Indicado pelo Centrão, presidente do BNB perde cargo em 24 horas

Alexandre Borges Cabral foi exonerado por suspeitas de irregularidades em contratações feitas durante sua gestão na Casa da Moeda

Alexandre Borges Cabral (esq.) deixou presidência do Banco do Nordeste pouco mais de 24 horas após tomar posse. Foto: Reprodução/cearaemoff.com.br

Jornal GGN – O novo presidente do Banco do Nordeste, Alexandre Borges Cabral, deixou o cargo pouco mais de 24 horas após sua posse.

Indicado pelo Centrão para o posto, Cabral é investigado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) por suspeitas de irregularidades em contratações realizadas durante sua gestão à frente da Casa da Moeda, em 2018.

De acordo com informações do jornal O Estado de São Paulo, as supostas irregularidades estão relacionadas à fraude e direcionamento de licitações para as empresas Sicpa e Ceptis, que resultaram em contratos destinados à operação do Sistema de Controle de Bebidas (Sicobe) e do Sistema de Controle e Rastreamento da Produção de Cigarros (Scorpios). Somados, os valores dos pagamentos superam R$ 11 bilhões.

Ao assumir a presidência do Banco do Nordeste, nesta terça-feira, Alexandre Borges Cabral afirmou que “o grande desafio do BNB é repensar o Nordeste como foco de oportunidades, sobretudo acelerando o processo de desenvolvimento da Região e suprindo falhas de mercado”.

A nomeação de Cabral foi uma indicação política do Centrão após a formação da aliança entre os partidos que integram o bloco com o governo Bolsonaro – especificamente, do PL, de Valdemar Costa Neto.

Cabral foi destituído do posto e o conselho de administração do banco nomeou Antônio Jorge Pontes Guimarães Júnior, atual diretor financeiro e de crédito, como presidente interino.

 

Leia Também
Impostos, Títulos de Dívida Pública ou Moeda, por Fernando Nogueira da Costa
Governo Bolsonaro será investigado por falta e atraso de investimentos no combate ao Covid-19
Bancários se mobilizam contra aumento de jornada pela MP 936
GGN prepara dossiê sobre trajetória de Sergio Moro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Multimídia do dia

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome