GGN lança série no YouTube sobre influência dos EUA na Lava Jato

Estreia na próxima quarta-feira (15) a produção especial do GGN sobre a influência dos Estados Unidos na Operação Lava Jato e a bilionária indústria do compliance.

O projeto “Lava Jato Lado B” é fruto de uma campanha de financiamento coletivo no Catarse, lançada em agosto de 2019. 

A série terá cinco episódios em vídeos, que serão divulgados semanalmente em nosso canal YouTube (clique aqui para se inscrever na TV GGN).

O primeiro capítulo mostrará como os Estados Unidos montaram uma grande estrutura para combater corrupção e terrorismo, que passou a influenciar o Ministério Público e o Judiciário de vários países, especialmente o Brasil, através da Lava Jato.

Há entrevistas especiais com o ex-embaixador do Brasil em Washington, Rubens Barbosa, e o ex-ministro de Relações Exterior, Celso Amorim.

O argumento original da série é do jornalista Luis Nassif (pesquisa, roteiro, entrevistas), e conta com a colaboração dos jornalistas Cintia Alves (pesquisa, roteiro, entrevistas), Nacho Lemus (imagens e edição), Marco Aurélio Carvalho (locução) e Lourdes Nassif (coordenação geral), além das parcerias de André Sampaio e Zé Bernardes.

Este é o segundo crowdfunding do GGN. O primeiro, também realizado em 2019, subsidiou a produção de um documentário no Chile e uma série de reportagens em texto sobre a capitalização da Previdência Social. Para conferir, clique aqui.

[Com mais de 150 mil inscritos, a TV GGN está em campanha de financiamento coletivo no Catarse. Quer saber como participar? Veja mais aqui.]

 

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Com medo, Lava Jato em Curitiba já vê "outro Intercept" no avanço da PGR

3 comentários

  1. Taí um dos motivos da turminha dos dedinhos pra cima,pra baixo,dar uma coçadinha nos cotovelos quando leem meus comentários.Afirmei peremptoriamente o envolvido do Tio Sam até o talo na cachorrada,desde que o Dr.Cardoso(era candidato a vice de Mercadante na chapa montada na cabeça “politicamente correta” de Rousseff),afirmava também peremptoriamente pra ela que a Lava Lava a Omo seria seu legado republicano.Por pouco,muito pouco,pouco mesmo,não ganharam as eleições.

    2
    1
  2. Então, uma pergunta: alguém ainda duvida que os Esgotos Unidos não atuaram(direta e indiretamente, como ator principal e ou financiando de “ene” formas) por meio de seus diversos órgãos e corporações para desestabilizar países no mundo, na AL e no Brasil,(crise de 2008), episódio de 2012/2013? Porque será que a referida nação gastou 6 trilhões de dólares(dados oficiais – fonte Universidade Brown de onde busquei este valor) em guerras nos últimos 20 anos? Quem duvida sobre estas influências ouçam o noticiário da mídia alternativa USA, filmes como VICE, Syriana a indústria do petróleo entre outros e a facilitação em leis feitas por certos cidadãos patriotas brasileiros fizeram em benefício de corporações norte americanas(vide irmãos Koch)???

  3. Parabéns GGN. OS NEOLIBERAIS QUEREM DESTRUIR BRASIL. O EXÉRCITO BRASILEIRO, COMO SEMPRE, CÚMPLICE DOS USA . SERVIS.

    2
    1

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome