Governo Bolsonaro sabia do colapso de oxigênio em Manaus

Força Nacional do SUS registrou caos manauara em detalhes, apontando oxigênio na reserva e leitos fechados; Pazuello tem 15 dias para se explicar à PGR

Eduardo Pazuello (esq.), ministro da Saúde, e o presidente Jair Bolsonaro. Foto: Erasmo Salomão/MS (via fotospublicas.com)

Jornal GGN – A Força Nacional do SUS (Sistema Único de Saúde) registrou em relatórios oficiais encaminhados ao Ministério da Saúde a evolução da crise de falta de oxigênio em Manaus, apontando o que constava nos hospitais, inclusive prevendo quando ocorreria o colapso.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, documentos datados de 8, 9, 11, 12 e 13 de janeiro registram os problemas de Manaus com detalhe, a ponto de apresentar uma projeção exata de quando ocorreria o colapso no sistema de saúde da capital do Amazonas.

Além disso, os documentos constatam o momento em que o oxigênio foi para a reserva nos hospitais; a prática de equipes médicas de não fazerem a medição da saturação de pacientes, para que não se detectasse a necessidade de suprimento de oxigênio, já escasso naquele momento; e o impedimento de abertura de novos leitos no hospital universitário federal por falta do insumo.

Mesmo assim, a pasta comandada pelo general da ativa Eduardo Pazuello enviou quantidades de oxigênio bem abaixo do necessário para Manaus, o que levou pessoas a morrerem asfixiadas nos hospitais.

Pazuello foi avisado da situação em diversas frentes – pelo governo do Amazonas, pela empresa White Martins e até mesmo pela sua cunhada. Contudo, nenhuma ação mais efetiva foi adotada e, por isso, o ministro tem 15 dias para explicar a omissão à Procuradoria-Geral da República.

 

Leia Também
Após crise em Manaus, cidade no Pará zera estoque de oxigênio
Com vacinação, Bolsonaro perde e Doria ganha popularidade nas redes
GGN Covid: um Raio-X da tragédia de São Paulo com a segunda onda
Abstenção no Enem: alunos relatam medo de Covid-19 e dificuldade com ensino à distância
Primeira vacinada no Amazonas, indígena diz que quer vacina para seus povos
Alguém ordenou que a FAB interrompesse a entrega de oxigênio um dia antes da tragédia de Manaus

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora