Funcionários da Receita são denunciados à PF após acesso a dados dos Bolsonaro

Segundo informações divulgadas na noite desta sexta (5), uma sindicância foi aberta e concluiu que não havia "motivação legal" para o acesso. A Polícia Federal foi acionada e os fiscais serão investigados

Jornal GGN – A Receita Federal informou à imprensa nesta sexta (5) que acionou a Polícia Federal após descobrir que dois funcionários acessaram dados sigilosos de Jair Bolsonaro e membros de sua família.

De acordo com o informe, quando a ação foi detectada, uma sindicância foi instaurada e concluiu que “não há motivação legal para o acesso e, por esta razão, a Receita notificou à Polícia Federal ao mesmo tempo em que iniciou procedimento correicional, visando apurar responsabilidade” dos envolvidos.

A Receita não informou quais familiares de Bolsonaro tiveram dados acessados, nem o nome dos funcionários.

De acordo com O Globo, um dos funcionários está lotado na Receita Federal em Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo, e sua defesa alegou que o acesso foi “uma brincadeira” irracional.

Odilon Ayub Alves prestou depoimento à PF ainda nesta sexta e disse que estava atendendo a um senhor de nome Jair na unidade onde trabalha quando brincou perguntando se o tal Jair tinha sobrenome “Bolsonaro”. “Ele acessou o sistema inadvertidamente para ver a data de nascimento do Bolsonaro. Foi curiosidade, infantilidade, ingenuidade. Não houve vazamento de dados. Não houve acesso a patrimônio. Nada, nada, nada, nada. Tudo sem maldade. Vamos aguardar o resultado do inquérito”, comentou a defesa.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora