência da República vira o caso de polícia é mais provável a queda do presidente e não golpe.
    .
    Muito jornalistas que fazem comentários do dia a dia e terminam não entendendo a dinâmica da história e levantando coisas que não são nada simples como o início de uma ditadura.
    Ao se ler a história da chegada ao poder de Mussolini na Itália como a de Hitler na Alemanha, sem contar com o golpe em 1964, pode se verificar que nos três casos citados não houve um golpe logo na entrada dos dois ditadores como primeiro ministro ao poder, ou no caso brasileiro precisou quatro anos para o fechamento definitivo em 1968. Já escrevi há muito tempo, golpe não se improvisa e são necessárias condições claras de apoio de alguma massa como os camisas negras no caso da Itália, os camisas marrons no caso da Alemanha e de amplo apoio das forças armadas no caso do Brasil.
    Qual é a situação de Bolsonaro nos dias de hoje, ele não tem a simpatia do generalato, que já conseguiu o seu aumento, perde força por completo nas patentes mais baixas e importante que ninguém se dá conta. Os estados da União que tem maiores forças policiais os dois governadores não são aliados ao presidente pois tem seus próprios projetos de poder. Além do apoio armado tem outro fator que todos esquecem, a burguesia brasileira que detêm o poder prefere neste momento uma figura como Maia do que Bolsonaro, pois este saberá ouvir as lamúrias dos capitalistas que estão vendo que com Guedes a “Vaca vai para o Brejo”.
    Começam a surgir rumores que a polícia vai investigar isto ou aquilo sobre o caso Marielle, e quando surgem estes rumores é claro que a polícia já investigou e tem o caminho já traçado.
    Vamos relembrar o caso da tentativa de golpe com o caso da Rua Tonelero, o outrora poderoso Getúlio Vargas estava totalmente abatido e não sobrou o golpe de mestre que ele fez com sua vida, barrou tudo colocando o povo na rua e reativando a sua base de apoio que era real e que estava acuada. Bolsonaro não fará nada do mesmo tipo, por preservar a sua vida e por não ter um estrategista ao seu lado, tendo somente um bando de idiotas que não se sustentam por si mesmo.
    O cenário está totalmente criado para uma derrubada do governo, o que falta é saber o momento certo, que parece se aproximar cada vez mais rápido e para mostrar a inabilidade dos “estrategistas” da presidência a viagem daquele que ocupa pelo momento a cadeira da presidência da república deveria saber que em crises não se faz grandes viagens.
    A situação para a derrubada de Bolsonaro é 99% mais favorável do o 1% da capacidade do mesmo dar um autogolpe, pois os gritos e protestos dos representantes das baixas patentes das forças armadas, mostram que não será com alguns generais caquéticos que haverá mobilização de tropas para fazer coisas que se faz em todo o golpe, fechamento do congresso, STF e demais instituições que legalmente tem capacidade de confrontar uma presidência já debilitada.
    Além de todo este cenário desfavorável há ainda o número excessivo de pessoas que já estão pensando no cargo da presidência da República, ou seja, se eles fizerem alguma aliança por debaixo dos panos o fim do governo Bolsonaro já está selado.

  4. Quando a Presidência da República vira o caso de polícia é mais provável a queda do presidente e não golpe.
    Muito jornalistas que fazem comentários do dia a dia e terminam não entendendo a dinâmica da história e levantando coisas que não são nada simples como o início de uma ditadura.
    Ao se ler a história da chegada ao poder de Mussolini na Itália como a de Hitler na Alemanha, sem contar com o golpe em 1964, pode se verificar que nos três casos citados não houve um golpe logo na entrada dos dois ditadores como primeiro ministro ao poder, ou no caso brasileiro precisou quatro anos para o fechamento definitivo em 1968. Já escrevi há muito tempo, golpe não se improvisa e são necessárias condições claras de apoio de alguma massa como os camisas negras no caso da Itália, os camisas marrons no caso da Alemanha e de amplo apoio das forças armadas no caso do Brasil.
    Qual é a situação de Bolsonaro nos dias de hoje, ele não tem a simpatia do generalato, que já conseguiu o seu aumento, perde força por completo nas patentes mais baixas e importante que ninguém se dá conta. Os estados da União que tem maiores forças policiais os dois governadores não são aliados ao presidente pois tem seus próprios projetos de poder. Além do apoio armado tem outro fator que todos esquecem, a burguesia brasileira que detêm o poder prefere neste momento uma figura como Maia do que Bolsonaro, pois este saberá ouvir as lamúrias dos capitalistas que estão vendo que com Guedes a “Vaca vai para o Brejo”.
    Começam a surgir rumores que a polícia vai investigar isto ou aquilo sobre o caso Marielle, e quando surgem estes rumores é claro que a polícia já investigou e tem o caminho já traçado.
    Vamos relembrar o caso da tentativa de golpe com o caso da Rua Tonelero, o outrora poderoso Getúlio Vargas estava totalmente abatido e não sobrou o golpe de mestre que ele fez com sua vida, barrou tudo colocando o povo na rua e reativando a sua base de apoio que era real e que estava acuada. Bolsonaro não fará nada do mesmo tipo, por preservar a sua vida e por não ter um estrategista ao seu lado, tendo somente um bando de idiotas que não se sustentam por si mesmo.
    O cenário está totalmente criado para uma derrubada do governo, o que falta é saber o momento certo, que parece se aproximar cada vez mais rápido e para mostrar a inabilidade dos “estrategistas” da presidência a viagem daquele que ocupa pelo momento a cadeira da presidência da república deveria saber que em crises não se faz grandes viagens.
    A situação para a derrubada de Bolsonaro é 99% mais favorável do o 1% da capacidade do mesmo dar um autogolpe, pois os gritos e protestos dos representantes das baixas patentes das forças armadas, mostram que não será com alguns generais caquéticos que haverá mobilização de tropas para fazer coisas que se faz em todo o golpe, fechamento do congresso, STF e demais instituições que legalmente tem capacidade de confrontar uma presidência já debilitada.
    Além de todo este cenário desfavorável há ainda o número excessivo de pessoas que já estão pensando no cargo da presidência da República, ou seja, se eles fizerem alguma aliança por debaixo dos panos o fim do governo Bolsonaro já está selado.

  5. Através desta sugestão de pauta convidamos seu veiculo a participar
    deste movimento em prol da arte Luso Brasileira.

    Contamos com seu apoio e divulgação.

    Desde já gratos. Atenciosamente

    Equipe de divulgação e imprensa

    Projeto TRANSPASSE[S]

    [email protected];

    [email protected]

    tel 551144854873

    cel. (ws) 5511989914476

    [email protected]

    ws 11989914476

    imagens : site em construção

    https://www.facebook.com/TRANSPASSES/

    SUGESTÃO DE PAUTA:

    Projeto TRANSPASSE[S]

    Encontro Luso Brasileiro

    Destacados artistas brasileiros e portugueses recriam movimento cultural como
    resposta às dificuldades e angústias dos tempos atuais.

    A proposta do Projeto TRANSPASSE[S] é dar continuidade ao Intercâmbio Cultural

    Brasil-Portugal, iniciado na década de 1980.
    Naquela época, o intercâmbio contou com grandes artistas, como o português Júlio Resende

    e o pernambucano Sérgio Lemos, envolvendo vários outros conhecidos artista

    s tanto de Portugal quanto do Brasil.

    Uma importante exposição em São Paulo marca o reinício do movimento.

    De Pernambuco participarão os artistas

    Odilon Cavalcanti, Anna Guerra, Maurício Arraes, Roberto Botelho e Sérgio Lemos.

    De Portugal, Francisco Laranjo, Manoel Aguiar, Sobral Centeno e Zulmiro de Carvalho.

    As exposições já confirmadas são:

    São Paulo: de 21 de novembro a 20 de dezembro de 2019 – Galeria Glen Arte – Barueri.

    Maia – Portugal: abertura dia 07 de maio de 2020 – Galeria da Junta de Freguesia

    Recife: Abertura dia 10 de setembro de 2020 – Galeria do Museu de Arte do Estado de Pernambuco

    Transpasses, o movimento:

    A arte tem sido desde sempre, um dos mais iluminados faróis a indicar um porto seguro, toda vez que a humanidade se viu ameaçada pelas sombras da ignorância e do obscurantismo.
    As nuvens negras que pairam hoje sobre o Brasil, e em diversos lugares do mundo convocam os artistas a reagirem com seu talento, sua energia e sua criatividade para transpassar esse momento difícil da nossa história.
    É nesse contexto e com esse espírito, inspirados no documento inicial que une Brasil e Portugal, a carta de Pero Vaz de Caminha, que artistas de ambos os países iniciaram esse movimento. Para ultrapassar a calmaria que paralisa nossas naus e com os ventos fortes da nossa liberdade, chegarmos à terra firme.

    Atenciosamente

    Equipe de Divulgação TRANSPASSE[S]

    [email protected]

    [email protected]

    Participarão da primeira mostra os artistas pernambucanos:
    Anna Guerra – site: http://www.annaguerra.com
    Maurício Arraes – site: http://www.mauricioarraes.com.br
    Odilon Cavalcanti – site: http://www.odiloncavalcanti.art.br
    Roberto Botelho – Facebook: Roberto.Botelho (www.facebook.com/roberto.botelho.7796)
    Sérgio Lemos – facebook: sergiolemos (www.facebook.com/sergiolemosdiletieri/photos_albums)

    E os artistas convidados, os portugueses:
    Francisco Laranjo – site:www.franciscolaranjo.com
    Manoel Aguiar – Facebook: Manuel Casal Aguiar
    Sobral Centeno – Facebook: Sobral Centeno
    Zulmiro de Carvalho – Facebook: ZulmiroDeCarvalho

  6. A Editoria de Cultura
    Através desta sugestão de pauta convidamos seu veiculo a participar
    deste movimento em prol da arte Luso Brasileira.

    Contamos com seu apoio e divulgação.

    Desde já gratos. Atenciosamente
    Participarão da primeira mostra os artistas pernambucanos:
    Anna Guerra – site: http://www.annaguerra.com
    Maurício Arraes – site: http://www.mauricioarraes.com.br
    Odilon Cavalcanti – site: http://www.odiloncavalcanti.art.br
    Roberto Botelho – Facebook: Roberto.Botelho (www.facebook.com/roberto.botelho.7796)
    Sérgio Lemos – facebook: sergiolemos (www.facebook.com/sergiolemosdiletieri/photos_albums)

    E os artistas convidados, os portugueses:
    Francisco Laranjo – site:www.franciscolaranjo.com
    Manoel Aguiar – Facebook: Manuel Casal Aguiar
    Sobral Centeno – Facebook: Sobral Centeno
    Zulmiro de Carvalho – Facebook: ZulmiroDeCarvalho

    Equipe de divulgação e imprensa

    Projeto TRANSPASSE[S]

    [email protected];

    [email protected]

    tel 551144854873

    cel. (ws) 5511989914476

    [email protected]

    ws 11989914476

    imagens : site em construção

    https://www.facebook.com/TRANSPASSES/

    SUGESTÃO DE PAUTA:

    Projeto TRANSPASSE[S]

    Encontro Luso Brasileiro

    Destacados artistas brasileiros e portugueses recriam movimento cultural como
    resposta às dificuldades e angústias dos tempos atuais.

    A proposta do Projeto TRANSPASSE[S] é dar continuidade ao Intercâmbio Cultural

    Brasil-Portugal, iniciado na década de 1980.
    Naquela época, o intercâmbio contou com grandes artistas, como o português Júlio Resende

    e o pernambucano Sérgio Lemos, envolvendo vários outros conhecidos artista

    s tanto de Portugal quanto do Brasil.

    Uma importante exposição em São Paulo marca o reinício do movimento.

    De Pernambuco participarão os artistas

    Odilon Cavalcanti, Anna Guerra, Maurício Arraes, Roberto Botelho e Sérgio Lemos.

    De Portugal, Francisco Laranjo, Manoel Aguiar, Sobral Centeno e Zulmiro de Carvalho.

    As exposições já confirmadas são:

    São Paulo: de 21 de novembro a 20 de dezembro de 2019 – Galeria Glen Arte – Barueri.

    Maia – Portugal: abertura dia 07 de maio de 2020 – Galeria da Junta de Freguesia

    Recife: Abertura dia 10 de setembro de 2020 – Galeria do Museu de Arte do Estado de Pernambuco

    Transpasses, o movimento:

    A arte tem sido desde sempre, um dos mais iluminados faróis a indicar um porto seguro, toda vez que a humanidade se viu ameaçada pelas sombras da ignorância e do obscurantismo.
    As nuvens negras que pairam hoje sobre o Brasil, e em diversos lugares do mundo convocam os artistas a reagirem com seu talento, sua energia e sua criatividade para transpassar esse momento difícil da nossa história.
    É nesse contexto e com esse espírito, inspirados no documento inicial que une Brasil e Portugal, a carta de Pero Vaz de Caminha, que artistas de ambos os países iniciaram esse movimento. Para ultrapassar a calmaria que paralisa nossas naus e com os ventos fortes da nossa liberdade, chegarmos à terra firme.

    Atenciosamente

    Equipe de Divulgação TRANSPASSE[S]

    [email protected]

    [email protected]

  7. Nassif, sabe-se que a Nigeria assim como o Brasil teve destituicao abusiva do presidente, tal qual no Brasil e, na sequencia, as petroleiras se apderaram do pre sal e do fundo soberano do presal e, agora, o ponto em que reside minha duvida: o que as petroleiraa ganham transformando o mar e as praias num esgoto de petroleo a ceu aberto ? É que a Nigegria foi transformada num esgoto de petroleo a ceu aberto e, como se a descoberta do pre sal deixe de ser bilhete premiado como disse Lula ao desvobrir o pre sal, o Brasil teve a desgraça de ter descoberto o pre sal, pois isso despertou o olho grande das petroleiras. Socorro!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome