GGN Covid 02.09: total de casos aproxima-se dos 4 milhões

A média diária semanal caminha para cair abaixo dos 40 mil casos. E a manter a média diária de óbitos abaixo de ml por dia.

As curvas de casos e óbitos no Brasil continuam estabilizadas, ainda que em patamares elevados.

A média diária semanal caminha para cair abaixo dos 40 mil casos. E a manter a média diária de óbitos abaixo de ml por dia.

Nos maiores aumentos de casos, em 14 dias, o destaque maior continua sendo Santa Catarina, com 211,2%, efeito das distorções estatísticas, depois que notificações de novos casos ficaram acumuladas sem registro

Em relação aos óbitos, Amazonas volta a se destacar, ao lado de Tocantins e Amapá, que há dias estão no topo das estatísticas.

No caso das cinco maiores altas de casos, há uma persistência do Paraná e um salto de Santa Catarina, além de uma alta do Rio Grande do Sul na última semana.

Em relação aos novos óbitos, depois do ajuste estatísticos, a curva de óbitos reflui em Santa Catarina.

No mapa dos Estados, apenas um estado registra alto crescimento – Santa Catarina. Outro estado registra crescimento moderado – o Amapá. E há queda drástica em cinco estados: Rio Grande do Norte, Roraima, Acre, Santa Catarina, Espirito Santo e Paraiba.

Em relação aos óbitos, há 2 casos de alto crescimento – Amazonas e Tocantins -, 2 com crescimento moderado – Amapá e Roraima -, e 5 com queda drástica – Rio Grande do Norte, Roraima, Acre, Santa Catarina e Espírito Santo.

Na análise de casos, observam-se curvas de casos e óbitos de Minas Gerais, com elevação.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora