Fraude: General Heleno aparece em sistema para receber R$ 600

A Dataprev identificou o pedido falso no nome de Heleno, feito em 7 de abril. O benefício foi negado

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – O jornalista Guilherme Amado revelou na revista Época, nesta terça (19), que o nome do general Heleno também foi envolvido em tentativa de fraude no sistema que faz cadastro de brasileiros que precisam receber os R$ 600,00 de auxílio emergencial na pandemia de coronavírus.

A Dataprev identificou o pedido falso no nome de Heleno, feito em 7 de abril. “(…) o benefício foi vetado lá porque, claro, se constatou que Heleno tem emprego, renda familiar acima do exigido e é um agente público”, escreveu Amado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Tacla Duran revela pagamento a "sócio de Rosângela Moro" para "não ser preso na Lava Jato"

5 comentários

  1. Nassif: tem certeza que o pedido é falso? Pode ter sido distração de um ajudante-de-ordens, de um secretário menos zeloso no mister. Mas “falso” tem implicações distintas, num tipo de pedido como este, que o texto não explica.

  2. Depois que o experiente militar e responsável pelo serviço de investigação brasileiro, fez a lambança de divulgar seus dados e números de documentos na foto do exame do coronavírus, vais ter muito incômodo na vida. Até no PT já o filiaram.

  3. O Galeno não tem vergonha de receber muito dinheiro, pelo contrário, ele tem vergonha de receber pouco csscalho:

    “Não tenho vergonha nenhuma de ser bem pago. Eu tenho vergonha de receber o que recebo hoje”. – Heleno

    Que farra da Abacatada com a emergência

  4. Como um cidadão pode saber se o seu nome está sendo usado por alguém, indevidamente, para receber o auxílio? Sou aposentado e não tenho direito ao auxílio, mas se usaram o nome de um general não será impossível tentarem usar o meu. Afinal, a facilidade de tecnologia disponível para se encontrar listas de cadastros, com dados pessoais da maioria da população é uma festa para fraudadores e estelionatários

  5. Na era FHC, a filha do então ministro Serra teve acesso a mais de 50 milhões de CPF do nosso povo, conforme as notícias da época. Hoje o acesso aos CPF dos cidadãos brasileiros se tornou ainda mais fácil devido à tecnologia sempre em evolução e a corrupção da ética e do caráter.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome