Revista GGN

Assine

Lava Jato impactou PIB em 2,5%, diz consultoria

Jornal GGN - De acordo com a Consultoria Tendências, a operação Lava Jato deve ter um impacto negativo de 2,5% no Produto Interno deste ano. "A Lava Jato paralisou setores que têm um peso grande nos investimentos totais da economia", diz a economista Alessandra Ribeiro. Segundo outra consultoria, a GO Associados, os impactos direitos e indiretos da operação estão na casa dos R$ 142,6 bilhões em 2015.

A consultoria Tendências calcula que os investimentos da Petrobras seriam equivalentes a 2% do PIB, e os aportes de grandes construtoras envolvidas no escândalo em obras de infraestrutura, 2,8%. Em função da Lava Jato, construtoras como a Odebrecht e a Camargo Correa, revisaram seus planos de investimentos, além da própria Petrobras, que reduziu em mais de 30% o volume de investimentos previstos até 2019.

Da BBC Brasil

Escândalo da Petrobras 'engoliu 2,5% da economia em 2015'

Não fosse o impacto da operação Lava Jato, a recessão brasileira seria bem menor, segundo Alessandra Ribeiro, economista da Consultoria Tendências.

Pelos cálculos da consultoria, a Lava Jato deve ter um impacto negativo de 2,5 pontos percentuais no PIB deste ano.

Por enquanto, a estimativa da consultoria é de uma retração na economia brasileira de 3,2% em 2015, embora o número deva ser revisado para uma queda ainda mais brusca em função dos resultados do PIB do terceiro trimestre, divulgados na manhã da última terça-feira pelo IBGE - e piores do que o esperado.

Descontados os efeitos econômicos atribuídos às investigações, a queda do PIB seria, portanto, de algo em torno de 0,7% e 1,3% (dependendo da revisão).

"A Lava Jato paralisou setores que têm um peso grande nos investimentos totais da economia, então é natural que tenha um impacto negativo expressivo no PIB no curto prazo", explica Ribeiro.

"O lado positivo dessa história é que as instituições estão funcionando e o risco de os corruptos serem pegos está aumentando - o que tende a limitar a corrupção no longo prazo."

Outra consultoria, a GO Associados, também estima um efeito da Lava Jato no PIB da mesma magnitude. Segundo seu levantamento, os impactos diretos e indiretos da operação poderiam ser de R$ 142,6 bilhões em 2015 - algo em torno de 2,5% do PIB.

"Trata-se de um cenário relativamente pessimista, mas que reflete o peso dessas empresas e setores para a economia", diz Fernando Marcato, sócio da GO Associados.

Petrobras e construtoras

Pelos cálculos da Tendências, os investimentos da Petrobras corresponderiam a 2% do PIB brasileiro e os aportes de grandes construtoras envolvidas no escândalo em obras de infraestrutura, 2,8%.

Em seu conjunto, portanto, os investimentos de todas as empresas envolvidas na Lava Jato chegariam a quase 5% do PIB, em um país em que o nível total dos investimentos varia de 17% a 20%.

Em função da Lava Jato, construtoras como a Odebrecht e a Camargo Correa, além da própria Petrobras, revisaram seus planos de investimentos, fizeram mudanças em sua estrutura organizacional ou em contratos com fornecedores e parceiros.

Só a Petrobras reduziu em mais de 30% o volume de investimentos previstos entre 2015 e 2019, por exemplo. E muitas empresas do setor de óleo e gás ou construção civil realizaram demissões.

A operação também teria elevado os risco derivados da maior dificuldade de financiamento das empresas, que podem não conseguir "fazer frente a suas obrigações", segundo a Tendências.

Longo Prazo

Para Marcato, da GO Associados, não há como garantir que o efeito econômico da Lava Jato será positivo no médio e longo prazo.

"É claro que o resultado de uma operação como essa pode ser uma melhoria institucional, mas se comprometer a própria existência de algumas empresas terá um efeito indesejado para a economia", acredita.

"Por isso, acho que uma caça às bruxas em estilo medieval não interessaria a ninguém, e precisamos discernir entre indivíduos que cometeram falhas e as empresas, que são grandes geradoras de emprego e devem ter sua capacidade de investimento preservadas."

O professor André Biancarelli, da Unicamp, lembra que nos EUA houve situações em que empresas ameaçadas de quebrar por práticas inadequadas de seus executivos foram salvas pelo Estado.

"Não acho que o combate à corrupção deva ser subordinado à necessidade das empresas, mas é natural que haja uma preocupação com preservar empregos e companhias em determinados setores da economia", diz.

Já o consultor da Transparência Internacional Fabiano Angélico discorda que essa deva ser uma preocupação no que diz respeito à Lava Jato.

"Toda a sociedade ganha com regras claras, um ambiente mais transparente e menos corrupção porque o sobrepreço tende a desaparecer nas obras públicas e os contratos são feitos de forma mais eficiente", diz ele.

"Se algumas grandes empresas que não agiam de acordo com as regras sofrem e são obrigadas a demitir, seus funcionários certamente vão encontrar trabalho em empresas médias que acharão mais espaço e mais oportunidades para operar no mercado."

No mês passado, questionado pela BBC Brasil sobre a possibilidade de o país sair prejudicado se as construtoras da Lava Jato quebrarem, o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa do Ministério Público Federal na Lava Jato, respondeu:

"Não temos dúvida de que o que prejudica a economia e a sociedade não é o combate à corrupção, mas a corrupção em si. Usando uma analogia do juiz Sergio Moro (responsável pela operação na primeira instância), não se pode culpar o investigador que achou o cadáver resultante de um assassinato. O responsável é quem matou a vítima."

Colaborou Adriano Brito, da BBC Brasil em São Paulo

Média: 3.8 (9 votos)
33 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de aliancaliberal
aliancaliberal

Lava jato é efeito e não

Lava jato é efeito e não causa.

A causa é o governo petista que rouba e deixa roubar.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

de entristecer mesmo foi o silêncio dos nossos jovens...

lava jato capturou o futuro de muitos e eles nas redes sociais dando maior apoio

Seu voto: Nenhum (3 votos)

divertimento que a todos conduz para o silêncio...

foi assim que funcionou, acredito

pois já vivi o suficiente para acreditar que o silêncio dos jovens, nestas condições, idiotizados,

é que prediz a quebra do Estado

não é o abuso, não é a justiça executiva, é o silêncio dos jovens

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Ricardo S
Ricardo S

Além dos entreguistas do

Além dos entreguistas do país, quem mais está FESTEJANDO esse resultado do PIB brasileiro?

EUA espionaram Petrobras, dizem papeis vazados por Snowden

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2013/09/130908_eua_snowden_petrob...

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Ricardo S
Ricardo S

Temos que dar os parabéns a

Temos que dar os parabéns a todos os que contribuíram para isso.

Parabéns, PIG. Parabéns, imprensa salafrária, entreguista, manipuladora. Finalmente o esforço de tantos anos deu resultado.

Parabéns, oposição rancorosa, golpista, que não tem a humildade de aceitar a derrota eleitoral.

Parabéns ao Judiciário, juízes, procuradores, e aos delegados oposicionistas, que usam politiqueiramente o caso de corrupção na Petrobrás, instalado na estatal no governo FHC, para atacar um partido, um candidato, um governo, mesmo a custa de prejudicar um país e um povo.

Parabéns ao Eduardo Cunha e a todos os Cunhas do Congresso.

Vocês conseguiram uma vitória provisória, mas o Brasil vai virar o jogo e derrotá-los novamente.

 

Seu voto: Nenhum
imagem de Jesuis
Jesuis

Eu acho que é pouco. Esse PIB

Eu acho que é pouco.

Esse PIB é PROPINA INTERNA BRUTA, que serve para irrigar as contas na Suíça de políticos, lobistas e empreiteiros, e no Brasil patrocinar escandalosas e nababescas festas de debutantes, apartamentos de 500 metro quadrados, viagens de jatinho e tantas outras regalias do andar de cima.

Querem agora criar a CPMF para recuperar a grana de propina perdida esse ano.

 

Seu voto: Nenhum

O dinheiro que circulou nas

O dinheiro que circulou nas mãos do cartel de empreiteiras, não chega nem a 10% do montante que teria sido desviado da Petrobrás, o MPF até pouco tempo atrá informava em seu portal que teriam sido roubados algo em torno de 2 bi. Se o prejuizo causado pela Lava Jato beira os 150 bi, sem contabilizar os danos causados a longo tempo aos projetos importantes como indústrial nava, de fabricação de sondas e da área nuclear, aqui é que a conta aumenta. Se deixar por conta da Miriam Leitão e de Moro,  este pais volta logo logo à Idade da Pedra.

Seu voto: Nenhum (6 votos)

 

...spin

 

 

imagem de Ricardo S
Ricardo S

A condução da Lava Jato já

A condução da Lava Jato já causou ao país um rombo equivalente ou superior ao do escândalo do Banestado, que até então era o maior de todos os rombos, excetuando a somatória dos prejuízos da privataria tucana, de valor incalculável. Só que o rombo causado pela condução da Lava Jato ocorreu num espaço de tempo muito mais curto. Quantas centenas de bilhões de reais mais de prejuízo poderá ainda ser vítima este país, por causa da irresponsabilidade geral que domina hoje o Judiciário brasileiro?

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de MárioGonçalves
MárioGonçalves

Quadruplicamos o PIB em 12 anos

Mesmo que não houvesse a lava-jato eu creio que, em algum momento, haveria um pouco de inflexão no crescimento da economia, que foi vertiginosa nestes anos de "lulopetismo".

http://jornalggn.com.br/noticia/lava-jato-impactou-pib-em-25-diz-consult...

A questão mais importante é saber como serão os próximos 10/12 anos...

Seu voto: Nenhum
imagem de Daniel Klein
Daniel Klein

aprenda aritmética, amigo

Para que quadruplicasse o pib em 12 anos, o país teria de ter crescido 12,2% ao ano nesse período.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Carlos Elísio
Carlos Elísio

Galera..

Voces ainda leem escrotidões emitidas por globo, folha, veja? Eu não conheço nenhum merdinha destes tablóides que foram mencionados nestes comentários. Ainda bem...

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Carlos Elísio
Carlos Elísio

E o sr Fabiano Angélico

Eo Fabiano Angélico tem sugestões de médias empresas que, "certamente darão novas oportunidades"? Vagabundo é cínico, né mesmo?

Seu voto: Nenhum
imagem de Atento
Atento

Quanto terá sido no aumento do desemprego? 50% ?

Fora o efeito cascata.

A "crise" econômica não deveria passar de ajustes e correções por algum tempo.

Mas (no mundo todo) os bancos, a imprensa, empresários e políticos neoliberais fomentam crises quando e onde quiserem.

E do tamanho que quiserem.

Têm estoques de dinheiro bem refugiados e suficientes para atravessá-las, assistindo das janelas ...

De suas limusines, iates, jatinhos, penthouses e mansões. Ou de seus clubes e restaurantes exclusivos.

Até que os 95% restantes, ajoelhados, lhes implorem poder suar para engordar mais ainda seus já gordos "estoques".

E a culpa é "invariavelmente" de governos desenvolvimentistas.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de SUPER PREOCUPADO
SUPER PREOCUPADO

Consultorias e pareceres. O

Consultorias e pareceres.

O melhor atalho para a propina.

É só pagar e você tem uma dezena de pareceres na mão, cada uma ao gosto do fregues.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Não precisava ser feito desta maneira

E o pior é que não precisava ser feito desta maneira. Era só seguir a lei. Ia dar algum trabalho a mais de investigação, mas a o resultado de punir a corrupção seria efetivo. A castelo de areia chegou ao final e foi o próprio judiciário que não lhe deu seguimento. A preguiça e o holofote falaram mais alto. Será que não acreditam na lei e na constituição para coibir crimes? 

Aquilo de considerar que as grandes empresas trabalhando para obras de interesse da população e do governo era crime continuado, foi um absurdo; desempregou centenas de milhares e penalizou quem não devia; danificou seriamente a economia do país. Um desastre.

O prejuiso, desnecessário, é enorme. 2,5% do pig, acho que foi muito mais.

E amoleza da justiça continua com os trensalões, os cunhas, as listas de furnas, e os mensalões mineiros. Na insegurança pública não vemos nehuma ação. Tudo na mesma.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Sérgio Rodrigues
Sérgio Rodrigues

Fatura!...

Põe na Conta dos procuradores fanfarrões do MPF e do juiz Moro!...

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Será que estou enganado?

Salvo engano, o conluio entre policiais, procurdores, um juiz e a imprensa - que estão unidos na prática de um delito reiterado contra a economia do Brasil e, portanto, contra o povo brasileiro - não pode ser enquadrado como formação de quadrilha? No caso, como há funiconários públicos envolvidos, também não é peculato? Alguém poderia esclarecer estas dúvidas? Além disto, já na esfera moral, fica impossível aceitar a ação de pessoas que têm seu alto salário super garantido (um deles chega a tirar R$ 77 mil em um mês!) destruir o emprego e a esperança de milhares. Justiça?

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Henrique Finco

imagem de Fábio Capela
Fábio Capela

Ou seja, entre dois terços e

Ou seja, entre dois terços e três quartos das perdas da economia esse ano são culpa do Moro e sua trupe.

E, para o Dallagnol: não, o policial não é culpado pelo assassinato. Mas se chegou para desenterrar o corpo com uma retroescavadeira quando devia ter usado uma pá, ele é sim culpado por demolir a casa no processo.

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Hamilton
Hamilton

Correto

Esta novela que estão fazendo para mobilizar a sociedade e pressionar o legislativo a alterar normas penais corresponde a vilipêndio de cadáver. A retro destrói tudo: o cadáver, a casa. Os ares messiânicos que esta operação tomou não ajudam, lembrando que o inferno está cheio de bens intencionados.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Hamilton
Hamilton

Bem

Bem intencionados.

Seu voto: Nenhum

Para quando aparecerem os

Para quando aparecerem os defensores do juiz Moro, dizendo que ele só está fazendo sua obrigação, gostaria de contar uma historinha que talvez até os coxinhas entendam.

Digamos que você é um policial e foi chamado para atender uma ocorrência de furto. Com a ajuda de uma testemunha, você localiza e imobiliza o ladrão. A partir daí, você pode agir de duas formas:

1 - Você algema o sujeito, coloca-o na viatura e encaminha para a delegacia;

2 - Você algema o sugeito, desce o cassetete nele até que esteja quase morto, joga na viatura e encaminha para a delegacia.

O resultado final, nos dois casos, é o mesmo: o suposto ladrão vai preso. Mas a forma como isso foi feito é bem diferente.

Agora, digamos que a testemunha se enganou (algo bem compreensível, afinal de contas, tanto o verdadeiro ladrão quanto o cara que foi preso eram pobres, pretos e usavam uma camiseta vermelha). No primeiro caso, o cara é solto. No segundo caso, ele passa dois meses no hospital e fica com sequelas para a vida inteira. Percebeu a diferença?

Então, caso você ache mesmo que o juiz Moro está fazendo tudo do jeito certo, com prisões preventivas para obter confissões e delações, com vazamentos seletivos para a imprensa, com assassinato de reputações baseados em simples ilações, com atuação claramente voltada a atingir apenas um determinado partido, lembre-se da minha historinha.

Não conheço ninguém que critique a forma como a Lava Jato está sendo feita que se declare abertamente favorável à corrupção. Mas existe o jeito certo e legal de se fazer as coisas e existe o "jeito Moro". Quanto a menos representaria a queda do PIB se essa operação fosse feita seguindo a legislação e a constituição? Quantos empregos seriam preservados sem todos os vazamentos que minaram a credibilidade da Petrobras e das empreiteiras?

Se você acha que a justiça só funciona se for "parceira" da imprensa, então deve urgentemente rever seus conceitos. A imprensa não deveria ter lado, mas não é ilegal que tenha. Ninguém em sã consciência vai dizer que a revista Veja, por exemplo, não tem lado. Agora, a justiça não pode ter. E a justiça, mais do que qualquer coisa, deve seguir as leis. Se fazer as coisas da forma certa, legal, dá mais trabalho, paciência. Trabalhem mais. É por isso que delegados da PF, promotores e juízes ganham muito mais do que a maioria absoluta dos brasileiros.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de jasantos
jasantos

falou tudo.

gostei de sua analise. clara e pedagogica

acho que os tucanos entenderam, mas não vao concordar...

sds

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Enquanto o salários de juizes

Enquanto o salários de juizes e procuradores foram pagos sem problemas algum, inclusive marajás, isso tudo vai continuar.

Aliás, os marajás da epoca do collor são brinquedo de criança em relação aos atuais marajás do judiciario e o mp. Mas ninguem diz nada sobre isso. Está tudo bem.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

hospício

Nassif,

Se a Tendências tucana sim sinhô estimou um impacto de 2,5% no PIB por conta da LavaJato, é porque tal efeito- moro do ano deverá ser superior a 3,5%.

O juiz marionete e os procuradores de deus deveriam estar presos, tamanho o grau de irresponsabilidade destes loucos varridos, pois só no hospício existe gente que acredita ser capaz de terminar com a corrupção no patropi. 

Seu voto: Nenhum (8 votos)

E tem um bando de idiotas que

E tem um bando de idiotas que aplaudem esse juiz Moro.

Muitos, acredito, até foram afetados por essa operação.

Mas, para prender o Lula vale tudo, " até cortar na carne"

Idiotas !

Seu voto: Nenhum (12 votos)

Estou de saco cheio por tudo que vem acontecendo no país, e nós democratas, não fazemos nada.

Eu inclusive. Parece que estamos todos anestesiados, que fomos dopados. Mas essa lombra vai passar e vamos acordar.

Eu creio !!!

gAS

O que a direita brasileira

Não faz para retomar o poder. Este é o projeto de poder dela. prefiro assim o projeto de poder do PT. Prosperidade para seu povo. O do PSDB é prosperidade para alguns e fosa-se o povo.

Seu voto: Nenhum (8 votos)

Engraçado os comentários da Globo

Tirando o dinheiro de corrupção no exterior (que espero seja recuperado), o restante foi gasto em gráficas, marqueteiros e propaganda nos meios de comunicação do próprio PIG.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Eles só vão sentir o problema

Eles só vão sentir o problema quando por causa da queda da arrecadação faltar dinheiro par pagar os salarios do Judiciario, ai quem sabe cai a ficha do estrago que fizeram.

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de Carlos Henri
Carlos Henri

Justiceiros

Se considerarmos que a justiça no Brasil custa 1,5% do PIB anualmente, somando com o prejuízo da lava-jato de 2,5%, a nossa conta com o sistema judiciário em 2.015 é de 4%!

O principal problema do Brasil, desde 2.006, com o Mensalão, é a justiça. Paralisou tudo, engessou tudo, colocou tudo sob suspeita e sob sua aprovação. A política precisa reagir e, pelo menos, obrigar os juízes a serem mais discretos e mais, muito mais eficientes para os cidadãos. Uma mini constituinte é uma boa idéia.

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Mas o Sardenberg e toda a

Mas o Sardenberg e toda a tropa da GLOBO e GLOBONEWS acha tudo lindo, um artigo do Sardenberg no jornal O GLOBO, com o sugestivo titulo VIVA A LAVA JATO, demonstra que para eles se derrubar o PIB 10% não tem problema.

Seu voto: Nenhum (10 votos)
imagem de Cedric Pa
Cedric Pa

É isso o que eles querem,

É isso o que eles querem, sabem que o povo leva a economia em consideração quando vai votar.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Por que escândalo da Petrobrás?

E não escândalo da Samsung ou da Hyundai? A grana da corrupção não saiu dos cofres da estatal, mas dos fornecedores, então porque o escândalo é conhecido pelo nome da vítima?

Vejam a diferença em relação ao Metrô de SP, que é o Escândalo da Alstom. Por que se adota aqui os mesmos critérios da "grande mídia"?

Seu voto: Nenhum (10 votos)

---

imagem de Cedric Pa
Cedric Pa

Nem escandalo do metro de SP

Nem escandalo do metro de SP deveria ser, e sim apenas TRENSALÃO DO PSDB, uma chamada de marketing bem ao gosto da grande imprensa quando se trata de qualquer coisa contra um governo trabalhista.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Hamilton
Hamilton

Ah, tá,

Não houve superfaturamento, né?

Como você tem coragem de escrever  isto, cidadão?

Obviamente que a corrupção no metrô e na CPTM deveria ter o mesmo tratamento. Não há sinais de que terá, dado que as forças conservadoras -PSDB, Ministério Público e mídia- se alinham.

Seu voto: Nenhum (4 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.