GGN Covid Brasil: SP tem 4 regiões entre 10 mais em casos per capita

Na análise do total de casos per capita, chama atenção a presença de regiões de Minas Gerais  e São Paulo entre os dez maiores casos - 3 regiões de Minas e 4 de São Paulo.

Na comparação da média móvel de ontem com a de 14 dias atrás, observa-se que não há nenhum Estado com aumento de caso, mas permanecem as altas de óbitos.

Mesmo assim, analisando-se o gráfico de linhas dos cinco mais, todos estão em queda.

Nos gráficos por região, também queda generalizada., com resistência de Minas Gerais e de estados do Sul e Centro-Oeste.

No mapa dos Estados, de variação dos casos em 14 dias, não há nenhum Estado com crescimento de casos, nem alto, nem moderado. Consideramos alto o crescimento acima de 30% e moderado o crescimento entre 15% e 30%. Entre +15% e -15%, tratamos como situação estável. Nesse quadril estão 6 Estados. Em queda moderada (entre -15% e -30%) estão 9 estados e 12 estados com queda drástica.

No mapa dos óbitos, há 1 Estado com alto crescimento, 1 com crescimento moderado, 11 estáveis, 6 com queda moderada e 8 com queda drástica.

Na análise por Regiões de Saúde, prossegue a queda da soma das populações em regiões com maior índice de crescimento da doença em 28 dias.

Na análise do total de casos per capita, chama atenção a presença de regiões de Minas Gerais  e São Paulo entre os dez maiores casos – 3 regiões de Minas e 4 de São Paulo.

Na comparação de Regiões da saúde, a Bahia tem 3 regiões entre as 10 com maior crescimento de casos nos últimos 30 dias.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora