Revista GGN

Assine

Laudo do IML sobre Genoino confirma diagnóstico do Sirio

Da Folha

Laudo do IML afirma que Genoino é 'paciente com doença grave'
PUBLICIDADE
MATHEUS LEITÃO
DE BRASÍLIA

O laudo do IML (Instituto Médico Legal) sobre a saúde do ex-presidente do PT José Genoino conclui que ele é "paciente com doença grave, crônica e agudizada, que necessita de cuidados específicos, medicamentosos e gerais".

O documento de três páginas, ao qual a Folha teve acesso, afirma ainda que é necessário controle periódico por exame de sangue, "dieta hipossódica" (regime alimentar em que se reduz o consumo de sal) e adequada aos medicamentos utilizados por ele. Segundo o laudo, Genoino precisa ainda de avaliação médica cardiológica especializada regularmente.

A defesa de Genoino tenta fazer com o que o petista possa, em função da saúde, cumprir em regime domiciliar sua pena de quatro anos e oito meses pelo crime de corrupção.

Genoino pede transferência para São Paulo caso não consiga prisão domiciliar
Barbosa envia à PGR pedido de Genoino sobre prisão domiciliar
Genoino passa mal e é atendido por médico particular no presídio em Brasília

Assinado por dois médicos, o laudo não entra no mérito se o político pode ou não cumprir a pena na cadeia. Genoino foi condenado a quatro anos e oito meses de prisão por corrupção ativa --por 9 votos a 1--, e a dois anos e três meses por formação de quadrilha --por 6 a 4.

Na tarde de hoje, o juiz da Vara de Execução Penal do Distrito Federal, Ademar Silva de Vasconcelos, determinou que ele fosse examinado por médicos do IML.

O parecer médico relata ainda a cirurgia realizada em Genoino no dia 24 de julho deste ano para a "correção de dissecção aguda da aorta". O ex-presidente do PT passou por uma cirurgia para corrigir lesão em uma das artérias do coração. Devido à recuperação, pediu licença de seu mandato na Câmara.

No laudo do IML, os médicos descreveram ainda outro relatório médico feito após a realização de exame anteontem dentro do Complexo Penitenciário da Papuda, onde Genoino está preso.

O laudo descreve que ele foi atendido no presídio após relatos de ter passado mal durante o voo de transferência de São Paulo para Brasília. Na ocasião, foi constatado que o paciente estava visivelmente cansado e em tratamento com medicação específica.

Genoino se entregou à polícia em São Paulo, mas foi transferido para Brasília após decisão do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa.

Trecho ressalta ainda que o uso de anticoagulantes pode facilitar sangramentos em causo de traumatismos. Para os médicos, ele necessita tomar anticoagulante e ser avaliado por médicos --ter "um controle amiúde"-- de duas em duas ou quatro em quatro semanas.

Nesta tarde, na hora do exame médico feito no IML, Genoino estava com a pressão arterial normal, medicado e sem febre.

Média: 4 (4 votos)
23 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Durvalino
Durvalino

....   afinal quem estah

....   afinal quem estah falando serio???   ou teremos de começar td de novo !!!

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de serralheiro 70
serralheiro 70

Mazelas do stf

Os ritos podem beirar a de divindades.A responsabilidade que lhes é imputada é astronômica. Parecem ter domínio de toda ciência do mundo. Salários magestosos. Não medem despesas para proporcionar direitos (próprios). Mas são suceptíveis a corrupção, vaidade , carreirismo , desumanidade, covardia, rancores.... enfim, desgraçadamente humanos

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Pablo Oliveira
Pablo Oliveira

Critica-se muito a falta de

Critica-se muito a falta de respeito à instituições aqui no Brasil e o que vemos nos comentários? Todos querendo burlar as determinações da suprema corte nacional....tenha dó! Questionem pelas vias previstas na lei...porque a lei tem de valer para todos! Ao invés de ficarem nessa lamentação patética pelos mensaleiros condendados cobrem mais e mais justiça....como nos mensalões tucano e do dem. Mas chega de impunidade!

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de Dudu Cartucho
Dudu Cartucho

Pablo, entenda de uma vez por

Pablo, entenda de uma vez por toda, que não estamos num campeonato de mensalões. Precisamos de rigor nas apurações contra a bandidagem de todas as matizes:

O DARF da globo, cadê? Com direito a roubo de documentos na Receita.

O envolvimento Cachoeira-Veja, e todas as suas implicações.

O apartamento do Joaquim Barbosa por 10 dólares, com empresa de fachada em paraísos fiscais. 

O HC duplo pro Dantas. E o grampo sem áudio?

A prevaricação (by Collor) do Gurgel no caso Cachoeira. E a gaveta do De Grandis?

A mídia e o judiciário é mais crucial  quando 'corruptos-corrompidos' do que o sistema político. Porque a política é cobrada pelo judiciário e imprensa a todo instante.

E quem julga o judiciário? E quem divulga as maracutais da mídia? A partir do momento que os dois estão mancomunados, a sociedade fica refém dos mesmos. Se um senador cobrar o Joaquim Barbosa a mídia o destrói. Se um blog questionar a Globo o judiciário o aniquila.

Estamos refém dessa dupla, e nesse andar da carruagem daqui 30 anos vamos estar falando em mensalão do PSOL, mensalão da REDE... E a Globo nadando de braçadas, o MP engavetando e o stf fazendo discurso moralista.

Seu voto: Nenhum

Esclareça-se

Quando o sr. diz "suprema corte da nação", refere-se àqule bando de jagunço, metade empregada de Gilmar Mendes no IDP, que dá habeas-fuga para médico estuprador e para banquiro bandido?

Ou àquela trupe de celerados que rasga a constituição, considera bônus de volume como crime, faz inqéritos sigilosos para esconder amigos e provas que inocentam réus?

Assevero-vos que jamais faltamo-lhes com o devido respeito.

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de pierre
pierre

Romário é um mentecapto guia

Romário é um mentecapto guia por esperto. Será daí para pior.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Fiódor Andrade
Fiódor Andrade

Presos políticos correm risco

Todos os presos estão com a vida ameaçada, não só o Genoino. E a questão não é só de saúde, vejam matéria do Correio do Brasil:

Dirceu e Genoino se transformam em alvos móveis no presídio da Papuda correiodobrasil.com.br 

19/11/2013 12:47
Por Redação - de Brasília e São Paulo


 

A intenção do senador Eduardo Suplicy (PT-SP), de facilitar o ingresso da família do deputado José Genoino no presídio da Papuda para uma visita para lhe prestar atendimento e solidariedade, de acordo com o que disse fonte nos serviços de inteligência ao Correio do Brasil, na manhã desta terça-feira, “gerou um tremendo mal estar junto aos presos comuns”. O alvo da ira de setores organizados entre os presidiários, no entanto, ainda segundo um informe vazado de dentro da cadeia, “é o ex-ministro José Dirceu, pintado como ‘chefe da quadrilha do mensalão”.

– Diria, sem medo de errar, que a vida do Zé (Dirceu) passou a valer um pouco menos depois que ele chegou ao Complexo (da Papuda). Mesmo com a transferência dele e de Genoino para um pavilhão de segurança mínima, o risco de um atentado é o mesmo. Notícia corre entre os presidiários e, invariavelmente, chega aos guardas. E a novidade do momento é a presença de alguém, com o poder que eles tiveram, e têm, na República, em um ambiente volátil como este da cadeia. O risco (de morte) é grande – advertiu a fonte, que mantém o anonimato por razões óbvias.

Dirceu, Genoino e Delúbio Soares, tesoureiro do PT à época do escândalo, em 2005, foram colocados em uma mesma cela, o que já seria “uma medida mínima de segurança adotada pela direção do presídio”, segundo observou aquela fonte. As chances de um ataque a qualquer um deles, no meio da noite, fica reduzida.

– Mas, de outro lado, aumenta a exposição, principalmente de Dirceu, ao longo do dia, pois eles estão liberados para o banho de sol durante a manhã, até o final da tarde – acrescentou a fonte.

Este mesmo integrante da área de inteligência federal também não afasta uma ação política, partindo do exterior como o apoio de setores da oposição, no Brasil, no sentido de promover um fator de tensão junto à sociedade. Um monitoramento mais apurado dos movimentos de setores da extrema-direita no país “tem mostrado que os níveis de ódio nesses segmentos aumentaram com a prisão dos réus (na AP 470). Qualquer força externa mal intencionada, com certeza, aproveitaria esse momento”, revela.

Ruidoso e repleto de falhas legais, como apontam juristas independentes e os advogados dos réus, o julgamento do ‘mensalão’ guarda “essa faceta golpista”, segundo observou a fonte.

– No pior caso, que seria um atentado à vida de Dirceu, ou de Genoino, ou a ambos, a tensão nas ruas tende a subir na mesma medida em que os protestos se elevam nas redes sociais. Mesmo sem esse risco evidente, percebe-se o grau de revolta das pessoas, de um lado, pelas condições de saúde do deputado, e de outro, por um suposto tratamento diferenciado a que estariam fazendo jus na prisão – afirmou.

Na véspera, o ex-deputado Fernando Gabeira, do Partido Verde (PV), hoje ligado à extrema direita no Brasil, disse na edição de um diário conservador que a galeria de número 13 da Papuda teria sido pintada de vermelho, em homenagem aos petistas presos. O fato não se confirmou, mas foi suficiente para gerar um barulho no Twitter e no Facebook, principais redes sociais em curso no país.

Há 13 anos, a Papuda foi palco de uma das mais sangrentas rebeliões de que se teve notícia no país. Morreram, ao todo, 11 detentos do presídio de segurança máxima. A briga teve origem em um motivo político, com a morte do prisioneiro Ananias da Silva, informante da CPI do Narcotráfico. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública de Brasília, Ananias teria ligações com os deputados cassados Hildebrando Pascoal (AC) e José Gerardo (MA). Ambos estão presos na Papuda, acusados de chefiar o crime organizado em seus Estados.

Prisão irregular

A simples presença de Dirceu e Genoino em um presídio de alto risco, como é o da Papuda, para os advogados dos apenados no julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF), conhecido como ‘mensalão’, já se trata de irregularidade, digna de um processo contra o relator da Ação Penal (AP) 470 e hoje presidente da Corte, ministro Joaquim Barbosa. Sequer partiu dele a decisão de tirar os lideres petistas presos em regime fechado, para a instalação onde passaram ao regime semi-aberto.

Coube ao titular da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, Ademar da Silva Vasconcelos, na véspera, determinar a transferência dos condenados para o Centro de Internamento e Reeducação (CIR). Embora as condições sejam mais amenas, o pavilhão fica dentro do Complexo Penitenciário da Papuda, onde eles já estavam detidos, observou o senador Suplicy (PT-SP), que os visitou.

O fator político que embaça o julgamento da AP 470 e transforma a vida de Dirceu e Genoino em um alvo a mais em um presídio de alta periculosidade ficou mais uma vez demonstrado na declaração do ministro Marco Aurélio Mello, do STF. Segundo o magistrado, foi um erro a expedição dos mandados sem as cartas de sentença, que determinam o regime ao qual o condenado está designado. Novamente, a decisão partiu do presidente do STF, Joaquim Barbosa. A decisão, segundo Mello, deu um caráter provisório às prisões até a tarde desta segunda-feira, quando foram transferidos para um pavilhão de segurança mínima. Mello também revelou sua “perplexidade” com o transporte dos condenados para Brasília, já que a lei determina o cumprimento da pena próximo ao domicílio.

– Não entendo essa pressa toda. Não havia nenhum tipo de risco – estranhou.




 Source: http://correiodobrasil.com.br/noticias/brasil/dirceu-e-genoino-se-transformam-em-alvos-moveis-no-presidio-da-papuda/663484/ 

 

Seu voto: Nenhum

Caro Fiódor Essa não é uma

Caro Fiódor

Essa não é uma mera reportagem, mas sim uma direção de montagem de revoltas, em que a vida dos presos políticos foram, previamente, colocadas a prêmio.

É um pedido de assassinato.

Se de  um lado, temos os presos que os trataram bem, a mesma reportagem nada disso falou, de outro lado, temos aqueles, que se mantém informado somente pela mídia, que agora, mais do que nunca, também é assassina. 

Pela, mídia, eles são mais do que corruptos, Maluf é coisa pequena, FHC e demais correligionários são santos. Mas Dirceu, Genoino e Soares, venderam prego enfurrujado para Cristo morrer sofrendo mais. Portanto...

O JB deve ser tratado como um drone togado, a cargo de seus senhores, alguns nada anônimos.

Saudações

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Sergio Medeiros Rodrigues
Sergio Medeiros Rodrigues

Uma questão de humanidade

José Genoino, cidadão que, por sua notoriedade todos sabiam que recentemente havia feito  delicada operação cardíaca, por ordem e graça do Ministro Joaquim Barbosa, que não é nenhum imbecil, do ponto de vista intelectual para ignorar tal fato, foi  submetido a condições extremamente desgastantes do ponto de vista físico e psíquico, isto, até mesmo para alguém em plenas condições físicas de saúde.

O grau de degradação que cercou tal ato, somente tem paralelo nas masmorras do tempo em que imperava neste país a ditadura militar - um regime de exceção -,  em que  atos medievais como estes eram comuns.

Mas, além disso, o que não deveria ser comum, são as manifestações de certos partidos, colunistas e políticos, que certamente são de oposição, mas oposição à  vida e a decência,  jamais oposição ideológica ou política, pois, se fosse somente esta a diferença, teriam ao menos hombridade, dignidade e ética para se manifestarem diametralmente contra tamanha falta de humanidade,.

 Ao contrário,  ao invés da repulsa, único ato que, perante tais atrocidades,  considero digno de homens, que possam ostentar tal condição de humanidade, muitos vieram saudar e exaltar tais atos.

Isso mesmo, vieram saudar tais atos, dizendo em altos brados que isto representava o  fim da era da impunidade, quando na realidade era o fim da humanidade, traço que diferencia os homens dos animais.

Exatamente como num período de trevas, em que em épocas pretéritas, se saudava a morte de estudantes e políticos adversários,  em bárbaras torturas, como sendo o fim do comunismo, seja lá o que eles queriam que isso significasse.

Lamento, mas tanto o ato de Joaquim Barbosa quanto o destes seres abjetos, representa apenas iniqüidade, nada mais.

Esta celebração da barbárie não é digna de alguém que se intitule homem, ser criado a imagem e semelhança de Deus.

Sinto muito, mas Deus está longe de compactuar com o ódio, com a tortura, com estas tentativas de assassinato.

Definitivamente, sempre achei que a ditadura e toda sua barbárie, somente se deu,  em tal extensão, devido a imensa manipulação dos atos e fatos por parte da imprensa, ao manter o povo na ignorância acerca de seus desmandos.

Agora, com o advento da internet, não vejo tão claro.

Algumas escolhas nos definem.

Desde sempre escolhi a vida, e,  de todas as formas tentei  torná-la digna, e com isso me tornar digno dela.

As pessoas simples e de boa vontade saberão do que falo e, acredito, retomarão este país.

O resgatarão das trevas que, pela boca de seus falsos porta vozes, neste dias, o fez  contrária a vida.

Seu voto: Nenhum
imagem de FabioT212
FabioT212

esse pais virou uma monarquia

esse pais virou uma monarquia onde temos um deus supremo e todos se borram de medo ?

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de serralheiro 70
serralheiro 70

Procedimentos estranhos.

Os procedimentos estranhos e comprometedores de JB indicam que ele não pretende ter carreira alongada no stf. A hora de faturar o prestígio adquirido na AP470 se aproxima. Logo ou nunca mais!

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Luccas Jr
Luccas Jr

Ganham privilegios até na cadeia

Porque uns tem visitas todos os dias e os demais tem dia certo? A Lei não vale para todos ?

 

http://g1.globo.com/politica/mensalao/noticia/2013/11/secretaria-libera-visita-petistas-presos-fora-do-dia-normal.html

 

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de JorgeLuis
JorgeLuis

Eles não precisariam ter

Eles não precisariam ter visita em dia nenhum. Se estivessem cumprindo a pena no regime correto a que foram condenados, o semi-aberto, só precisariam ir para o presídio para passar a noite.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

A face mais repugnante, vil e vergonhosa da justiça brasileira

Joaquim Barbosa, presidente de um STF protetor de torturadores. 

Joaquim Barbosa, o homem que, segundo Eros Grau, gosta de espancar mulheres e velhos.

Joaquim Barbosa, aquele que agora deu para ser torturador de apenados sob custódia do Estado Brasileiro, arrastando prisioneiros indefesos pelas ruas e céus e prisões do Brasil, a serviço da Rede Globo e da elite escravocrata brasileira.

Joaquim Barbosa, a face mais repugnante, vil e vergonhosa da justiça brasileira.

Seu voto: Nenhum (12 votos)

Francisco de Assis

imagem de CB
CB

Melhor seria rebatizar para S

Melhor seria rebatizar para S V F - Suprema Vergonha Nacional.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Marly
Marly

Que prevaleça o bom senso!

Que com isenção seja analisado o problema de saúde de Genoíno. Além de tudo que foi exposto no texto, ainda existe o fato do paciente nesses casos, poder adquirir uma endocardite, o que pode ser fatal. Depois de tantas incongruências  e arbitrariedades por todos nós observadas, que prevaleça o bom senso, para que o tratamento de Genoíno ( que é para toda a vida ) seja feito em casa, com a dignidade que os direitos do ser humano  exige.

 

PS: ATT:  ASSIS,TAMÁRA, VÂNIA  ou outros colegas que sabem colocar em Fora de Pauta ou Clipping do Dia, reportagens de outros Blogs:

Refiro-me ao post no Conversa Afiada: Manifesto: DALLARI e BANDEIRA repudiam Barbosa.

Infelizmente não sei como fazê-lo.

Marly 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Se fosse o Daniel Dantas já estaria solto

O presidente do STF ficou de plantão para soltar Daniel Dantas duas vezes em 24 horas, enfim, cadeia só prá PPPP preto pobre puta e petista. Se fosse o Daniel Dantas já estaria solto, como é Genoíno o presidente do STF se mando pra Belém, e o preso, à beira da morte, condenado em regime semi-aberto, encontra-se preso em regime fechado, alô Anistia Internacional vcs existem prá que mesmo

Seu voto: Nenhum (11 votos)

 

...spin

 

 

Mas como não é Daniel Dantas....

.... Barbosa viajou para Belém e está preocupado com outras questões, como por exemplo seu projeto político eleitoral. O presidente do STF pensa estar matando dois coelhos com uma cajadada só: Entregando os petisttas à execração pública pela truculenta elite deste pais e, por outro lado, ganhar popularidade e, quem sabe, virar governador, ou vice de Aécio... Vai bobinho, vai quebrar a cara:

Em rede social, Romário convida Barbosa a disputar o governo do Rio pelo PSB

Da Folha de São Paulo

O deputado Romário (PSB-RJ) convidou o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, a se filiar ao partido para disputar o governo do Rio em 2014. O apelo foi postado publicamente no Facebook nesta terça-feira (19).

O ex-jogador assumiu o comando estadual da legenda em setembro. Uma de suas missões é ajudar o pré-candidato socialista à Presidência, Eduardo Campos, a montar um palanque no Rio.

“O Joaquim é um cara de coragem, não tem medo de enfrentamento. A política está precisando de gente assim”, disse Romário à Folha. “Ele pode ser um grande presidente da República. E o Rio pode ser um grande laboratório para ele antes disso”, acrescentou.

No post, Romário elogiou a “condução do mensalão”. À Folha, ele reiterou os cumprimentos: “Ele está de parabéns. Eu vi essas prisões como a Justiça sendo feita. O povo brasileiro estava cobrando que o mensalão não acabasse em pizza”.

Especial: O julgamento do mensalão
Dirceu, Delúbio e Genoino dizem não aceitar humilhação

Como juízes só precisam se filiar a um partido seis meses antes das eleições para poder participar da disputa, Barbosa tem até abril para ingressar em um partido caso queira concorrer a um cargo.

13269837

Romário recentemente se desfiliou e retornou ao partido. A volta foi motivada pela entrega do comando do diretório da sigla no Rio. Uma de suas missões é ajudar Campos a montar um palanque no Estado. Além disso, para permanecer no PSB, Romário recebeu a promessa de que vai disputar a Prefeitura do Rio em 2016.

O grupo de Campos e da ex-senadora Marina Silva (PSB-AC) busca um nome pouco identificado com a política tradicional para lançar como fator surpresa na eleição do Rio.

Já foram sondados o ator Marcos Palmeira, agora filiado ao PSB, e o cantor e ex-ministro Gilberto Gil, do PV. Outra opção seria apoiar o deputado Miro Teixeira, pré-candidato do PROS.

Barbosa já sugeriu que pode deixar o STF para se candidatar a presidente, mas nunca falou sobre a hipótese de concorrer no Rio. “Não tenho no momento nenhuma intenção de me lançar candidato à Presidência. Pode ser que no futuro mude”, disse em outubro, em evento da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo).

Leia a íntegra do post de Romário:

Primeiramente gostaria de parabenizar o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, pela condução do Mensalão. Espero que, de agora em diante, a justiça valha de fato para todos, que os crimes de corrupção sejam julgados com o mesmo rigor.

Além disso, aproveito a ocasião para convidar publicamente, como presidente do PSB-RJ, o Sr. Joaquim Barbosa a se filiar a legenda e se candidatar ao governo do Rio. O PSB do Rio está de portas abertas para todos aqueles que desejarem fazer política decente.

 

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

 

...spin

 

 

imagem de Pablo Oliveira
Pablo Oliveira

Cobre a devida punição ao

Cobre a devida punição ao Daniel Dantas! Agora querer dar um jeitinho brasileiro para o Dirceu e o Genoíno só faz sujar a imagem do PT....

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Romario siga na sua carreira,

Romario siga na sua carreira, que nessa você é craque...

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Ivan de Union
Ivan de Union

Nossa! E eu pensando que ele

Nossa!

E eu pensando que ele estava MENTINDO DESCARADAMENTE igual o judiciario...

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de veras
veras

FHC: chega de desfaçatez!

IstoÉFHC perdeu chance de ficar quietoNem por oportunismo rasteiro Fernando Henrique Cardoso deveria juntar-se ao coral que aplaude as prisões dos condenados da ação penal 470Paulo Moreira Leite

 

Em  pronunciamento, ontem, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso empregou termos duros. Referindo-se às denuncias dos prisioneiros do mensalão e seus advogados, que têm críticas consistentes ao julgamento, como tantos juristas admitem, chegou a dizer: “Temos de dar um basta nisso. Chega de desfaçatez.”

“Desfaçatez?” “ Basta?” O retrospecto do PSDB e de seu governo  não autorizam um discurso nestes termos. FHC só manteve-se no Planalto por oito anos depois de conquistar o direito de disputar a reeleição, num esquema de compra de votos em que se demonstrou aquilo que apenas se disse sobre o mensalão de Delúbio e Valério. O repórter Fernando Rodrigues publicou, já naquela época, o depoimento de um certo senhor X, que organizou os pagamentos de parlamentares. Trouxe o depoimento, gravado, de um parlamentar que assumia ter embolsado o dinheiro. No livro Príncipe da Privataria, Palmério Doria completou o serviço. Entrevistou o próprio senhor X, revelou sua identidade verdadeira e explicou que ele comprou 150 parlamentares. Outro dia, conversei com um deputado do PP que assistiu ao mercado da reeleição e me disse o seguinte: “O pessoal votava a favor e na saída do plenário já tinha gente esperando para acertar o pagamento em dinheiro junto a doleiros. Não tinha erro.” FHC falou em tom crítico sobre adversários políticos que se tornaram prisioneiros, enfrentando medidas duras e espetaculares de Joaquim Barbosa que receberam críticas até de outros ministros do STF. A verdade é que muitos prisioneiros da ação penal 470 foram mais próximos de seu governo do que se imagina. Marcos Valério começou a se aproximar das verbas do Visanet a partir dos diretores que o PSDB instalou no Banco do Brasil durante o governo de Fernando Henrique. Foram eles, no segundo mandato de FHC,  que assinaram os primeiros contratos com a agência DNA, que seriam apenas renovados depois da posse de Lula. O diretor responsável pelos pagamentos à DNA – aqueles que Joaquim Barbosa diz que foram desviados para subornar políticos – era um homem de confiança do governo Fernando Henrique, um diretor chamado Leo Batista. Ele tinha esse papel no governo FHC. Seguiu na função depois de 2003. Se alguém foi tão decisivo para o esquema, seu nome não é Henrique Pizzolato, hoje foragido na Itália, mas Leo Batista. Estava acima de Pizzolato e tinha a prerrogativa de assinar os cheques. FHC fez elogios às prisões ao lado de estrelas graúdas do PSDB. Uma delas era Geraldo Alckmin, cujo governo afunda-se em três gerações de governadores denunciados no  propinoduto Alston-Siemens. Outro  era o presidenciável Aécio Neves. Conforme a CPMI dos Correios, durante seu governo estatais mineiras fizeram dezenas de milhões de reais em depósitos nas contas da DNA. Cristiano Paz e Ramon Hollerbach, sócios de Valério na agência, eram publicitários de reputação firmada no Estado. As relações de Cristiano Paz com Aécio se assemelham às relações de Nizan Guanaes com Fernando Henrique. Hollerbach integrou a coordenação da campanha de Aécio em 2002. Um ditado popular ensina que não se deve falar de corda em casa de enforcado, mas o retrospecto mostra que há fundamento para FHC portar-se como se nada tivesse a ver com estes fatos e pessoas. Em 1997, o procurador Geraldo Brindeiro encarregou-se de enterrar a denúncia da compra de votos e a maioria tucana impediu que se fizesse uma CPI. Embora um homem de confiança do PSDB tenha sido o responsável final pelos pagamentos para a agência de publicidade do mensalão, nenhum deles foi investigado na ação penal 470. Por uma questão de hierarquia, deveria ter sido mais investigado do que Pizzolato. Pela proximidade, era um caso típico de coautoria. Sua investigação ocorreu em segredo, num inquérito paralelo, cuja existência só veio a público durante o próprio julgamento. O propinoduto paulista foi investigado até na Suíça, mas é alvo permanente de um esforço para arquivar qualquer indicio e toda denúncia que possa envolver os tucanos e seus amigos. O procurador Rodrigo de Grandis recebeu oito solicitações do Ministério da Justiça para prestar esclarecimentos e não atendeu a nenhuma. O mensalão PSDB-MG está sendo investigado na primeira instância, em Belo Horizonte, com vagarosidade espantosa e metodologia diversa. Enquanto os réus da ação penal 470 não tiveram direito ao duplo grau de jurisdição, o STF autorizou que os mineiros tivessem um julgamento na primeira instância e, mais tarde, um segundo julgamento. Entre os petistas, viveu um clima de guerra civil para um pequeno grupo de condenados conseguir, após diversos lances de chantagem dos meios de comunicação contra Celso de Mello, o direito de apresentar embargos infringentes sobre uma das penas recebidas. Como parece difícil de negar, a principal diferença entre escândalos tucanos e ação penal 470 é a blindagem. Esse acesso assegurado à impunidade – 100% garantida até aqui na maioria dos casos – mostra que o PSDB não apenas dedicou-se às mesmas práticas que condena nos adversários, como tantos indícios confirmam, mas construiu um impenetrável muro de proteção sobre seus atos, situação que apenas eleva a gravidade do atos que cometeu. Vamos combinar que não é um motivo honroso para FHC falar contra a “ desfaçatez” dos adversários. Derrotado por Jânio Quadros na disputa pela prefeitura em 1985, quase ministro de Fernando Collor em 1990, Fernando Henrique pode sentir de perto os efeitos nocivos do nosso moralismo. Tem experiência demais para dedicar-se a ele.    

 

Seu voto: Nenhum
imagem de joão33
joão33

e como fica todo o sofrimente

e como fica todo o sofrimente que ele e familia passaram ,  o stf e o barbosa achacado pelo gilmar vai ficar impune

Seu voto: Nenhum (2 votos)

como lição

a próxima  vez que um cabeção propor uma porcaria deste tipo ele vai se lembrar e avisar:

- isso vai dar merda!!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

A vida é curta demais para se beber cerveja barata!!

A diferença entre o Brasil e a República Checa é que, a República Checa tem o governo em Praga, e o Brasil a praga no governo!

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.