Governo projeta queda do PIB em -4,7% para 2020

Estimativa do Ministério da Economia contraria projeção do mercado financeiro, que estima uma retração de -6,1% para o PIB doméstico

Foto: Reprodução

Jornal GGN – A equipe econômica do governo Jair Bolsonaro projeta uma queda de 4,7% para o PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil ao final deste ano, estimativa que permaneceu inalterada em relação às projeções divulgadas em maio.

Os dados divulgados pelo Ministério da Economia consideram a melhora de indicadores econômicos recentemente, mesmo com a extensão do isolamento social provocado pela pandemia do coronavírus.

Segundo informações do jornal Folha de São Paulo, os dados oficiais estão em trajetória contrária à do mercado financeiro, que projeta uma retração de 6,1% (pouco melhor ante a queda de 6,5% vista uma semana antes), segundo a mediana do boletim Focus elaborado pelo Banco Central.

Para o Ministério da Economia, os dados da atividade referentes aos meses de abril e maio mostram que, provavelmente, o pior ficou para trás, ao mesmo tempo em que diversos indicadores de maio e junho mostram sinais em direção a uma retomada no segundo semestre.

A projeção do Ministério para o segundo trimestre de 2020 é de uma queda de 9,3% do PIB ante o visto em igual período do ano anterior, o que representa uma retração de 7,5% em relação aos primeiros três meses de 2020 (com ajuste sazonal), formado por quedas de 13,1% na Indústria e de 7,7% em Serviços, além de um avanço de 1,9% na Agropecuária.

 

Leia Também
Um drink no inferno brasileiro?, por Rodrigo Medeiros
Governo Bolsonaro prepara o fim do salário mensal e novo imposto
Em carta, ex-ministros e ex-presidentes do BC pedem “recuperação verde” da economia
O custo Brasil do jornalismo econômico e dos analistas de mercado, por Luis Nassif

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Manaus recebe 70 mil metros cúbicos de oxigênio do Pará

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome