Guedes quer congelar salário de servidor para estender auxílio quarentena

Na mesma reunião, o ministro defendeu que o isolamento social pode ser conciliado com a preservação da atividade econômica

Jornal GGN – Paulo Guedes, ministro da Economia, conversou com investidores na segunda-feira (20) sobre a intenção do governo em estender a renda básica emergencial de R$ 600, paga durante os três meses de quarentena por causa do coronavírus. Em troca, o economista quer congelar o salário dos servidores públicos estaduais e municipais por dois anos.

Segundo informações da rádio Bandeirantes, Guedes afirmou na videoconferência que a maioria do Senado, já consultado, concorda com a condição. Na mesma reunião, o ministro defendeu que o isolamento social pode ser conciliado com a preservação da atividade econômica, contrariando Jair Bolsonaro, que quer o fim das medidas de mitigação que impedem pessoas de circular nas ruas.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora