GGN-Covid: crescimento da contaminação se estabiliza nos estados mais infectados

Segundo estado com maior número de infectados, o Ceará tem conseguido reduzir consideravelmente o ritmo de contaminação.

Foto: Reprodução

Não chega a ser vantagem, porque a estabilização se dá em níveis muito elevados de contaminação. Não significa redução na contaminação diária, mas estabilização nos altos índices de contaminação.

Segundo estado com maior número de infectados, o Ceará tem conseguido reduzir consideravelmente o ritmo de contaminação. O ritmo diário semanal aumentou apenas 2,3% em relação a 30 dias atrás contra, por exemplo, 54,5% de crescimento em São Paulo e 94,1% na Bahia.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  GGN Covid Brasil: o mapa dos estados, de acordo com a incidência da pandemia

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome