Jornalista que publicou artigo equivocado sobre caso Marielle ganha cargo no governo

Conhecida por escrever a favor de Bolsonaro nas redes sociais, Raquel Brugnera passa a ser assessora técnica da Presidência da Fundação Palmares

Raquel Brugnera, nomeada assessora técnica da Presidência da Fundação Cultural Palmares. Foto: Reprodução/Twitter

Jornal GGN – A jornalista Raquel Brugnera foi nomeada para o cargo de assessora técnica da Presidência da Fundação Cultural Palmares, comandada por Sérgio Camargo.

Segundo o jornal O Globo, Raquel Brugnera chamou a atenção quando publicou um artigo com opiniões equivocadas no “Jornal da Cidade Online” em março de 2019, onde afirmou que o PSOL teria perdido o interesse na resolução do assassinato da vereadora Marielle Franco, uma vez que os executores seriam ligados a traficantes de drogas.

“Encontraram os assassinos e as expectativas foram frustradas ao descobrirem que eles eram empregados do tráfico de drogas e armas, ou seja, o mandante é alguém ligado à contravenção”, diz um trecho do texto. “Sabendo que contraventores e traficantes odeiam o presidente da República, ‘a sede de justiça’ acabou!”, prossegue Brugnera.

Contudo, desde que os acusados foram presos, tanto a Delegacia de Homicídios (DH) da Capital como o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MPRJ) indicam que os acusados trabalham para um grupo de matadores de encomenda, que inclusive executam serviços para políticos.

Raquel Brugnera passou pelo governo anteriormente, quando exerceu o cargo de chefe de gabinete da secretaria da Economia Criativa, órgão vinculado à secretaria especial da Cultura, na época comandada por Roberto Alvim.

Conhecida por fazer publicações em blogs e nas redes sociais defendendo o presidente Jair Bolsonaro, a jornalista também é pedagoga e possui pós-graduação em estratégia política e marketing eleitoral.

 

Leia Também
Brasil continua líder em mortes diárias por Covid-19
Frente única por novas eleições, por Francisco Celso Calmon
Os Liberais, a Esquerda e a Extrema Direita na Pandemia (parte II)
A vida pregressa de Sergio Moro: saiba como ajudar o projeto do GGN

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome