GGN Covid Mundo: Argentina entre os 4 países com mais óbitos

Nos dados há pouco divulgados pela Organização Mundial de Saúde, a Argentina já está registrando mais de 17 mil casos diários. entrando no clube dos grandes países afetados, ao lado da Índia, Estados Unidos e Brasil.

Como se observa no gráfico abaixo, a curva de curto prazo (média de 7 dias) na Inglaterra suplanta a de médio (14 dias) e longo prazo (28 dias). Mostra que a pandemia está novamente em ascensão.

No auge do primeiro ciclo, em meados de abril, a Inglaterra registrava cerca de 4.800 casos por dia. No ponto mais baixo, em 29 de julho, caiu abaixo de 600. Agora, está acima de 3.200.

Por aí se entende as novas medidas defensivas adotadas pelo governo britânico.

E há quadros muitos piores na Europa, como Espanha e Inglaterra, conforme se confere no quadro de casos per capita.

O quadro dos principais países da Europa confirma a chegada da segunda onda.

Nos dados há pouco divulgados pela Organização Mundial de Saúde, a Argentina já está registrando mais de 17 mil casos diários. entrando no clube dos grandes países afetados, ao lado da Índia, Estados Unidos e Brasil.

Pelo gráfico percebe-se que, até fins de maio, a Argentina estava se saindo relativamente bem no enfrentamento da pandemia. Depois, desandou.

No mapa de óbitos, a Argentina atingiu o segundo lugar, depois da China e à frente do Brasil – este com números reduzidos devido ao fim de semana.

Nos óbitos por continente, as Américas continuam na frente, mas com avanço da Ásia e da Europa.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora