Fora de Pauta

O espaço para os temas livres e variados. Podem ser colocados aqui os vídeos e as notícias em geral. Deixe sua dica nos comentários.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Manchetes dos jornais dos EUA

16 comentários

  1. NOTAS DE 200 reais: sugestões para o capetão Bolsonaro e sua sinistra quadrilha

    Deixem para lançar a cédula de R$ 200,00 no final do mês de outubro próximo quando então o número de mortos pelo coronavírus estará na casa dos 200 mil.

    A cédula de 200 reais deverá conter a assinatura dos quatro cavaleiros do apocalipse, aqueles que lançaram o BraZil nessa merda em que ele se encontra hoje: Fabrício Queiroz (o homem do RACHADÃO da Familícia), Paulo Guedes (o banqueiro dos banqueiros), General Pazuello (que jura ser ministro/sinistro da saúde) e a dele, sim, dele, a do “adorável” capetão corona. A assinatura desse último deverá ficar ao lado da gravura de um jet sky.

    E para facilitar as transações entre Queiroz e a familícia, as notas de 200 deverão ser mais leves e do mesmo tamanho das notas de 100 reais, mas com as cores verde e amarela da bandeira braZileira (cuidado para não confundir com as cores da bandeira de Israel).

    O reverso da nota de 200 deverá ser quase totalmente ocupado por uma gravura da Floresta Amazônica em chamas com um bocado de corpos indígenas, em brasa viva, espalhados pelo descampado. Mas deixem um lugarzinho para uma gravura da nova bandeira braZileira, cujo lema de agora em diante será MORTE E PROGRESSO.

    Convidados para o lançamento da nota de 200:
    Convidem o Trump, mesmo que ele não seja reeleito. Façam uma relação caprichada com o nome dos maiores bandidos, genocidas e criminosos da presente década e reservem lugares para eles na tribuna de honra ao lado de Bolsonaro.

    Mas não convidem ninguém da China. Lembrem-se: nós somos subservientes até o olho do cu aos Estados Unidos e não há injeção de ozone no fiofó que nos salve.

  2. Por que não compreendemos e enaltecemos Rojava?
    Há claro uma incompreensão sobre as questões culturais seculares. Mas, sobretudo, o campo esquerda/progressista é incapaz de entender o mundo sem estruturas de autoridade hierarquizadas e compartimentalizadas e baseadas em relativismo moral, e portanto não entendem que qualquer projeto de Estado de Direito, seja Direita ou Esquerda, é inerentemente um projeto de autoritarismo pela natureza descrita, e sendo assim, por dedução lógica, é impossível criar ordem a partir de premissas esquerda/direita. A esquerda/progressista é incapaz de entender a liberdade verdadeira e portanto ignora (é ignorante) sobre como de fato resolver os problemas que diz querer resolver. Em todos os textos tentam sempre analisar qualquer esforço anti-sistema a luz de princípios revolucionários socialistas/comunistas. Por ignorar o conceito de voluntariado, ou anarquia faz um desserviço a todos. Os poucos textos no Brasil e aqui no GGN que falam da revolução de rojava, no máximo a comparam a espanha republicana pré-segunda guerra, sem refletir com maior profundidade o que torna esses movimentos únicos. Movimentos por voluntariado e liberdade (anarquistas) são historicamente infiltrados e desmantelados pelos comunistas ou socialistas – para instituir hierarquias, autoridade, o monopólio de poucos sobre muitos, exatamente a mesma coisa que criticamos do capitalismo. Marx na primeira internacional expulsou os anarquistas. Na espanha, a infiltração de esquerda fez com que a anarquia seja transmutada em variantes comunistas denominadas anarco-sindicalismo e anarco-comunismo. O Comunismo e capitalismo são inerentemente organizações de conivência, polos opostos da mesma natureza. Nenhum dos dois jamais levarão a ordem, só podem promover o caos.

  3. No UOL:

    Cesar Maia é condenado pelo TJ do Rio por improbidade administrativa

    (ele é pai de Rodrigo Maia)

  4. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome