Hidrelétricas geram R$ 2,2 bi em compensação financeira em 2012

Em 2012, a arrecadação de compensação financeira pela utilização de recursos hídricos (CFURH) para geração de energia elétrica a municípios, estados e União, incluindo royalties (compensação financeira devida pela Usina de Itaipu), foi de R$ 2,2 bilhões. Desse total, foram distribuídos R$ 1,726 bilhão a título de CFURH e R$ 478,4 milhões em royalties.

 Em dezembro, o valor de compensações chegou a R$ 178,8 milhões. Os recursos deste mês foram distribuídos a 696 municípios de 22 estados, ao Distrito Federal e à União, dos quais R$ 136,1 milhões a título de Compensação Financeira pela Utilização de Recursos Hídricos. A transferência de royalties foi de R$ 42,7 milhões a 344 municípios de seis estados, ao Distrito Federal e à União.

Os valores foram arrecadados de 95 empresas pagadoras, responsáveis por 177 usinas hidrelétricas e 187 reservatórios. Os dados constam no relatório de arrecadação disponível na página da Agência na Internet.

Municípios ficam com 45% da arrecadação, enquanto outros 45% vão para os estados. O dinheiro pode ser aplicado em programas de saúde, educação e segurança, mas não pode ser usado para abater dívidas, a não ser que o credor seja a União, nem para o pagamento de pessoal.

A União recebe os 10% restantes, que são distribuídos à Agência Nacional de Águas (ANA), ao Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) e aos ministérios do Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Amazônia Legal (MMA) e Minas e Energia (MME).

A arrecadação e a distribuição da compensação e dos royalties cabem à Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).        

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome