Justiça da Espanha intima Neymar a depor por suposta fraude em transferência

Jornal GGN – O jogador brasileiro do Barcelona, Neymar Jr., e seu pai, Neymar da Silva Santos, foram intimados pela Justiça espanhola para depor, na condição de investigados, no caso que investiga uma suposta fraude em sua transferência do Santos para o clube da Catalunha. Além do atacante e de seu pai, serão ouvidos também Sandro Rosell, presidente do Barcelona, e seu antecessor, Josep Maria Bartolomeu.

O processo que aponta fraude na transferência foi apresentado pela empresa DIS, que tinha 40% dos direitos federativos do jogador quando ele atuava pelo Santos. A empresa alega ter sofrido prejuízo no contrato firmado entre Neymar, o Santos e o Barcelona. 

Do El País

Justiça espanhola intima Neymar a depor como investigado por corrupção

Atacante brasileiro e o pai dele foram convocados para 2 de fevereiro
 
Um dia antes, o atual presidente do Barcelona e o antecessor também depõem
 
A Justiça espanhola intimou nesta quarta-feira a o atacante brasileiro Neymar a depor, na condição de investigado, no caso que apura a suposta fraude no processo de transferência do jogador do Santos para o Barcelona, em 2013. O juiz José de la Mata, da Audiência Nacional espanhola, atendeu um pedido do Ministério Público para intimar o atleta e outros envolvidos para que deponham nos dias 1º. e 2 de fevereiro, na condição de investigados sobre as irregularidades na transação entre o time brasileiro e o espanhol. Além do atleta, serão ouvidos o pai dele, Neymar da Silva Santos, o atual presidente do Barcelona, Sandro Rosell, e o antecessor, Josep Maria Bartomeu.

 
Neymar Jr. foi convocado para depor no dia 2 de fevereiro às 10h (hora local espanhola) na sede da Audiência Nacional, principal órgão do Judiciário espanhol. Rosell e Bartomeu deverão comparecer ao local na véspera, às 10h e às 11h30, respectivamente. A Justiça também intimou representantes do FC Barcelona, do Santos, da empresa N&N Consultoria Esportiva e Empresarial e dois ex-dirigentes do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro e Odilio Rodrigues Filho. Também irá depor o vice-presidente financeiro do Barça, Javier Faus, mas na qualidade de testemunha.

O processo que aponta fraude e corrupção entre particulares na transação foi apresentado por uma empresa que detinha 40% dos direitos federativos de Neymar antes que o Santos o transferisse para o clube catalão. Essa empresa, chamada DIS – Esportes e Organização de Eventos Ltda, alega ter sofrido um prejuízo econômico devido a um contrato firmado em 2011 entre Neymar, seu pai, o Santos e o Barcelona, o qual garantia a transferência dele por 40 milhões de euros (173,5 milhões de reais, pelo câmbio atual).

Leia também:  Multimídia do dia

O juiz, que rejeita em seu despacho várias das providências solicitadas pela DIS, entende que as medidas pedidas pelos promotores são “pertinentes, necessárias e proporcionais” para esclarecer os fatos.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

8 comentários

  1. agora se entende com maior

    agora se entende com maior lareza porque alguns comentaristas

    já falaram sobre a possibilidad do neymar jogar com

    tornozeleira eletronica….

  2. E para investigar o processar

    E para investigar o processar o Aécio Neves só recorrendo à Justiça da Espanha.

     

  3. O que se considerava ariano

    O que se considerava ariano no Brasil, estava pensando que a justiça espanhola é como a brasileira, que arrega para quem tem dinheiro e fama.

    Ele, o pai e a mãe, que participaram das armações, vão ter que prestar conta á justiça espanhola.

    E não adianta pedir pedir uma força ao Galvão Bueno, tão pouco  ao Aécio Neves, dois dos seus grandes heróis.

     

  4. Conseguem misturar a questão

    Conseguem misturar a questão fiscal do Neymar com o fla-flu da política brasileira

    Direita e esquerda no Brasil, só muda o cor da bandeira

    parabéns aos envolvidos

     

  5. Nesses dias Neymar virou herói na imprensona de cá…

    Talvez antevendo o que viria a acontecer com as denúncias contra Neymar na Espanha, choveram nestes dias nas mídias brasileiras  notícias favoráveis a ele, repararam? Imagens, falações e muitas páginas  com afagos, elogios, e louvações. 

    Muito mal comparando, isso aconteceu com o Japa, só que ao contrário: primeiro o Japa foi intensamente  “divulgado”, via suas fotos de prendedor de autoridades e empresários. Depois, a ilação de que ele seria um possível vendedor de informações confidenciais à imprensona. E, na sequência, a informação de que no passado teria sido expulso da PF por ter integrado quadrilha de contrabando  na fronteira Brasil-Paraguai.   

    O Japa já virou herói, máscara de carnaval, música de carnaval, porta-voz de pedidos de mais pessoal para a PF e por aí, vai.

    Como aqui não é Espanha, não é improvável que seja arquivado o que há de processos contra ele, e as suspeitas de vendas de informações à imprensa.

    http://www.cartacapital.com.br/blogs/parlatorio/quem-e-o-japones-bonzinho-da-lava-jato-2766.html

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome