Guedes promete privatizar 17 estatais em 2019, e Correios está na lista

No caso dos Correios, governo alega corrupção, rombo financeiro, ineficiência em relação às empresas privadas. Ministro da Economia diz que estatais "grandes" também vão "entrar na faca"

Paulo Guedes. Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – O ministro da Economia Paulo Guedes prometeu divulgar nesta quarta (21) uma lista com 17 estatais que serão privatizadas até o final de 2019, e o Correios está entre as selecionadas. O governo alega corrupção, ineficiência e rombo financeiro, e afirma que estatais de porte “grande” também vão “entrar na faca”.

“Vamos acelerar as privatizações. Tem gente grande que acha que não vai ser privatizado e vai entrar na faca”, afirmou Guedes, segundo relatos da Folha de S. Paulo. De acordo com o jornal, a meta do governo é privatizar US$ 20 bilhões neste ano.

Na justificativa para privatizar os Correios, constam “corrupção, interferências políticas na gestão da empresa, ineficiência, greves constantes e perda de mercado para empresas privadas na entrega de mercadorias vendidas pela internet, o e-commerce”, anotou O G1.

O Ministério alega ainda “rombo de R$ 11 bilhões no fundo de pensão dos funcionários, o Postalis. Além disso, o Postal Saúde, o plano que atende aos funcionários, tem um rombo de R$ 3,9 bilhões.”

Para privatizar estatais, o governo precisa de autorização do Congresso, segundo decidiu o Supremo Tribunal Federal (STF).

Guedes também elogiou fusão de empresas, como no caso da Embraer e da Boing, e disse que o modelo pode ser replicado em outras duas ou três empresas no Brasil, mas não citou quais.

[O GGN prepara uma série no YouTube que vai mostrar a interferência dos EUA na Lava Jato. Quer apoiar o projeto pelo interesse público? Clique aqui]

6 comentários

  1. Nas privatizações os operadores e intermediários da venda de ações serão sempre os mesmos grupos do mercado entre eles o BTG do qual Guedes é ex sócio. Isto me parece um assalto ao estado brasileiro e nosso MP não se pronuncia, não questiona e não vai atrás do dinheiro. Follow the money. As quantias envolvidas vão colocar Youssef e e Paulos e todo o dinheiro da corrupção da Petrobrás como punguistas. O presidente da Petrobrás quer agora liquidar o pre sal, sem que sequer seja firmadas medidas que garantam algo para o país. Tudo isto feito sem consulta publica, ou ao senado. Tudo isto feito por atos administrativos.

  2. Seria interessante rebater algumas falacias em relacao aa empresas publicas.
    Por exemplo sempre escuto que empresas publicas eh um cabide de emprego e pagam salarios desproporcionais a posicao e funcao.
    Trabalhei minha vida inteira em empresas privadas e posso garantir que sempre existe alguem encostado em algum canto sem produzir nada mas estah la pq eh amigo de alguem importante.
    E altos salarios em empresas publicas sao faceis de listar. A comecar pelo salario do CEO e diretores que nao se justificam comparados a empresas publicas que sao publicados no diario oficial.

  3. Familia guedes em tudo.
    Vale lembrar: Representante de mais de 200 faculdades particulares, Elizabeth Guedes, irmã do posto Ipiranga, é vice-presidente e proprietária da Associação Nacional das Universidades Particulares (Anup).
    Muita “bola” cruzando a área.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome