Investigação mostra que MBL impulsionou fake news contra Marielle

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – Uma investigação feita pelo Laboratório de Estudos sobre Imagem e Cibercultura (Labic) da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) mostra que o MBL ajudou a impulsionar as notícias falsas contra a vereadora Marielle Franco, executada no Rio de Janeiro na semana passada.

Segundo reportagem de O Globo desta sexta (23), dados colhidos pelo Laboratório e uma investigação feita pelo jornal “traçaram o caminho das fake news de maior repercussão sobre o assunto.” Tudo teria começado com o site Ceticismo Político, replicado pelo MBL.

“Até a noite desta quinta-feira, o link do Ceticismo Político havia sido compartilhado mais de 360 mil vezes no Facebook, ocupando o primeiro lugar entre as publicações que abordaram o boato da ligação da vereadora com o crime organizado — seja de maneira difamatória ou em tentativas de rebater a acusação.”

Segundo a matéria, há evidências de relação entre Luciano Henrique Ayan, autor do blog Ceticismo Político, e o MBL.

“O Ceticismo Político é um site administrado por Luciano Henrique Ayan — não há fotos de Ayan nem referências a esse nome em bancos de dados públicos. O MBL afirma que não é responsável por administrar o perfil de Ayan e que não o conhece, mas interações nas redes sociais entre o grupo e o responsável pelo site evidenciam a proximidade.”

Leia mais aqui.

 

Cintia Alves

Cintia Alves é jornalista especializada em Gestão de Mídias Digitais. Ingressou como repórter no Jornal GGN em 2014, participando da cobertura e produção de documentários sobre a Operação Lava Jato. Atualmente é editora e coordena a produção do canal TV GGN, no Youtube, entre outros projetos.

7 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Está mais que na hora de

    Está mais que na hora de colocar o mbl e vem pra rua na lata do lixo. Já que a “justiça” provavelmente não vai aceitar que agentes dos eua sejam criminalizados. A nossa “justiça” colona.

  2. Este rapaz, coitado… pela

    Este rapaz, coitado… pela foto, dá pra notar que o infeliz está muito enfermo. A hodrofobia é uma moléstia extremamente contagiosa e fatal. Desejo de coração, que a terra lhe seja maneira.

    Orlando

  3. Atenção Nassif e blogueiros

    Atenção Nassif e blogueiros sujos, a estratégia da direita inteligente e que manda é descolar-se dessa galera. Vão tentar juntar os MBLs com a imprensa alternativa no mesmo saco de fake news. E aí passar a perseguir voces, o Katiguri é dano colateral.

    A estrategia ficou clara com a apropriação da Marielle pela Globo. E claro foi esclarecida em texto pela “pesquisa” do tal Pablo Ortelado

     

  4. Moleques Babacas e Loroteiros

    Foi assim, com mentiras, difamações e muita desonestidade que esses moleques imbecis levaram milhares de pessoas ignorantes às ruas para exigir a deposição de uma presidente honesta eleita democraticamente.

    Com isso conseguiram instalar uma gangue de corruptos no poder.

    Parabéns MBL!

     

  5. MBL, um pau de galinheiro?

    Não sei quem é esse Luciano Henrique Ayan. Parece que tal pessoa nem existe.

    Sei, porém, que o dono da firma “MBL” é Renan Antonio Ferreira dos Santos, muitas vezes processado e com um histórico considerável de uso de nomes falsos. Ok, o MBL se apresenta como “movimento político” e Renan, como tesoureiro, diretor financeiro, algo assim, mas digo pelo que vejo na prática, pela imprensa.

    (…)

    Gozado, os nomes Renan e Aydan até rimam. E Renan já até usou o nome falso de “Renan Henrique Ferreira dos Santos”. Seu irmão realmente se chama “Alexandre Henrique Ferreira dos Santos”.

    – “Ei, mas e o nome Luciano, vem de onde?”

    Sei lá… mas pensando nessa turma da direita, de cara a gente lembra de “Luciano… Huck”, né? Homenagens?

    https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2016/05/08/mbl-sofre-acao-de-despejo-e-um-de-seus-lideres-tem-divida-de-r-44-milhoes.htm

    https://www.diariodocentrodomundo.com.br/familia-de-lider-do-mbl-responde-a-125-processos-e-teve-bens-leiloados-para-pagar-dividas-por-zambarda/

    https://www.diariodocentrodomundo.com.br/o-golpista-ficha-suja-do-mbl-vai-devolver-o-dinheiro-de-quem-foi-enganado-por-kiko-nogueira/

  6. Se usar o termo “notícias

    Se usar o termo “notícias falsas” ao invés de “fake news”, acho que fica melhor pra maioria ler.

     

    Sugestão, tentem alterar isso, no título 😉

     

  7. FAKE NEWS

    Não á nada sob a face da terra que um dia não seja descoberto. Não há um mal que um dia não tenha seu retorno…. A vida é cheia de surpresas… E escolhas…. Boas ou más… E o que você planta, um dia você colhe… Plante o bem e você o terá como retorno…. Plante o mal  e você terá o retorno…Simples assim… A justiça do homem pode até falhar (e falha), mas a justiça da LEI DO RETORNO, ah! essa é inexorável…

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador