Japão causa revolta ao distribuir apenas 2 máscaras por família

No Japão, em especial, há notícias de que há subnotificações e que os casos reportados, portanto, não refletem a realidade da pandemia local

Jornal GGN – O primeiro ministro do Japão, Shinzo Abe, causou revolta e virou alvo de ataques e memes nas redes sociais depois de anunciar que 50 milhões de famílias em áreas onde os casos de coronavírus estão aumentando vão receber máscaras do governo, mas apenas duas unidades por família.

Segundo informações da CNN, o Japão tem 2.300 casos de COVID-19 e 57 mortes. A revolta foi ainda maior porque Abe informou que o governo não quer declarar estado de emergência em meio à pandemia, o que poderia ajudar os estados a realizar a compra emergencial de equipamentos de proteção que estão em falta.

Os países da Ásia são, aos olhos do mundo, os que estão desempenhando melhor no combate ao coronavírus. Mas há ameaças de que uma segunda onda comece a atingir os países, e nem todos estão adotando medidas máximas de isolamento.

No Japão, em especial, há notícias de que há subnotificações e que os casos reportados, portanto, não refletem a realidade da pandemia local.

Leia mais aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Covid-19 – Balanço de momento: 5,93 milhões de casos, 365 mil mortes e 2,5 milhões de altas, por Felipe Costa

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome